Começou há pouco às 19h a 6a Virada Cultural de Belo Horizonte que vai até às 21h deste domingo (17)

Contagem regressiva para o inicio da 6ª Virada Cultural de Belo Horizonte, começa às 19h

Foto: Site PBH – Praça da Estação – Virada Cultural 2019

Democratizando o acesso à arte e à cultura a Virada Cultural inicia sua 6ª edição em Belo Horizonte na noite deste sábado (16) a parir de 19h. Serão mais de 26 horas de programação e um público estimado pelos organizadores de 300 mil pessoas. 2,1 mil artistas e profissionais da cultura em atrações diversas. A Pandemia acabou? Ainda não, mas com os cuidados e uma dose de colaboração, dá pra curtir a Virada Cultural de BH!

O evento vai ocorrer ao vivo e pela webinar e apresentará performances para transformar o final de semana da capital mineira em uma atração inesquecível. Se a sua noite de sábado estava programada para frente da tv, corra, tome um banho e prepare o fôlego, ainda dá tempo de participar.

A Virada Cultural acontece em 25 endereços diferentes e conta com 329 atividades no total. A realização é da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação Municipal de Cultura, em parceria com o Instituto Periférico.

Foto: Montagem – Arvore Assessoria de Imprensa

O tema não poderia ser mais original: “Cultura vibra, viva, vira”. Para quem ainda não entendeu que a pandemia ficou para trás, a Fundação Municipal de Cultura vai transmitir tudo pelo YouTube (youtube.com/canalFMC).

Serão 200 horas de programação totalmente gratuita, com conteúdos pré-gravados ou ao vivo, com tradução em libras, em nove espaços de transmissão simultânea. A Virada Cultural de Belo Horizonte, que integra as políticas públicas municipais direcionadas à Cultura, é um evento que ao longo dos últimos anos se consolidou na cidade, sendo esperado com grande expectativa pela população e pelos artistas.

Este ano a edição é diferente de todas já feitas até então, pois concentra boa parte das atrações no formato virtual, diante da paranoia que ainda ronda milhares de lares na capital que ficou mais tempo fechada durante os primeiros 15 meses da pandemia, apesar da vacinação avançada e a imunidade de rebanho.

Para não deixar o prefeito desalinhado com o discurso politicamente correto do “fique em casa e economia a gente vê depois”, os organizadores montaram um cenário que valoriza os protocolos sanitários, mesmo com disciplina da população moldada de acordo com os cuidados necessários para evitar contaminação.

Convidamos a todos e todas para vivenciarem conosco uma experiência inédita nesta Virada Cultural, onde a cultura da nossa cidade será a nossa protagonista”, afirma Fabíola Moulin, secretária municipal de Cultura e presidenta interina da Fundação Municipal de Cultura.

Um pouco da programação da Virada Cultural

Foto: G1 – Viaduto Santa Teresa

O “Vira Estação” faz uma homenagem ao palco mais famoso da Virada, tradicionalmente montado na Praça da Estação, e apresenta um conteúdo eclético: samba, música pop e eletrônica, funk, rap, MPB e jazz. O “Vira Pipoca” apresenta diversas opções de cinema, teatro, gastronomia, dança, performance e literatura. O “Vira Bem” traz atividades infantis, práticas de bem-estar e saúde, bate-papos, MPB, música instrumental, circo, teatro, contação de histórias, cinema, cultura popular, dança e performance.

“Vira Saia” é dedicado ao forró, ao samba, ao congado e a outras manifestações populares. O “Vira Guaicurus” vai exibir performances, música, circo, dança, cinema, moda e cultura popular. Soul, disco, samba, choro, cinema, rock, dança, MPB, instrumental, pagode e sertanejo também têm espaço no “Vira Praça Sete”. O universo dos games, quadrinhos e animes tem seu espaço no “Vira Geek”, com oficinas, webinars e campeonatos de games e de cosplay.

“Vira e Faz” oferece atividades formativas em diversas áreas. Por último, o “Vira Virou” terá 24 horas de conversa sobre discos de vinil, suas histórias e entrevistas com convidados e artistas diretamente da casa do músico Marcelo Veronez.

A cozinha mineira está presente na aula-show do chef executivo Luciano Avelar, uma das 12 atrações gastronômicas do festival. O profissional ensina a preparar uma deliciosa galinhada gratinada, acompanhada de uma farofa de carne de soja. A aula-show, que conta com a participação de dois alunos do curso do Senac, será transmitida no domingo, a partir das 12h34, no espaço Vira Pipoca.

As informações sobre a 6a edição da Virada Cultural de BH poderão ser acompanhadas no site oficial viradacultural.pbh.gov.br.

Esta matéria contou com informações da Arvore Assessoria de Imprensa – Laura Lima e Marcella Carvalho

José Aparecido Ribeiro é jornalista

www.zeaparecido.com.br – WhatsApp: 31-99953-7945 – jaribeirobh@gmail.com

Este Blog aceita anúncios e doações para a sua manutenção. Colabore!

3 thoughts on “Começou há pouco às 19h a 6a Virada Cultural de Belo Horizonte que vai até às 21h deste domingo (17)

  1. Parabéns a Secretaria Municipal da Cultura por tamanho evento cultural numa época em que a covid não acabou
    Que o povo mineiro se enriqueça com tantas diversidades na capital mineira

  2. Coisas boas tem que ser vistas, pois não sabemos quando virão a ser proibidas novamente.
    Aproveitem……

  3. Cultura é a essência da vida daquele local , é vibrar , é viver , é ser feliz, vibrar é virar esse momento q ficou para trás.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.