Empresários se unem para construir aeroporto em Betim. Enquanto isso bancada de MG em Brasília, assa leitão.

Cansados de esperar por atitudes da bancada federal de Minas em Brasília, especialista em “leitões a pururuca”, um grupo de empresários de Betim resolveu construir o próprio aeroporto. A conexão do polo indústrial via Rodoanel a Confins, que espera há décadas, teria evitado mais um aeroporto na RMBH. Mas tudo que depende do governo federal e de decisões políticas, sobretudo nos últimos 20 anos, acaba demorando mais do que a economia pode esperar.

Do outro da cidade a BH Airport Concessionária do Aeroporto Internacional de Confins, e os defensores da não reabertura do Aeroporto da Pampulha batem cabeça tentando impedir os voos de BH entre aeroportos centrais de São Paulo, Rio, Brasilia e Vitoria, o que fomentaria a economia da Capital e do Estado. Já em Betim, em ritmo acelerado, movimentando a economia da cidade e do seu entorno, o Aeródromo Inhotim promete levar mais de 120 empresas para a região no Distrito Industrial de Bandeirinhas, ocupando um sítio de 12 milhões de metros quadrados.

Está fresco na memória, quando lançado o projeto “Vetor Norte”, havia promessa de um Rodoanel com 67 Km ao norte, iniciando na BR 381 sul, em Betim, conectando a mesma Rodovia no território de Ravena passando por Confins; e outro com 35 km ao sul, ligando a BR 381 à BR 040 em Itabirito, tirando caminhões do Anel Rodoviário de BH, saturado há mais de duas décadas e com promessas de reforma que também não avançam.

Espantoso neste episódio não é a iniciativa dos empresários que cansaram de esperar por soluções logísticas que facilitem o escoamento da produção e a chegada de insumos para a indústria automobilística e de petróleo, mas a inércia de Suas Excelências, Deputados e Senadores mineiros que não conseguem emplacar um único projeto relevante para melhorar a infraestrutura do Estado. O presidente Temer, vale lembrar, não escalou um único mineiro para o seu ministério e parece ter esquecido que a chapa Dilma Temer derrotou o candidato tucano Aécio Neves no pleito de 2014 justamente em MG.

Com efeito, Betim dá um passo gigante para ganhar autonomia no transporte de carga aérea e quiçá até de passageiros em breve, já que tem ao lado do Aeródromo, além de um parque industrial com centenas de empresas, o maior museu natural do mundo, o Inhotim, que é reconhecido internacionalmente e recebe turistas de todos os cantos do planeta. (não se deve esquecer a represa Várzea das Flores e seu grande potencial turístico). O Aeródromo contará com pista apta a receber aviões de grande porte da série Boeing 737-800 e A320.

Com 1.800 metros a pista não terá restrição de pousos e decolagens e contará com sistema moderno de segurança ILS (Instrument Landing System), habilitando operações por instrumentos, com segurança total. O novo Aeroporto tem previsão para iniciar suas operações em 2019 e foi orçado em R$160 milhões, sem dinheiro público, diga-se de passagem, mas com o apoio da Prefeitura de Betim, desburocratizando os processos e liberando aquilo que é de sua responsabilidade. Em Betim, se a prefeitura não pode ajudar, atrapalhar jamais…

José Aparecido Ribeiro
Jornalista e blogueiro no portal uai.com.br – DRT 17.076 – MG
Articulista nas Revistas: Exclusive, Minas em Cena e Mercado Comum
jaribeirobh@gmail.com – 31-99953-7945

16 thoughts on “Empresários se unem para construir aeroporto em Betim. Enquanto isso bancada de MG em Brasília, assa leitão.

