Prefeito Kalil, a Av. Nossa Senhora do Carmo te convida pela 2a vez, para uma visita.

A Av. Nossa Senhora do Carmo segue em obra por três meses, e uma de suas pistas laterais no sentido centro, pouco abaixo do cruzamento com Av. Uruguai foi fechada. Isso significa que todo o fluxo que desce a BR 356, procedente do bairro Belvedere e do portal sul da cidade, somado ao fluxo de veículos que saem do bairro Sion em direção a Savassi ou Avenidas Professor Morais e Contorno, terão apenas duas pistas, uma para cada sentido. Um funil inconcebível.

Não precisa ser especialista para deduzir, e quem passa por lá é testemunha, que o caos se estende diariamente até o Ponteio e o BH Shopping a qualquer hora do dia, em especial no período da manha. O percurso que tem aproximadamente 3 km e é feito em 5 minutos está levando, pasmem, até uma hora. Provocada pelo BLOG, a BHTRANS liberou a “bus way” (a mais inútil do mundo que se tem notícia) de 15H as 21H. neste horário, a pista que é exclusiva para ônibus poderá ser usada por carro sem que a maquina de arrecadação seja acionada através dos detectores de invasão de faixas.

Chego a pensar que os técnicos que ainda trabalham não estiveram lá para medir as consequências da supressão de uma das pistas da Avenida. Aliás passo constantemente neste local e até hoje não vi um único agente de transito por lá. O que deveria ser monitorado de 6H às 21H por presença humana, enquanto a obra durar, segue à deriva de sinais, a maioria das vezes sem sincronia. A falta de compromisso e respeito da BHTRANS com os motoristas de BH é algo a ser estudado. PATOLÓGICO E DE INCOMPETÊNCIA COMPROVADA. Sorte deles é que o povo está ocupado com o futebol… azar nosso e do meio ambiente que estão sofrendo duplamente.

Não existe qualquer indicador que tenha como meta promover fluidez nos corredores de trânsito da cidade. Tampouco há planos de emergência que considere o carro como meio de transporte. O desespero do gestor do trânsito para tirar carro da rua na marra por meio de bicicleta e BRT é algo insano, que deixa outra pergunta: Será que o Prefeito anda pela cidade, conhece o trânsito e os gargalos que provocam estresse em praticamente 100% dos motoristas e passageiros da capital que ele administra? Se não o faz, sugiro que deixe seus assessores na PBH e passe a dirigir pela cidade.

Inacreditavelmente as pessoas estão perdendo o direito a cidadania se escolheram o carro como meio de transporte. Todas as ações do gestor do transito são no sentido de restringir e humilhar que escolheu o transporte individual como alternativa. Como não dão conta de apresentar soluções, então perseguindo, com o apoio de meia dúzia de xiitas que se dizem portadores da verdade no tema mobilidade, os munícipes que não usam bicicleta ou BRT. O principio da igualdade e da liberdade garantido na Constituição do Município foi esquecido pelo gestor da i-mobilidade. Ministerio Publico, cadê você?

Com efeito, bastaria que a “bus way” fosse liberada durante a obra na Av. Nossa Senhora do Carmo, durante todo o dia e não apenas após as 15H, para o caos ser amenizado. Lembro ainda que de 8H em diante, a maioria dos ônibus que passam ali, estão vazios. Ou seja, a decisão de mantê-la fechada para carros na parte da manha é pura pirraça. Peço ao Prefeito Kalil que visite o local e tome alguma providencia, pois a equipe que ele escalou ao que tudo indica, segue de braços cruzados esperando a aposentadoria. Falo, com honrosas exceções, de 300 engenheiros e alguns burocratas que não tem qualquer compromisso com resultados, mas tem emprego garantido.

José Aparecido Ribeiro
Consultor em Assuntos Urbano
Membro da Comissão Técnica de Transporte da SME
Autor do BLOG SOS Mobilidade Urbana – Portal uai.com.br
31-99953-7945 – jaribeirobh@gmail.com

22 thoughts on “Prefeito Kalil, a Av. Nossa Senhora do Carmo te convida pela 2a vez, para uma visita.

