Em BH empresários se unem para protestar as 10h desta segunda feira (29) na porta da prefeitura

Belo Horizonte pode entrar para o livro dos recordes, o Guinness book, por sustentar o maior e mais longo lockdown da história. Nenhuma outra cidade no mundo permaneceu tanto tempo fechada como a capital mineira.

Com uma das menores taxas percaptas de mortalidade por Covid-19 a cidade tem 121 óbitos em três meses de pandemia para uma população de 2,7 milhões de habitantes. O fato está levando empresários e a população cansada de ficar dentro de casa a fazerem um protesto na manhã desta segunda-feira (29) em frente à Prefeitura de Belo Horizonte – PBH. Ninguém aguenta mais confinamento inútil, é o que pensa milhares de pessoas que estão impedidas de ir e vir na cidade e empresas que estão indo a falência.

Empresários de vários setores se uniram à populares em movimento convocado pelas redes sociais para protestar contra a decisão do prefeito Alexandre Kalil de manter a cidade fechada por tempo indeterminado mesmo depois de tanto sacrifício da população que está impaciente para retomar vida normal com ou sem virus. O movimento visa chamar a atenção para perseguição que o chefe do Executivo Municipal tem promovido ao setor produtivo.

Na opinião do empresário Emerson Dias, que é dono de restaurante no bairro de Lourdes o prefeito está criando um clima de terror que não condiz com a realidade: “Tenho a impressão que o Kalil está assistindo muito a Globo e se deixando levar pelo clima de terror que a emissora dissemina, pois a realidade de BH não sugere fechamento radical, os números comprovam isso, relata o empreendedor. 

Quem também pensa como Emerson é o comerciante Douglas Resende que tem loja na tradicional galeria do Ouvidor: “Se ele está realmente preocupado com o bem estar do povo, por que não fez o dever de casa investindo em mais leitos de UTI? Só em publicidade a prefeitura gastou R$ 42 milhões, e o hospital de campanha até hoje não foi feito pela prefeitura. Será que propaganda é mais importante?” pergunta o lojista.

O fato é que fechar a cidade não vai fazer o vírus desaparecer, e o prefeito se nega a conversar com o empresário belo-horizontino e com os que são contra o radicalismo. Mário Henrique Valadares tem uma loja na Savassi e já mandou 5 dos 12 funcionários embora por que não tem como arcar com os custos do seu negócio parado há 3 meses. “Essa história de abertura consciente é balela, o que o prefeito quer é esticar o decreto de emergência o máximo que puder, isentando a PBH de licitações”, afirma o empresário que encerra lembrando das intenções do prefeito de se candidatar novamente: “Kalil é alucinado pelo poder e já mostrou isso no Galo, faz qualquer coisa para aparecer”, encerra o lojista que está prestes a falir.

O prefeito de BH também não admite o protocolo que inclui o uso de ivermectina, hidroxloroquina e azitromicina associada a corticóides, remédios que na opinião de virologistas e pneumologistas consagrados são eficazes e baratos. Ele a exemplo de outros govenadores e prefeitos acreditam que o correto é entubar pacientes, ao invés de trata-los preventivamente usando remédios que são encontrados em qualquer farmácia.  A manifestação convocada pelas redes sociais promete fechar a Av Afonso Pena na manhã desta segunda feira 29 de junho, sede do executivo municipal.

e-mail jaribeirobh@gmail.com – WhatsApp 31-99953-7945

5 thoughts on “Em BH empresários se unem para protestar as 10h desta segunda feira (29) na porta da prefeitura

  1. A esquerda não está preocupada com a vida humana. Pelo contrário, quer mesmo é criar um verdadeiro caos, para derrubar o governo Bolsonaro . Voltar ao poder e implantar o comunismo brasileiro.

  2. Este prefeito deveria ter a humildade de assistir a live que médicos fizeram este final de semana com o Jornalista Alexandre Garcia e aprender como salvar vidas com quem está na frente da guerra. Está provado que o tratamento precoce é o que tem surgido efeito positivo sobre o no número de mortes. Então este assassinato de deixar a pessoa entrar no estágio 3 da doença é simplesmente político. Uma maldade condizente com o comunismo maldito.

  3. Falaram tudo, o que ele quer é prolongar o Estado de emergência para prosseguir , para prosseguir com as compras sem licitações. Está rachando de ganhar dinheiro, se depender dele isto vai até o ano que vem. É um comunista inconsequente. Depois de taxar até o espaço aéreo, o que inviabilizou as construções em BH, agora tenta falir as empresas da capital, que vem sendo compradas por chineses. Só uma desobediência civil e generalizada, vai acabar com esta palhaçada deste irresponsável. Se realmente houvesse preocupação em salvar vidas, teria cancelado o carnaval. Fui contaminado no final de fevereiro , a praga chinesa já estava aqui na cidade. Meu médico achou que era sinusite alérgica, me receitou prediminisona. Em quatro dias sumiram todos os sintomas. Tenho 66 anos de idade. Então, medicamentos existem, mas mandam as pessoas ficar em até que a doença agrave. É assassinato em massa o que estes loucos e a Rede Lixo Globo estão fazendo.

  4. Esta demorando pra população cair na real, e começar a cobrar desse prefeito idiota e mentiroso atitudes que realmente possa ajudar a população e não acabar com a sociedade.o vírus maior e mais letal sao esses politicos ipócritas que estão no poder.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.