Governador Romeu Zema anuncia acordo para ligar Belo Horizonte a três destinos nos EUA a partir de março de 2021

Por meio da sua página no Instagram o governador de Minas Gerais Romeu Zema, o mais bem avaliado do Brasil, anunciou acordo com a Cia. Aérea Eastern Airlines para voos diretos de três destinos nos Estados Unidos ligando o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte em Confins a partir de março de 2021.

Fontes informaram que a Eastern mantinha sua frota de aviões estacionada no Aeroporto Internacional de Miami, após ter sido comprada pela Continental Airlines. Não por acaso a base da Continental, hoje Delta Airlines, em fusão com a Northwest é o Aeroporto Internacional de Newark, na cidade de Elizabeth no Estado de New Jersey, vizinha a Nova York, o segundo maior da Costa Leste Americana, região coberta também pelos aeroportos JFK e LaGuardia.

Serão, de acordo com o post do governador Romeu Zema, seis voos semanais da Eastern partindo de Nova York, Boston e Miami, com passagens a R$2 mil. Um alívio para os Mineiros que eram obrigados a acessar o Aeroporto Internacional de Guarulhos em São Paulo ou do Galeão no Rio de Janeiro para viagens com destinos a região de Nova York, ou destinos na Costa Leste dos Estados Unidos.

American Airlines deixou Confins depois de majoração nas taxas aeroportuárias da BH Airport

A última Cia Aérea que ligou Belo Horizonte aos Estados Unidos com voos diretos BH/Miami encerrou suas atividades no dia 31 de agosto de 2018. Na ocasião a América Airlines não aceitou a majoração nas tarifas aeroportuárias impostas pela BH Airport e ameaçou encerrar suas atividades.

A operadora do Aeroporto Internacional pagou para ver e quando tentou renegociar já era tarde, BH acabou perdendo seu único voo direto com os EUA. Confins tornou-se depois da reforma um dos  aeroportos mais bem avaliados do país. Porém sem conexão com os EUA. A ligação atualmente pode ser feita via Panamá pela Copa Airlines.

Vale lembrar que American Airlines é a maior Cia Aérea do mundo, após fusão com a USA Airways, empresa dirigida por Doug Parker. De certo a gigante da aviação não vai assistir fatia do mercado ser abocanhada pela concorrente, perdendo passageiros que continuavam usando seus vôos através dos aeroportos do Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

Para Minas Gerais o anúncio do governador é um fiapo de esperança que reacende o turismo, apesar de ser o segundo maior destino do país em números de visitantes. O setor passa por momentos de dificuldades, sobretudo a capital que definha após medidas antidemocráticas do prefeito que manteve a cidade fechada por 150 dias no maior lockdown do mundo, quebrando vários setores da economia, com destaque para a gastronomia que é produto turístico de Belo Horizonte. Lockdown que diga-se de passagem, não resolveu em nada a disseminação do Coronavírus.

José Aparecido Ribeiro é Jornalista independente, presidente da Abrajet-MG

Contato: jaribeirobh@gmail.com – WhatsApps: 31-99953-7945 www.zeaparecido.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.