Deputado Fabio Ramalho “cancela” cancelamento e mantém obras na BR 381.

A obra de duplicação da BR 381 ganha fôlego de mais alguns meses graças às articulações do Deputado Federal Fábio Ramalho (MDB), vice-presidente da Câmara dos Deputados e líder da bancada mineira em Brasília. Ele conseguiu impedir que os R$51 milhões que seriam retirados do orçamento do Ministério dos Transportes, e realocados no Ministério da Saúde, permanecesse na conta do DNIT, garantindo assim que às obras de duplicação da “Rodovia da Morte” ganhassem pelo menos mais dois meses sem paralisações.

Através da Emenda ao Projeto de Lei de Crédito Suplementar 00072 – PLN 013/2018, numa manobra que merece aplauso conseguiu cancelar o “cancelamento”, e garantiu as verbas tão necessárias. O problema agora é que para não desmontar o canteiro de obras que incluem os lotes 7 A e 7 B, interrompendo a duplicação do trecho de 37 km entre o trevo de Caeté e o de Barão de Cocais até o final do ano, o Consórcio Brasil/Mota/Engesur precisa de pelo menos mais R$110 milhões para vencer o mês de dezembro honrando seus compromissos.

A verba garante também a continuidade do lote 3.1 de 28,6 km que vai do trevo da Rodovia MG-320 (p/Jaguaraçu) até o Ribeirão da Prainha. Uma paralisação com desmobilização de equipes e equipamentos seria fatal para a reforma da BR 381, pois a retomada no mesmo ritmo de hoje levaria no mínimo de 2 anos. Com os recursos garantindos, o viaduto de 600 metros após o trevo de Caeté (uma bela obra de arte da engenharia, construído pela ECB) será liberado em 20 dias.

O Deputado Fabio Ramalho tem se esforçado junto a bancada federal de Minas em Brasília e graças ao seu bom trânsito e algumas “leitoas na pururuca”, oferecidas aos colegas em festas no imóvel funcional e às vezes até no restaurante da Câmara, Fabinho Liderança como é conhecido, vem conseguindo proezas em um cenário de escassez de verbas. A coluna faz justiça aos esforços pela importância do tema e pela capacidade que Fabinho tem de articular a bancada num momento em que os interesses regionais são prioridade.

Uma curiosidade a respeito deste trecho em duplicação na BR 381 correspondente aos lotes 7 A e 7B é que está sendo usado no lugar do asfalto no piso da rodovia, o concreto. A Empresa Construtora Brasil, responsável pelo projeto executivo, trouxe da Europa uma maquina capaz de assentar 900 metros de concreto por dia. Com o piso em concreto, a durabilidade aumenta em mais de 4 vezes, com custo de apenas 50% a mais. No Brasil apenas 5% das rodovias são construídas com piso de concreto.

Tomara que as emendas de bancadas que são instrumentos importantes para os deputados levarem recursos para as suas bases possam ser úteis nesta empreitada e que o deputado Fabinho Liderança consiga convencer seus pares a destina-las para a conclusão de pelo menos 60, dos 320 km da Rodovia da Morte, evitando que mais acidentes fatais ocorram naquela famigerada estrada que liga BH à Governador Valadares.

José Aparecido Ribeiro
Jornalista – blogueiro nos portais uai.com.br – osnovosinconfidentes.com.br
DRT – 17.076 – MG – jaribeirobh@gmail.com – 31-99953-7945
Colunista nas Revistas: Minas em Cena/ Mercado Comum/ Exclusive e Entre Vias

5 thoughts on “Deputado Fabio Ramalho “cancela” cancelamento e mantém obras na BR 381.

  1. Isto é uma obrigacao do governo de concluir esta obra . O Dinheiro é do contribuinte . É uma vergonha esta politica de toma la da ca.

  2. Realmente este deputado foi feliz com este pedido ,que à 381 neste trecho realmente perigoso, mas espero que ele continue assim, depois das eleições.
    Obs:quanto à matéria sempre pontuais, adoro.
    Abraços meu amigo.

  3. Que feliz notícia! !
    Parabéns ao “homenageado” pela façanha. Que Deus nos abençoe com o que ainda precisa ser conquistado, para que um dia possamos esquecer e não mais utilizar a expressão “Rodovia da Morte”!
    Mais em excente artigo! !

  4. Parabens ao Deputado que está sensível as tragédias que ocorrem diariamente naquela BR. Fica a pergunta: onde estão os demais deputados mineiros ???

  5. O deputado Fábio Ramalho merece os aplausos de de todos mineiros. Aproveito a deixa e perguntou o que o Departamento de Engenharia do Exército está realizando no Brasil?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.