Mudanças no trânsito das Ruas Rio Negro e Pedra Bonita foram incompletas.

Mudanças no trânsito nos bairros Prado e Barroca precisam ser complementadas para terem efeito positivo. A BHtrans realizou intervenções nas Ruas Pedra Bonita e Rio Negro, no cruzamento delas com a Av. Amazonas no bairro Prado, durante a paralisação dos caminhoneiros entre os dias 26 e 31 de maio.

O acesso que era feito pela Rua Rio Negro, para quem pega a Av. Amazonas ou seguia em direção ao Prado, proveniente do Gutierrez, Alto Barroca, Nova Granada ou mesmo Nova Suíça, como rota alternativa, agora para acessar a Av. Amazonas, precisa pegar a Rua Pedra Bonita.

Ocorre que a Rua Pedra Bonita é mão dupla a partir do segundo quarteirão, no cruzamento com a Rua Bernardino de Lima, mas recebe fluxo desta arterial e da Rua Catete no sentido bairro. Ambas importantes artérias com volume significativo de tráfego como rotas alternativas à Av. Amazonas.

Portanto, alem de mão única no sentido Av. Amazonas, a partir da Rua Catete, a Rua Pedra Bonita precisa receber recapeamento (asfalto novo) entre Rua Catete e a Rua Brumadinho, do outro lado da Av. Amazonas. Isso de certo melhora a fluidez e garante algum efeito prático no resultado da mudança.

O arranjo é importante destacar, evita o que seria o correto: uma trincheira na Av. Amazonas, nos dois sentidos, começando antes da Rua Japão, passando por baixo das Ruas Aristóteles Caldeira, Rua Rio Negro, Rua Pedra Bonita, Rua Turfa, eliminando assim o cruzamento neste que é um dos gargalos crônicos que não deixam o trânsito fluir no sentido Centro.

Mas como a ordem é não fazer obra, e o “puxadinho” feito pela BHTrans melhora a vida de quem sai do Prado pela rua Aristóteles Caldeira ao acessar a Av. Amazonas em direção ao centro ou para a Cidade Industrial, vamos admitir que estão “trabalhando”.

Agora é aguardar e torcer para que as mudanças realizadas fiquem completas, e não pelas metades. Asfalto decente e sinalização adequada é o mínimo que os usuários esperam para a Rua Pedra Bonita.

José Aparecido Ribeiro
Jornalista e blogueiro nos Portais: uai.com.br – osnovosinconfidentes.com.br
DRT 17.076 – MG – jaribeirobh@gmail.com

6 thoughts on “Mudanças no trânsito das Ruas Rio Negro e Pedra Bonita foram incompletas.

  1. Moro no bairro Prado e uso esse caminho. Será que essa turma da BHTRANS não pensa? Tudo que eles colocam as mãos fica pior do que antes. Mudaram o sinal mas não asfaltaram a rua, não mudaram o sinal da Rio Negro, e para agravar os congestionamentos aumentaram. Se essa mudança for permanente eu acho que podemos declarar a equipe da BHTRANS de insanos. ]
    CADE a trincheira que resolveria definitivamente o problema deste ponto que causa engarrafamentos até o CEFET? Se podem fazer nas coxas, pra que fazer bem feito. Sou capaz de apostar que o Prefeito nunca deve ter passado na Av. Amazonas. Se passou não estava nem pensando na cidade, mas no seu time.

  2. Moro na Rua Pedra Bonita entre Rua Catete e Av.Amazonas. Nossa vida mudou de repente, acordamos agora as 6H com as buzinas, pois o tempo dos sinais da Av. Amazonas estão bagunçados, e os motoristas fecham o quarteirão. Uma balburdia. Ninguém da Prefeitura conversou conosco a respeito da mudança. Fazem as coisas como se fossem os donos da verdade. O articulista faz observações importantes. O correto seria uma trincheira que desse fluidez ao trânsito. Mas a desculpa da falta de dinheiro vem sempre como justificativa. Fico triste em morar numa cidade que parou no tempo. Nada acontece em Belo Horizonte, só puxadinhos como disse o jornalista do portal uai. Lamentável!

  3. É impressionante como a BHTrans está sempre atrasada em tudo que faz. Eles não conseguem acertar uma. Mudaram o sinal, não asfaltaram a rua Pedra Bonita, não sinalizaram e ainda mantiveram o sinal da Rua Rio Negro com Rua Bernardino de Lima. Ou seja, tudo feito no improviso e que se dane os usuários. Como o texto mostrou, ainda esqueceram de fazer as mudança na Rua Pedra Bonita, que permanece com mão dupla. Um festival de improvisos que não tem fim. Fica a impressão que estão fazendo um favor, e não a obrigação.

  4. Quem vem no sentido bairro-centro e precisa ir para o Prado, agora anda dois quarteirões a mais, sendo um deles em aclive. Resultado: mais poluição para nós. A BHTrans ignorou aspectos de saúde pública na decisão monocrática que tomou. De quebra, criou congestionamento onde não havia e, como sempre, deixou para conversar com a população depois de as modificações estarem prontas. Também não vimos seus técnicos na região antes do início das intervenções. Pergunto: será que foram ao local ver a realidade ou tomaram a decisão a partir de suas cadeiras, como de costume?

  5. Sou morador da rua Pedra Bonita e discordo do uso da rua para fazer a travessia da Avenida Amazonas. O ideal seria utilizar a Rua Turfa que além de ser bem mais larga que a Rua Pedra Bonita não possui no cruzamento com a Rua Campos Elíseos o grande comércio que existe no cruzamento desta última com a Rua Pedra Bonita.

    Destaque que o correto seria realmente que o acesso ao bairro Prado fosse direto ao invés de retornar para a Avenida Amazonas para aí sim entrar no bairro Prado.

    O que me causa estranhamento é o fato que a Rua Rio Negro que fazia tal travessia para o bairro Prado é a mesma rua aonde reside o Vereador “Preto” seria esse o verdadeiro motivo da mudança em questão?

  6. A rua Pedra Bonita já é difícil de se trafegar com permissão de tráfego e estacionamento nos dois sentidos, agora, com a alteração do fluxo da rua Rio Negro para atravessar a Amazonas e seguir pelo Prado, que desde o dia 31/05 passou a ser feito pela rua Pedra bonita, ficou um caos, veículos parados dos dois lados e carros subindo e descendo o quarteirão da Pedra Bonita, e os moradores com dificuldades de entrar em suas casas. BH TRANS venha ver no horário de Rush, e fazer as alterações necessárias. Estacionamento permitido nos dois lados não dá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.