Minas perdeu o maior defensor das boas práticas ao volante. Professor Paulo Ademar.

Minas Gerais perdeu esta semana um dos maiores especialistas em trânsito do Brasil, o perito e Professor Paulo Ademar. Ironicamente, um dos maiores defensores das boas praticas ao volante morreu vítima de acidente de trânsito em rodovia, no interior do Espírito Santo. O Professor Paulo Ademar era um entusiasta incansável da tese de que pelo menos as Rodovias Federais fossem duplicadas, especialmente as que atravessam Minas Gerais, com destaque para a BR 381 e para a BR 040, cujo volume de veículos expõe motoristas ao risco constante de colisões frontais.

O acidente que vitimou o especialista ocorreu pela modalidade mais temida e deixa um alerta para as autoridades: sob a imprudência pouco ou nada o Estado pode fazer. Os imprudentes sempre existiram e ao agirem acabam vitimando inocentes que cumprem suas obrigações ao volante. Reparem que até especialistas no tema não escapam de envolvimento em acidentes causados pela imprudência e acabam pagando com a própria vida.

O remédio para este tipo de acidente, que regra geral acaba em vitimas fatais, são estradas seguras, com pistas independentes, capazes de evitar batidas de frente, que via de regra levam a óbitos 90 % dos feridos graves.

Dizer que a culpa das mortes em rodovias é de quem não cumpre suas obrigações ao volante é pouco, e não resolve o problema. O que a sociedade espera e que o Perito Paulo Ademar sempre defendeu nos seus 30 anos de militância em prol da segurança no transito são reforma urgentes nas rodovias que atravessam Minas, tornando elas mais seguras e eliminando as possibilidades de colisões frontais.

Nossa homenagem ao Doutor Prudência que foi vitima da falta de estrutura das rodovias brasileiras e da omissão dos nossos governantes. Que sua morte não tenha sido em vão e sirva como um alerta.

José Aparecido Ribeiro

Consultor em Transito e Assuntos Urbanos

ONG SOS Rodovias Federais.

319953 7945

Enviado pelo meu aparelho BlackBerry® da Vivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.