Protesto dos Artistas precisa ser ampliado…

A Classe Artística se reuniu  na semana passada em João Monlevade em um protesto a favor da reconstrução da BR 381. O Show foi na Praça do Povo e teve uma adesão modesta. Curioso é que a participação de políticos foi vedada. Isso por uma razão bastante lógica e objetiva, os políticos perderam a credibilidade, tanto os ruins, como os bons, já que não se vê reação dos últimos capazes de eliminar a existência dos primeiros. Se esses não pecam por estarem envolvidos diretamente em atos de corrupção, acabam pecando por omissão.
 
O gesto dos artistas teve motivação após a morte de um dos integrantes da Banda 14 Biz no início de julho deste ano, quando voltavam de ônibus para BH de uma apresentação no interior de Minas. A atitude da classe artística é louvável e bem vinda, porém não pode ser reduzida e encerrada em uma única apresentação, precisa virar uma prática e ter desdobramentos. Em outros tempos foram eles (OS ARTISTAS, INTELECTUAIS E ESTUDANTES)  que levantaram bandeira contra a ditadura e o regime militar, lançaram-se de corpo e alma e venceram.
 
Poderiam fazer o mesmo a favor da ética na política, contra a corrupção que virou uma praga nacional e assola as instituições políticas brasileiras. Embora a luta hoje pareça menos violenta, o seu mal é tão grande quanto aquele que mobilizou o País em outros tempos. Que eles venham pra fincar bandeira a favor da BR 381 e da moral que anda baixa no cenário político nacional.

José Aparecido Ribeiro
Consultor em Assuntos Urbanos
ONG SOS Rodovias Federais
31 9953 7945
CRA MG 0094 94

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.