Accor inaugura dois hotéis na cidade que mais fecha empresas no Brasil, Belo Horizonte

A inauguração do Novotel BH Savassi e do Ibis Budget BH Savassi é motivo de comemoração dupla, depois de sete anos de espera e crise econômica motivada pelo maior lockdown do mundo, o de Belo Horizonte.

Foto: Looby do Novotel BH Savassi

Hotelaria Accor Brasil recebe da Maio Paranasa, empresa comandada pelos engenheiros Janio Valeriano e Jackson Cançado Ribeiro, após sete anos de atraso, dois empreendimentos hoteleiros que deveriam ter sido inaugurados para a Copa do Mundo de 2014, o Novotel BH Savassi, na categoria 4 estrelas e o Ibis Budget BH Savassi, categoria econômica. A empresa é parceira da hoteleira francesa em outras unidades da capital desde 1997, no antigo Parthenon Casa Blanca, próximo ao Minascentro.

No comando das operações das duas unidades o experiente gestor Rodrigo Mangerotti e sua sub-gerente Fernanda Duarte. Ele que iniciou carreira na Delusa Hotéis, passando pela Arco Administradora, Hotéis San Diego, onde ingressou como estagiário chegando a superintendência geral de hotéis. Rodrigo comandou o Mercure Goiania, o Mercure Lourdes e agora assume as novas unidades da Accor em meio à pandemia e a pior crise da história brasileira, mas está otimista com o novo desafio.

Otimismo e competência é a receita de Rodrigo Mangerotti

Em conversa com o Blog o Gerente Geral disse que acredita no potencial de retomada dos negócios tão logo a pandemia acabe: “Estamos nos preparando para dias melhores, e os dois hotéis serão endereço certo para executivos, organizadores de eventos e famílias em visita a BH, tão logo as coisas se normalizem”, relata o executivo que é também vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis Seção Minas Gerais. A regional da hoteleira francesa é comandada por Guilherme Kuntze.

Foto: Fachada do Novotel BH Savassi e Ibis Budget BH Savassi

Trata-se do segundo Novotel em terras Mineiras, no coração da capital em terreno que já abrigou ponto de encontro da juventude belo-horizontina, o “Savassinuca”. Quem tem mais de 50 de certo deve lembrar com nostalgia deste pedaço da Savassi onde anexo a um posto de combustíveis havia um bar badalado e frequentado pela juventude abastada e motorizada de BH. A primeira unidade Novotel em Minas funcionou na cidade de Uberaba até meados da década de 90 em prédio horizontal com área de lazer, restaurante e salão de eventos. Foi por muitos anos o melhor hotel do Triângulo Mineiro

O Novotel BH Savassi tem a seu lado, em prédio compartilhado, um Íbis budget com decoração criativa e inovações que atendem ao público descolado que busca hospedagem barata com qualidade e padrão internacional, ambos usufruindo da mesma estrutura operacional, porém com serviços específicos para hotelaria econômica e o outro para hóspedes mais exigentes, sobretudo para quem viaja acompanhado da família. A Accor está relançando a bandeira Novotel depois de 25 anos na prateleira.

Foto: Apto Luxo do Novotel BH Savassi

Projeto do Novotel BH Savassi tem como público alvo famílias e eventos

O projeto arquitetônico foi pensado para atender eventos, com seis belíssimos salões e famílias de passagem por BH, oferecendo estrutura de lazer, alimentos e bebidas com a marca Novotel. Não é por acaso que logo na recepção foi instalado um escorregador para a meninada que entra no clima enquanto os pais providenciam o check-in. A proposta reaviva a máxima de que agradando os filhos, os pais estarão felizes.

O atrativos não param por ai, o hotel oferece ainda espaço kids, equipado com vídeo game de última geração; menu kids, com opções de alimentos e bebidas, além de um welcome gift. Tudo isso sob o comando do renomado Chef Guilherme Melo, um craque na cozinha contemporânea que vai operacionalizar o “Nuuu Restaurante”, ele que foi também o idealizador do Emengarda.