  1. Prezado José Aparecido ,
    boa noite !

    Acabei de ler a sua matéria no portal Uai sobre a Nossa Senhora do Carmo .

    Quanto à cobrança feita ao Kalil , não só em referência à Bhtrans ,mas nas
    demais empresa públicas e na administração como um todo , o prefeito diz
    que “governa para quem precisa ” .

    Já começou mal , não é mesmo ?
    Populismo barato e ultrapassado .

    A cidade está parada . Nada aqui se cria , nada aqui prospera , nada aqui se
    resolve em tempo hábil . Quando acontece de resolver …

    A Secretaria de Meio Ambiente não libera nada , a de Finanças parece que
    é o Forte Knox a guardar o ouro americano , uma certidão de origem leva
    meses para ser expedida , enfim , uma lástima .

    Mas o caso é a Bhtrans , criada pelo Patrus e sedimentada pelo Carlão, que
    lá deixou seu próprio grupo de trabalho, toda aquela turma partidária ,você
    sabe como funciona .

    Ali ninguém manda .
    Fazem o que querem fazer , do jeito que querem fazer , quando querem .

    Aqui no Anchieta e Sion , quando eu ainda orbitava a associação do bairro,
    tentamos propor uma ação num dos pontos de maior estrangulamento da
    avenida , no cruzamento com a Montes Claros .

    Ali trava tudo , a toda hora , com retenção na Grão Mogol e Montes Claros,
    refletindo até mesmo na Contorno , lá embaixo .

    Principal motivo ?
    A nosso ver a conversão à direita que se é forçado a fazer em 90 graus .
    Pior os coletivos , que têm que alcançar a faixa privativa na pista central e,
    DEFINITIVAMENTE , não o conseguem sem manobras .

    Solução por nós apresentada ?
    Entre a marginal e faixa do meio , um canteiro com árvores mal cuidadas .
    Suprimindo-se três dessas árvores , retira-se o canteiro central e o acesso
    dos coletivos se dará em 45 graus .
    SEM MANOBRAS . SEM RETENÇÃO .

    O Bhtrans quis saber de estudar isto ?
    Não , claro que não .

    Fica a minha colaboração e a minha disponibilidade para fazer ver a estes
    políticos que eles são SERVIDORES , por nós lá colocados e a quem eles
    têm que prestar contas .

    Cordialmente ,
    José Eduardo Barata

  2. Gostaria de acrescentar dois pontos críticos que deveriam ser revistos pela BHTRANS.
    1- Para quem vai pela av. Pedro II em direção ao centro, logo ao chegar ao viaduto, as duas faixas se afunilam em uma. Isto para permitir que haja cruzamento com o viaduto que vem da av. Antônio Carlos ou seja dois viadutos se cruzando. E para piorar, na alça do viaduto ( av. Olegário Maciel com rua Caetés ), pasmem existem um semáforo retendo o trânsito em cima do viaduto.Viaduto é solução para desafogar o trânsito e não para reter.
    2- Outro ponto é na Av. Afonso Pena com rua Guajajaras, próximo ao Palácio das Artes.
    As últimas alterações não trouxeram nenhum benefício. Fizeram de tudo , inclusive mão inglesa.A situação anterior era bem mais racional

  3. Depois de tantos comentários interessantes ,
    percebo a importância de todas as manifestações postadas aqui.
    São muitas as falhas dessa gestão incompetente e tão previsível desde a campanha eleitoral.As opiniões de cada um sugerem uma maioria insatisfeita com as condutas dessa equipe de Kalil tão despreparada e perdida.
    A arrogância da personalidade deste prefeito está presente desde que veio ao mundo…Foi eleito e vem mantendo seus vínculos , em evidência aqui a mesma Bh trans com todas as suas aberrações e incompetência já cronificadas!
    Parabéns pelo seu trabalho que nos faz discutir e repensar o exercício de cidadania… Desconhecido pela maioria dos eleitores que não têm acesso ou não fazem a menor questão de saber o que faria um Kalil na figura patética de Prefeito de qualquer cidade…mesmo a “cidade do galo”.

