Puxadinho na Av. Raja Gabaglia com Rua Gentios vai piorar o que já era ruim.

O cruzamento de Rua Gentios com Av. Raja Gabaglia é um dos 150 gargalos que exigem obras para desatar o nó do transito de Belo Horizonte. Mais cedo ou mais tarde a solução definitiva terá que ser encarada pela PBH e uma trincheira ou um viaduto deverá ser feito para deixar livre o trafego na Av. Raja Gabaglia, eliminando os constantes engarrafamentos que costumam alcançar o BH Shopping, para quem desse em direção a Assembleia ou no sentido contrário, a Av. do Contorno e as vezes até a Av. Olegário Maciel em Lourdes.

 

Não há outro meio de eliminar  este gargalo crônico, se não obras definitivas. Contudo, como é de costume, a Prefeitura está tentando remediar o inevitável com mais um puxadinho que vai piorar ainda mais o drama de quem fica preso na Raja. O que era ruim, vai ficar pior com os dois sinais que serão instalados neste cruzamento, onde havia apenas um sinal de 3 tempos, que não dava conta do volume de carros já há bastante tempo.

 

O puxadinho, que está sendo feito hoje, além de desperdiçar dinheiro público coloca motoristas e pedestres ainda mais expostos em um local inseguro para quem anda a pé, em virtude do alto volume de veículos e para quem está dentro dos carros e corre o risco de ser assaltado, já que trata-se de uma ZQC(zona quente de criminalidade), pois está às margens do Aglomerado Morro das Pedras, cujo índice de ocorrências de assaltos e furtos é altíssimo.

 

Se é para fazer, deveriam fazer bem feito e não paliativos que empurram o problema para frente e só piora a vida de quem necessita da Av. Raja Gabaglia para se deslocar nos dois sentidos. Triste sina de um povo cujo os representantes do poder público responsáveis por pensar em soluções de longo prazo para a cidade, não escondem a aversão por obras, até mesmo onde elas são inevitáveis e estão gritando.

 

José Aparecido Ribeiro

Consultor em Assuntos Urbanos

Conselho Empresarial de Política Urbana da ACMinas

31-9953-7945

CRA MG 0094/94

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.