  1. O governo tem por obrigação fazer obras e empreendimentos que notoriamente beneficiam o setor privado, no caso industriais de Contagem Betim? Penso que não seria esta uma prioridade de governo, especialmente considerando que já tem o da Pampulha e o de Confins. Não seria hora mesmo do setor privado fazer o que fala, mas não faz: investimento com recursos próprios?
    Outra situação que quase sempre passa despercebida. A atuação dos parlamentares mineiros no âmbito do Congresso NACIONAL (destacado de propósito!) deveria ser voltada para Minas ou para o Brasil? Sacaram? Nacional liga com Brasil, não com Minas!
    Para refletir: se pensarmos que a atuação mineira deve ser para Minas não estaríamos reproduzindo o clientelismo local nas instituições? Não vejo problema em um Ministério ter ou não mineiros, pois a verdade é que políticos mineiros estão dando uma banana para nós assim como fazem pelo país. Pelo exposto, vocês já entenderam o que penso dessa situação, né? Se não, explico: melhor preocuparmos com o que os políticos, quaisquer que sejam, estão fazendo pelo país, no caso da bancada federal, e o que estão fazendo pelos mineiros, no caso da assembléia legislativa de Minas. Assim, as “coisas” ficam nos seus devidos lugares! Será?

  2. quem sabe terá muitas opções para todo litoral brasileiro vai trazer o mar ate nós e tem milhares de pessoas sem laser num raio de 50 km deste belíssimo aeroporto,
    parabéns.

  3. Parabéns pelo artigo. Um alerta para mostrar que a bancada mineira no Congresso, não está preocupada com os anseios da população do estado, como saúde, educação, segurança e infraestrutura. As rodovias federais e estaduais que cortam Minas, apesar de falarem de boca cheia, como a maior rede do país, padece de manutenção e recuperação, devido a quantidade de buracos encontradas nas mesmas. Vários trechos rodoviários como a ligação asfaltada de Passa Tempo à Morro do Ferro ( Município de Oliveira), de apenas 20 km ligando as BR-040 à BR-381, espera há décadas para ser concretizado, como da BR-482 entre Araponga á Fervedouro, na região de Viçosa , 44 km sem asfalto, que poderia ser uma alternativa da BR-262 de acesso às praias capixabas. Preferem como diz o missiva, fazer um assado e os cidadãos mineiros que se danem.

  4. Ah! É claro que o aeródromo é a última.maravikha do mundo!!!!! Só quem não mora aqui é que pensa isto! O prefeito de Betim é empresário, e alguém dúvida que ele está facilitando a construção do aeródromo por que será bom pra cidade? é óbvio que não!O aerodromo é PARA USO DOS EMPRESÁRIOS! E NÃO DA POPULAÇÃO!
    Mas vai ter dinheiro público, como?? O excelentíssimo prefeito de Betim, vai, por meios convincentes, utilizar o dinheiro do IPREMB, um instituto de previdência dos funcionários da prefeitura de Betim, é claro, sem o consentimento deles, mas com o aval da diretoria,que é claro, é indicação política, adivinha de quem?????
    Ainda não me convenço, como que alguém que tem uma fortuna com mais de 200 milhões de reais e mais de 20 empresas (sendo modesto) pra cuidar e gerar lucro, se interessaria por uma cidade em uma época de crise, uma cidade desgovernada e sem força política…. só pessoas pagas(como suponho ser este jornalista, pra escrever esta matéria) e pessoas iludidas que acreditam que ele procura o bem pra cidade…ah! Esqueci que país onde estou….

  5. Se lembrarmos algumas empresas situadas em Betim e em Contagem, que, com certeza, se beneficiará também, não
    existe dúvida, vai ser um sucesso. Terá que ter uma logística de peso entre os dois aeroportos de BH, pois se mineiro não perde o trem, imagine o avião!

  6. Meus aplausos aos empresários vsionários/investidores de Betim pela iniciativa. Com toda certeza a região será afetada positivamente, com um “boom” na economia. Indo na contra mão, deste momento de crise e desaceleração da mesma.
    A preocupação é que com estes arrojos da classe empresarial, aumente ainda mais a “inércia” dos nossos governantes. Se é que isso é possível. ..
    Parabéns pelo excelente artigo, e Propriedade a Betim e região!

  7. Para contruir Aeroporto tem toda uma movimentaçăo de empresários; prefeitura etc.. enquanto isso as UPA”s superlotadas; funcionários sobrecarregados e movinentação 0. Capitalismo para gerar Capitalismo. Luto ..

  8. Exemplo a ser seguido em todos os campos, quem pode acelerar o progresso que o faça, depender da máquina pública para tudo é parar no tempo, construir, reformar, melhorar e até varrer a rua o de mora é a melhor saída para todos que querem uma qualidade de vida melhor. Parabéns e que venham outras iniciativas iguais e com custo 10 vezes mais baixo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.