Foto: Looby do Ibis Budget BH Savassi

Chef Gulherme Melo vai comandar o Nuuu Restaurante

Entre os destaques chama atenção o bar que oferece desde drinks especiais, coquetéis, a infusões de chás dignos das Arábias e é aberto ao público. O restaurante tem entrada independente pela Rua Arturo Toscanini, n° 65, em local discreto e descolado no bairro que é sinônimo de requinte na capital mineira.

Com 203 quartos, O Novotel BH Savassi oferece toda a estrutura que um bom quatro estrelas se propõe, com sauna, ambientes climatizados, wi-fi grátis e um design moderníssimo. As famílias que fazem check-out aos domingos desfrutam da vantagem de late check-out, às 17h . Irmãos siameses, o Ibis budget BH Savassi conta com 240 apartamentos confortáveis e o padrão Accor de atendimento, consagrado na hotelaria econômica.

Foto: Salão de eventos do Novotel BH Savassi

Unico Ibis Budget com academia em Minas Gerais

O projeto do lobby foi idealizado para ser um espaço de relacionamento e convivência entre os hóspedes e visitantes e está dentro dos novos conceitos de design e hospitalidade da Accor. Será o único Ibis budget com academia em solo mineiro. Garantindo a comodidade para quem busca esse modelo de hospedagem o hotel oferece lavanderia, locker na recepção, café da manhã completo e uma loja de conveniência 24h, onde é possível encontrar bebidas, lanches e itens para higiene.

Foto: Academia do Ibis Budget BH Savassi

Os dois novos hotéis ampliam a presença da hoteleira francesa na capital mineira, que já conta com três hotéis da rede Mercure, três Ibis, um Ibis Styles e dois Ibis budget. Já no estado de Minas Gerais, a Accor tem em seu portfólio 35 hotéis (26 em network e 9 em pipeline), o que demonstra a importância da região para a empresa as econômicas e midscale Accor Brasil.

Novotel BH Savassi fica na Avenida Contorno, n° 6583 – BH e terá diárias a partir de R$ 360, com café da manhã. Já o Ibis budget BH Savassi tem sua recepção pela Rua Paulo Simoni, n° 20 – BH com diárias promocional a partir de R$ 139, sem café da manhã. Reservas para ambos podem ser feitas por qualquer agente de viagens ou pelo site:  https://all.accor.com/ .

José Aparecido Ribeiro é jornalista e presidente da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo – Seção MG

Contato: jaribeirobh@gmail.com – WhatsApp: 31-99953-7945 – www.zeaparecido.com.br

  • Credito de fotos: Assessoria de Imprensa Hotelaria Accor Brasil

Este Blog de notícias não recebe verbas públicas, mas precisa de anúncios ou doações para sobreviver, colabore doando qualquer quantia!

27 thoughts on “Accor inaugura dois hotéis na cidade que mais fecha empresas no Brasil, Belo Horizonte

  1. Incrível, depois de tantas histórias enganosas, que eu e muitos outros acreditamos neste trio ( Paranasa/Accor/Maio) e enterramos o nosso recurso, ganho a custa de muito suor.
    Mesmo assim, percebemos que ainda existem pessoas se sujeitando pular neste buraco escuro e profundo.
    Importante registrar depois que entra neste buraco, fica sem qualquer opção para se livrar dele.
    Depois da má Adm ao longo do tempo, o preço do imóvel além de cair para valores irrisórios ainda não encontramos compradores.
    Contratos leoninos e o pior que o ganho deles sai de um percentual aplicado sobre o faturamento
    do hotel.
    Não importa como foi realizado este faturamento, tem situações que o custo fica maior do que o próprio valor faturado.
    Os investidores ficam chupando o dedo para sempre, esperando por um resultado positivo que nunca acontece.
    É aquela verdadeira história do amigo da onça, vende um excelente empreendimento e entrega decepção, aliás muita decepção.
    Pensam numa coisa feia, nós que já conhecemos, estamos perdidos e assustados.
    Saudações,

