Comunicação da presidencia sob a batuta do Almirante Rocha, homem de confiança de Bolsonaro

  • Em tempos de ativismo da imprensa, fake news sobre a floresta amazônica e pandemia, Secom ganha importância estratégica e Bolsonaro chama o Rochinha para assumir a pasta da comunicação

A Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, até hoje comandada pelo empresário Fabio Wajngarten, passa para as mãos do Almirante Flávio Rocha, chefe da Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE). Wajngarten deve ser acomodado na assessoria especial do presidente.

Rochinha, como é carinhosamente chamado pelos amigos, assume tarefa da comunicação presidencial acumulando mais uma função estratégica no governo do presidente Jair Bolsonaro em momento delicado. O Almirante de Esquadra, que é poliglota e detentor de lhaneza digna de embaixadores experientes, já ocupou a diretoria de comunicação da Marinha do Brasil e o comando do 1º Distrito Naval.

Wajngarten não se entendia com o Ministro das Comunicações

Circula nos bastidores de Brasília que o secretário que deixa a Secom não mantinha relação amistosa com o ministro das Comunicações, Fábio Faria, cuja pasta é subordinada ao ministério. Rocha, ao contrário possui temperamento amistoso e goza da confiança absoluta do presidente. O militar da Marinha terá pela frente o enfrentamento de setores da imprensa que trabalham diuturnamente, não mais veladamente contra Bolsonaro, numa espécie de guerrilha jornalística jamais vista na história do Brasil. O país também enfrenta campanha internacional de difamação por meio de fake news sobre a Amazônia.

O ativismo da mídia não assusta o Almirante de Esquadra acostumado a enfrentar tormentas em mares revoltos. Há quem diga que sua maior arma é andar desarmado. Quem o conhece sabe que é um cavalheiro e resolve problemas como os da comunicação na base do diálogo, usando a razão e o principio da razoabilidade. Recentemente recebeu não por acaso a Ordem de Rio Branco, intitulada em homenagem ao Patrono da diplomacia brasileira – o Barão do Rio Branco.

Almirante Rocha recebeu recentemente a Ordem de Rio Branco

A Ordem de Rio Branco foi instituída pelo então Presidente da República, João Goulart, pelo Decreto n° 51.697, de 5 de fevereiro de 1963. Posteriormente, os Decretos n° 66.434, de 10 de abril de 1970, e n° 73.876, de 29 de março de 1974, alteraram, consecutivamente, o seu regulamento. Poucos membros do staff de Bolsonaro carregam tantas condecorações e espírito apaziguador.

O Almirante é da ativa da Armada brasileira e tem simpatia até de partidos contrários ao presidente por transitar com desenvoltura no Congresso Nacional, onde por muitos anos foi responsável por defender os interesses da Marinha junto ao poder legislativo federal. Rochinha é figura simpática, acessível e de fácil relacionamento, e reconhecidamente tem feito trabalho político de grande relevância para o governo em momentos tensos.

Ele teve papel decisivo na instalação da Capitania dos Portos de Minas Gerais em dezembro de 2018 antes de ser convocado para ocupar o primeiro escalão do governo. Sempre que pode visita Belo Horizonte, onde tem boas amizades.  Além de temperamento amistoso, o militar da Marinha do Brasil tem um currículo de fazer inveja, pois domina seis idiomas e possui inteligência emocional rara que o habilita transitar com desenvoltura nos três poderes da República e costurar assuntos melindrosos do governo como a relação com o STF.

Almirante tem boas amizades em Belo Horizonte

Foto:Roberto Gontijo, Almirante Rocha ao lado do presidente da Soamar Paulo Roberto Cardoso e Estefânia

O almirante que antes de assumir a pasta das relações estratégicas do governo esteve no Comando do Primeiro Distrito naval, é visto na capital periodicamente e sempre com parada obrigatória na Confraria do Fogão a Lenha do Roberto Gontijo, em confraternizações frequentadas por SOAMARINOS – Sociedade Amigos da Marinha de BH, cujo presidente é o Professor Paulo Roberto Cardoso.

José Aparecido Ribeiro é jornalista independente

Cotato: jaribeirobh@gmail.com – WhatsApp: 31-99953-7945 – www.zeaparecido.com.br

Este blog não recebe verbas publicas e aceita anúncios publicitários. Se você gosta do trabalho deste jornalista, pode doar qualquer quantia.

5 thoughts on “Comunicação da presidencia sob a batuta do Almirante Rocha, homem de confiança de Bolsonaro

  1. Parabéns por mais uma cartada certeira, Deus estará protegendo todos os seus cervos que agem de boa fé em pró da população.
    Eternamente apoiarei nosso Mito Jair Messias Bolsonaro.

  2. Felizmente, para solucionar problemas sempre há os habilitados. Para desgosto de uns, o Presidente tem alternativas.

  3. Ótima escolha, tem sim que limpar todos os esquerdistas das instituições aparelhadas. Principalmente na comunicação que o ataca dia e noite inventando ou prejudicando o crescimento do país. No início do mandato Olavo de Carvalho advertiu que o “Presidente so iria conseguir governar se limpar os comunistas do poder. Já perdeu dois anos tentando reverter o coração destes inutilmente. Que venha a limpeza.

  4. Parabens ao nosso presidente.
    Um guerreiro pq não é facil governar qdo a maioria esta contra atacando.
    Fechada com Bolsonaro sempre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.