Ruas do bairro Buritis pedem socorro, asfalto novo e obras definitivas.

Manifesto aqui minha indignação e tristeza com a situação das ruas do bairro Buritis. É inacreditável que ali ao lado fique a sede da BHTrans. Deveria ser o exemplo de organização e vitrine. Mas é o contrario que a população do Buritis está vivenciando. Uma desordem total, passeios as moscas com 5 metros de largura, servindo para enfeite e para alimentar o ego de urbanistas que vivem com um olho na Europa e dois pés no Brasil. Enquanto isso os veículos de quem mora ou visita o bairro são obrigados a ficar empilhados um encima do outro em ruas estreitas e abandonadas, cheias de buracos e murundus.

 

Avenidas e ruas que nunca foram recapeadas desde de 1985, quando o bairro foi criado. Ausência de lógica e bom senso no sentido das vias, criando funis e gargalos que desafiam a paciência de quem transita pelo bairro. O Abandono é explícito, e nenhum agente de transito aparece para minimizar o caos nos horários de pico. Gargalos crônicos que saltam aos olhos do mais simples cidadãos nos cruzamentos de Raja Gabaglia e Barão Homem de Melo, e que revelam a incompetência de quem nos governa. O que se vê são puxadinhos que viraram obras definitivas. O resultado são horas perdidas para entrar ou sair do bairro.

 

O Buritis pede além de socorro, asfalto novo, um túnel, dois viadutos e pelo menos quatro trincheiras. A topografia do bairro esta gritando para que as autoridades tomem providências, deixem a mediocridade de lado e façam obras decentes. Contudo, a municipalidade continua acreditando que BRT e bicicletas irão tirar carros das ruas. É moderno o discurso, mas não se aplica na maioria dos bairros de Belo Horizonte onde a topografia é montanhosa e o clima quente a maior parte do ano.

 

Portanto, as justificativas para a inércia é CONVERSA INÚTIL, desculpas, negligência e omissão. Estamos falando do segundo bairro mais populoso da Capital, localizado na Zona Sul de BH. Imagine o resto da cidade, nas periferias menos privilegiadas. É preferível nem comentar, mas está lá para qualquer um ver.

 

José Aparecido Ribeiro

ONG SOS Mobilidade Urbana

Consultor em Assuntos Urbanos.

CRA/MG 08.00094/D

31-9953-7945

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.