PREFEITO DE SÃO PAULO DEVOLVE A FLUIDEZ NAS MARGINAIS, SENSATAMENTE.

Bastou o Prefeito de São Paulo, João Dória Junior, anunciar sensatamente a mudança de velocidade das Marginais de 50km/h para 70km/km, o que ainda é baixo, já que trata-se de uma auto-pista sem trânsito de pedestre, para que a tropa de choque dos xiitas da mobilidade urbana entrassem em ação, defendendo o atraso e a mediocridade.

Usando o argumento estapafúrdio de que a velocidade de 50 km/h diminuiu o número de acidentes com mortes naquelas duas importantes vias de trânsito da Capital Paulistana, eles chutam a lógica para debaixo do tapete por conveniência, acreditando que todos os paulistanos são desinformados e incapazes de fazer deduções lógicas com um mínimo de razoabilidade.

Associar a redução de 34, para 27 mortes por atropelamentos graças a redução da velocidade é subestimar a inteligência alheia. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. As razões para a redução de atropelamentos podem ser várias, inclusive o fato de pedestres ficarem mais atentos e não atravessarem em vias movimentadas como as Marginais, fora dos faróis ou passarelas.

Neste caso o sucesso não é a redução da velocidade, mas as campanhas de conscientização. Até por que, carros não sobem encima de passeios para atropelar pedestres. Marginal é lugar de carro e não de pedestre. Portanto, atropelamentos regra geral acontecem por negligência ou imprudência de pedestres, e não por que a velocidade é 50km/h ou 70km/h. Verossimilhança, não é a velocidade a causa, mas o mal comportamento de quem não se protege ao atravessar vias de trânsito rápido.

Calçados em discursos politicamente corretos e exemplos de cidades que não se aplicam a realidade Brasileira, (cidades europeias de clima frio e topografia plana) a turma do “deixa disso” age contra o desenvolvimento tentando, em vão, exorcizar o carro. Vale lembrar para os xiitas que carros não são conduzidos por ETs, mas por indivíduos que fizeram escolhas e que merecem respeito, fluidez e vias capazes de receber volume cada vez maior de veículos que o Brasil produz. Veículo cada vez mais potentes e largos, diga-se de passagem.

São Paulo tem mais de 26 milhões de veículos e a cada dia essa frota vai aumentar, exigindo do poder público medidas eficientes que incluem obras, vias sem interrupção de tráfego, um pitada de ousadia, menos conversa mole e mais atitudes. Parabéns ao prefeito João Dória Júnior por compreender isso e devolver as Marginais a fluidez que elas necessitam para escoar o tráfego de São Paulo e de todo o Brasil que passa por ali.

José Aparecido Ribeiro
Especialista em Mobilidade Urbana
Membro da Comissão Técnica De Transporte da Sociedade Mineira de Engenheiros – SME
Presidente da ONG SOS mobilidade urbana
CRA MG 08.0094/D
31 99953-7945

One thought on “PREFEITO DE SÃO PAULO DEVOLVE A FLUIDEZ NAS MARGINAIS, SENSATAMENTE.

  1. Pelo visto o Doriana devolveu as mortes tbm, insensatamente .
    E esta acabando com umas das poucas coisas boas do haddard, que eram as ciclovias, coisa que voce deve entender muito melhor do que eu…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.