  2. Incrível, depois de tantas histórias enganosas, que eu e muitos outros, enterramos o nosso recurso ganho a custa de muito suor, por termos acreditado numa propaganda enganosa, pregada por este trio Paranasa/Accor/Maio.
    Mesmo assim ainda existe pessoas se sujeitando pular neste buraco escuro. profundo.
    e sem ter qualquer opção para se livrar.
    Pensam numa coisa feia, nos que já conhecemos estamos assustados, com o que estamos vendo.
    Saudações,

  3. Mais um para enriquecer a Accor e empobrecer o empreendedor. Ou melhor para enriquecer os espertos e empobrecer os idiotas que caíram no conto do vigário quando adquiriram esse elefante branco.

  4. A Accor está disseminando a má gestão no mercado hoteleiro de BH. Foi um péssimo negócio ser investidor de apart dessa empresa!

  5. Só pode ser matéria paga! Parece até uma propaganda!
    Onde já se viu conteúdo jornalístico que não ouve os outros envolvidos?
    Porque não criticam o atraso de 7 anos na inauguração? Quem foi o culpado e quem ganhou com esse atraso? Porque não conversam com investidores dessa de outras unidades em BH pra ver a decepção?
    O Ibis Afonso Pena nunca deu retorno. Péssima administração. Nenhum compromisso com resultados!
    Ô Zé Aparecido, ouça os investidores!

  6. Espero que a Maio e Accor não sejam desonestos com os investidores como vem sendo nos outros empreendimentos.
    É a única parceria que conheço que tem prédios nobres, em áreas nobres e que só da prejuízo aos investidores.
    O mais interessante é que eles continuam abrindo mais.
    Ou são burros ou muito desonestos, porque está conta não fecha.

  7. Mais um pra poder dar prejuizo aos investidores!
    Uma pena, porque a Accor tem seu ganho ,os investidores nem sempre.Como exemplo , temos os investidores do Ibis da Rua Gonçalves Dias com Rua Rio Grande do Norte que nunca viram um retorno deste investimento.

  8. Há vários comentários a este respeito:
    1) Este Senhor RODRIGO MANGEROTTI é o PIOR gerente de hotel que já passou pelo HOTEL MERCURE LOURDES, pela visão de quem sabe detalhes dos acontecimentos na sua gestão. Não administra nada! Apenas colheu frutos do mercado, numa época que tudo dava certo. Foi só vir uma fase onde a gestão tivesse que ser eficiente para conduzir o hotel a muitos prejuízos e fechá-lo temporariamente. O novo gerente do Hotel Mercure Lourdes, Sr. Guilherme Sanson, veio para substitui-lo, amenizando a má administração anterior.
    2) A Accor está disseminando a má gestão, destruindo o mercado hoteleiro de BH. Inaugurar 2 hoteis nesta fase tão negra dá o que pensar. Será que o objetivo é piorar ainda mais o mercado, desvalorizar os imóveis, para tentar os adquirir a preços baixíssimos? “O tiro pode sair pela culatra”!
    3) Quem banca esta campanha publicitária que envolve nomes de pessoas que só trouxeram prejuízos aos investidores? Será que administraram bem os recursos de quem pagava seus salários?
    4) Investidores do Novotel que se cuidem!

  9. Uma vergonha essa data de inauguração, porque, para os investidores que colocaram seu dinheiro suado lá, era para 2014, na Copa do Mundo! Vergonha, não é? No mínimo, essa matéria deveria trazer a verdade da história. Triste para quem acreditou nessa administração.