  4. Bairro Floresta , Rua Pouso Alegre ( entre Rua Itajubá e Rua Salinas ) trânsito sempre intenso com apenas 2 pistas . Tem um fluxo de avenida com excesso de ônibus . Tem anos que isso ocorre e não há melhoras

  5. Parabéns de novo, José Aparecido!
    Kalil, BHVERGONHATrans, tudo do mesmo balaio… por falar nisso, e a caixa preta, já foi aberta??? Ah tá, entendi…. fico incomodando vocês com essa pergunta…

  6. Prezado Aparecido.Moro no Sion e todos os dias passo pela Nossa Senhora do Carmo. Logo após o Pátio, na pista que sai do “Mergulhão” da Rua Rio Grande do Norte a BH-Trans deveria permitir que se utilize a faixa de ônibus até a depois do Colégio Marista. Isto porque quem sai do “mergulhão” fica empurrando todo mundo para entrar na pista do canto eviando passar pela pista de ônibus,pois, ali tem um radar e a multa é pesada.Uma burrice completa do BH trans, seria muito mais fácil pois, logo após a Monte Claros teremos 3 pistas.

  7. Parabéns pelos comentários. Você tem razão, realmente depois de JK nenhum Prefeito ou seus secretários adquiriram o bom e saudavel habito de andaram pela cidade.

  8. Na verdade José Aparecido, a cidade de Belo Horizonte como um todo requer uma visita do prefeito!!!
    A respeito das obras de infraestrutura, outro entrave é a lentidão que só vem comprovar a ineficiência e o descaso dos órgãos gestores.
    Na semana passada, na impossibilidade de dirigir, depois de passar por uma cirurgia, necessitei do aporte de familiares e amigos no meu deslocamento. O que chamou me a atenção foi a irritabilidade constante de todos os meus acompanhantes, sem dúvida alguma o trânsito tem deixado as pessoas à beira de um ataque de nervos. No caso dos meus familiares o incômodo é tão grande que já tem projetos concretos de migrar para cidades de médio porte como Gramado, assim como já tenho um irmão que optou por Blumenau pelo mesmo motivo. Portanto só posso concordar com você, quando diz que perdemos o direito à cidadania!
    Será que teremos que abrir mão da cidade que escolhemos para viver???
    Espero que o seu Blog provoque na BHTRANS outras reações positivas, além da citada hj. Ou na melhor das hipóteses que eles saiam de cena dando espaço aos que tem competência, visão e boa vontade.

  9. Opaaaaa,

    Parabéns meu caro José Aparecido Ribeiro!

    Até que enfim vejo alguém da mídia falar da relação entre “povo ocupado com futebol” e “problemas sociais”.

    Eu estenderia para uma lista que desvia quase que totalmente o povo do seu dever de cidadão, de cuidar do seu bairro, da sua cidade, do seu estado e do seu país.

    Futebol, BBB, Novelas, Carnaval e cuidar da vida alheia no Facebook. Para a grande maioria, estas são suas prioridades. Enquanto isso, bandidos “tomam conta” da administração pública até serem acusados, investigados, acusados e condenados. Mas para nossa tristeza, somente uma parte insignificante dos bandidos, que estão na administração pública, caem nas mãos da justiça.

    Depois que o país oficializar o comunismo, acabar com a propriedade privada, não adiantará mais chorar.

  10. Muito interessante sua análise.
    Em especial esta parte:
    “Inacreditavelmente as pessoas estão perdendo o direito a cidadania se escolheram o carro como meio de transporte. Todas as ações do gestor do transito são no sentido de restringir e humilhar que escolheu o transporte individual como alternativa. Como não dão conta de apresentar soluções, então perseguindo, com o apoio de meia dúzia de xiitas que se dizem portadores da verdade no tema mobilidade, os munícipes que não usam bicicleta ou BRT. O principio da igualdade e da liberdade garantido na Constituição do Município foi esquecido pelo gestor da i-mobilidade. Ministerio Publico, cadê você?”
    Sinto um cheiro de ativismo político no ar…
    Por parte de quem?
    Ora, por parte dos de sempre…

    1. Ativismo político é um dever de todo cidadão.
      E devem aproveitar que ainda é um direito. Estamos correndo um sério risco de seguir o péssimo exemplo de Cuba e Venezuela. Se isso acontecer meu caro, você não terá mais o direito de ser um ativista político. Aproveite enquanto é tempo.

