Matéria de Capa do Jornal O Tempo – Hotéis Pampulha – 6/3.

O oportunismo dos Vereadores de BH é do tamanho do desconhecimento deles e da maioria das pessoas sobre a rotina de um hotel. O Tempo trouxe matéria de capa que mostra a "guela larga" dos nosso Parlamentares por temas polêmicos, mesmo que a causa seja aparentemente justa ao olhos dos cidadãos menos informados.
Embalados pela má fama de legislar em causa própria e perdidos para justificar salários que não condizem com a produtividade, aceitam qualquer coisa para ganhar espaço na mídia como 'bons mocinhos', tentando reverter o filme esturricado e a incompetência que é regra, quando deveria não existir naquela casa que mais parece um fantoche.
Quem defende a tese de que hotel causa impacto ambiental e transito capaz de aumentar significativamente o numero de veículos em ruas de acesso, precisa rever conceitos e conhecer o dia a dia de um deles. Hotel, ao contrario de clubes, shopping s, condomínios residenciais, casas de espetáculo, estádios e até mesmo igrejas, tem por principio a boa vizinhança e a celeridade de seus ambientes internos e externos. Hóspedes de hoteis de categoria 3, 4 e 5 estrelas, não costumam usar carros, via de regra chegam de taxi ou com motoristas que apenas os deixam e saem imediatamente.
Belo Horizonte esteve parada no tempo em relação a sua rede Hoteleira, que além de estacionada, dava pouco valor a mão de obra local e oferecia serviços de baixa qualidade, cobrando tarifas mais caras do que Capitais como Tóquio, Nova York, Paris, Londres e outras. Bastaram as Redes Internacionais, aliadas as Construtoras locais anunciarem empreendimentos, incentivadas por uma Lei aprovada recentemente pelos próprios Parlamentares, e que agora querem voltar atrás, para o nosso provincianismo aflorar mostrando o nosso atraso e a resistência às mudanças.
Não é por acaso que o Representante da FIFA puxou, com razão, a orelha do Brasil, colocando na berlinda a realização da Copa do Mundo marcada para 2014.
Antes de legislar em causa de relevância duvidosa, deixo como sugestão que os nossos Parlamentares saiam da toca e viagem, quem sabe assim eles arejam a cabeça e produzam ao menos o suficiente para justificar seus salários.
Cada povo tem o governo que merece.

José Aparecido Ribeiro
Bacharel em Turismo
Ex-Presidente da ABIH-MG
Consultor em Assuntos Urbanos
CRA MG 0094 94

Enviado pelo meu aparelho BlackBerry® da Vivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.