    1. A Accor se tornou a pior administradora de hotéis.
      Prejuízos que não faltam, na gestação da Accor.
      Tenho Ibis Vermelho no site Afonso Pena, inaugurado na época da copa, até hoje só prejuízo.
      Todos os investidores do meu conhecimento, estão profundamente arrependidos de estarem envolvidos nisso.
      Pessoal, fiquem atentos!
      Abraço a todos

    2. A Accor se tornou a pior administradora de hotéis.
      Prejuízos que não faltam, na gestação da Accor.
      Tenho Ibis Vermelho no site Afonso Pena, inaugurado na época da copa, até hoje ksó prejuízo.
      Todos os investidores do meu conhecimento, estão profundamente arrependidos de estarem envolvidos nisso.
      Pessoal, fiquem atentos!
      Abraço a todos

  10. Ratifico integralmente o que foi dito aqui por investidores proprietários do ÍBIS , ruas Rio Grande do Norte e Gonçalves Dias e administrado pela MAIO/ACCORD ! Também sou proprietária de um ÍBIS na Gonçalves Dias e só temos levado prejuízos , há anos , sem retorno para o que investimos lá ! Na verdade , fomos vítimas de toda uma propaganda enganosa que nos levou a fazer o investimento nesse tal ÍBIS , administrado pela MAIO/ACCORD ! LAMENTÁVEL !!!

  11. Meu Deus!!!!
    Mais empreendimentos para dividir a pobreza!!
    Os Hotéis da Accor atualmente estão operando no vermelho, mal gerenciados e dando prejuízo atrás de prejuízo aos investidores que ingenuamente acreditaram que hotelaria seria um bom negócio em nossa cidade!!!

  12. José Aparecido: Realmente seria interessante você fazer um post/reportagem com os investidores de outros hoteis Accor/Maio de Belo Horizonte. Péssimo negócio! Retorno nulo, contratos leoninos, descaso com os investidores, abandono.

  13. Seria muito interessante este jornalista fazer uma reportagem com os investidores do íbis Rio Grande do Norte e Ibis Afonso pena, pra saber a realidade deste investimento, que só nos trouxe prejuízos. Sao mais de 300 investidores insatisfeitos , que se sentem lesados pela empresa.

  14. Parabéns pela coragem considerando o tempo sombrio em que estamos vivendo. Que não percamos a fé de que em breve a “normalidade” retorne é que tenham muito sucesso.

  15. Isso tem cara de matéria paga q leva a crer q o hotel em parceria é um bom negócio, mas na prática mostra-se o contrário.

  16. Excelente matéria. Desejo sucesso, realmente tem que ter muita coragem, mas também esperança para dias melhores.

    1. A Accor pode até estar animada, pois o que gastou lá não é nada se comparado ao valor investido pelos centenas de investidores que colocaram muita grana e noites mal dormidas pra ver esse prédio pronto.
      Ao jornalista Jair Aparecido sugiro que faça uma matéria com os investidores dos hotéis Accor/Maio de BH pra conhecer o que há “por trás dessas belas fachadas” de modo a conhecer a realidade de abandono, retorno nulo de seus investimentos e contratos leoninos, etc!!! Fica a dica!

      1. Olá, concordo perfeitamente com o dito por Ricardo Freitas e tantos outros , pois também sou proprietária investidora do ÍBIS / Rua Rio Grande do Norte e como todos dos grupo , só tenho tido prejuízos , sem qualquer retorno para o dinheiro juntado e lá aplicado, com muita esperança de obter um ganho complementar a minha aposentadoria ! Na verdade, todos fomos vítimas de uma propaganda enganosa, levando -nos a acreditar nos nomes da MAIO/ACCORD ! Que engodo !

  17. Nada como comemorar o otimismo de alguns empreendedores. Desejo mesmo que sejam um sucesso esses dois hotéis e que tragam a BH a esperança de voltar a uma vida que todos almejam, com viagens, gente chegando e partindo, trazendo alegrias e renovando a vida todos os dias, com o compromisso de valorizar a vida.

    1. Uma vergonha a data dessa inauguração, porque, para os investidores que colocaram seu dinheiro suado lá, a data da inauguração seria em 2014, para a Copa do Mundo. Essa matéria deveria trazer a verdade da história. Triste para quem acreditou nessa administração

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.