      1. Que palhçada é esta de
        Cuba e Venezuela. Já estou de saco cheio. Vá até a Rodoviária no centro de BH e verás que lá esta muito pior que em Cuba e na Venezuela.Temos ´[e de buscar uma solução para BH e para o Brasil e não estar palhaçada de rotular tudo de Venezuela e Cuba.

  11. Muito bom Jose Aparecido!! Falou tudo!!
    Esta realmente um caos essa descida e o reflexo vai longe. De manha entao, engarrafam ate as avenidas do Belvedere. Mesmo evitando de todas as formas passar pela Av Nossa Senhora do Carmo, algumas vezes nao temos como evitar. O corredor de onibus tinha que ficar liberado, no minimo durante o dia todo. Quanto ao trevo BH Shopping e a alça de Nova Lima entao, nem vou comentar pois chega a ser ridiculo de tao absurdo o transito diario.

  12. José Aparecido, seus comentários são de grande importância para o trânsito da capital mineira. Seus artigos já são uma consultoria diária para a BHTrnas analisar e colocar em prática no sistema viário de BH. Parabéns pelas colocações e esperamos que novas obras sejam feitas, pois há vários anos que nenhuma obra foi feita na cidade para fluidez do grande número de veículos que passam de 1 milhão 600 mil segundo o Detran

  13. José Aparecido vc tem razão quanto ao Bus Way pois este horário é desnecessário e BH precisa sim pensar em estratégias contra estes engarrafamentos e novas alternativas de mobilidade urbana.

  14. Concordo plentamente com o convite para o prefeito visitar a Av.Senhora do Carmo mas convide ele também para ir na Prudente de Morais,na Sílviano Brandão caminhar de preferência a noite,de deixar o carro no Bairro Floresta ou mesmo no Caiçara ou Padre Eustaquio sem medo de ser roubado,convite também o prefeito a fazer caminhada na Lagoa Seca no Belvedere com toda “segurança”que ali tem ,várias praças jogadas as pulgas,Santa Tereza,Raul Soares dentre várias…enfim,tem muito lugar para convidar o Sr.Kalil

  15. A INCAPACIDADE da BHTANS de agir com inteligência é um espanto. É infinita a incompetência, a burrice que essa empresa demonstra. Diz ter engenheiros de trânsito, eu que sou cidadão de BH acho q nem servente de pedreiro é tão ruim num planejamento de circulação quantos os ditos engenheiros de trânsit dessa incapaz empresa pública.

  16. Percebo que vc fala bem sim e aponta alternativas mas devemos lembrar que não é só a Nossa Senhora do Carmo que passa por obras . Na verdade hoje BH passa por 5 trechos em obras e todos atrapalhando a mobilidade urbana mas se não houver obras como melhorar ? Ainda está previsto mais 3 obras ainda este ano . Tem obras na Antônio Carlos , Cristiano Machado , área Central etc . Então vc como entende de mobilidade urbana sabe é compreende a necessidade destas obras, não vamos pensar só na zona sul pois BH está totalmente inviável a muito tempo e necessitando de obras . Reconheço o incômodo mas lembre-se o incômodo não é só para vc mas para moradores de várias regiões de BH . Se vão ser concluídas ainda este ano não sabemos mas ainda bem que estão saindo do papel.

    1. O blogueiro tem a oportunidade de pensar na cidade como um todo , mas preocupa apenas com seu trajeto na zona sul . Vamos tirar a viseira e ampliar os horizontes

  17. Mais uma vez o senhor coloca de forma clara e realista a falta de compromisso e respeito da BHTRANS com os motoristas. O que estamos assistindo diariamente na Av. Nossa Senhora do Carmo exige uma providencia urgente do Ministério Público responsável por representar a sociedade em situações como esta. Além disto soma-se uma fortuna gasta em combustível tanto para o motorista quanto para o país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.