Cao barulhento e vizinho sem consciencia cidadã

Moro no bairro Vila Paris há 15 anos. Trata-se de um dos locais mais sossegados de BH, bem ao lado do Mosteiro de São Bento. Aqui não se ouve nem barulho de carros. O sons mais comuns eram os dos passarinhos e o do sino do Mosteiros que a maioria dos moradores já se acostumaram por fazer parte do nosso dia a dia. Ele toca impreterivelmente, como um relógio, por 3 minutos, as 7H e às 17:15hs e ninguém se incomoda com este som.

 

Porém, nos últimos anos um cachorro grande e barulhento de uma das casas próximas ao meu prédio tem transformado a nossa vida em um verdadeiro pesadelo. Já conversamos, mas parece que o som dos latidos já não é mais registrado pelo cérebro de quem reside nesta casa. (Rua Araújo Ribeiro, 115), esquina com Rua Costa Pinto. Não sei mais o que fazer, pois não temos mais sossego para descansar, dormir, assistir TV. Os latidos se estendem durante o dia todo e até pela madrugada.

 

Liguei várias vezes na hora que o cão esta latindo e o proprietário limita-se a dizer que não pode fazer nada. Procurei a Zoonoses, Disque Sossego da PBH, Vigilância Sanitária e sempre encontro a mesma resposta: “que nada pode ser feito”. Sugerem chamar a polícia. Um dos moradores do meu prédio chegou a mudar devido ao barulho excessivo.  Faço um apelo a alguém que viva o mesmo drama para me orientar sobre os procedimentos a serem adotados, pois não tenho como abrir mão de meu trabalho, bem como, mudar do imóvel onde resido por causa de um caos que late sem parar.

 

José Aparecido Ribeiro

Rua Araújo Ribeiro, 20/404 – Vila Paris

31-9953-7945

M3 409628

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.