Embora merecedor, o Nobel da Paz não veio para Alysson Paulinelli, do Brasil

A exemplo de Airton Senna, ele sempre foi um vencedor, Alysson Paulinelli, do Brasil

Na semana em que o Ministro Paulo Guedes é alvo de ilações da imprensa brasileira, com destaque para a TV Record que dedicou seu principal telejornal da noite, o Jornal da Record, por quatro dias consecutivos de ataques ao Ministro, acusando de forma leviana de ter se beneficiado do aumento na cotação do dólar, outro brasileiro que é destaque internacional foi esquecido pela mesma imprensa ativista: Alysson Paulinelli, indicado para o Nobel da Paz.

O mineiro Paulinelli e o carioca Guedes possuem o mesmo “defeito”, trabalham olhando para frente, não se deixam abater pelo oportunismo de jornalistas apátridas sorrateiros que desejam o fracasso do país e que militam pelo socialismo. Para eles, os fins justificam os meios…

O Ministro da Economia tem se destacado no cenário internacional pela condução da política econômica brasileira, e isso incomoda muita gente, dentro e fora do Brasil.  Achei oportuno publicar um texto que recebi do amigo Dr. Renato Nogueira, Oncologista, e que corrobora com o tema.

POR: Mauricio Palma Nogueira, engenheiro agrônomo e CEO Athenagro / Rally da Pecuária

“Dois jornalistas – Maria Ressa e Dmitry Muratov  – levaram o prêmio pelos seus esforços em defender a liberdade de expressão. Estão de parabéns pela importância do tema e pelo reconhecimento.

Quem não está de parabéns é grande parte da imprensa brasileira.  Salvo raras exceções, as matérias sobre o Nobel da Paz nem citavam a indicação de um brasileiro este ano. Alysson Paulinelli, do Brasil.

Demagogicamente, preferiram mencionar uma adolescente militante que nada fez de prático para melhorar o mundo que ela tanto quer bem; pelo menos no discurso. 

Paulinelli, por outro lado, é unanimidade entre os profissionais do agro moderno.  Foi indicado por iniciativa de instituições de pesquisa e ensino. A indicação recebeu o apoio de praticamente todas as outras instituições da área. 

Sua trajetória é exemplar, com destaques na aplicação prática do conhecimento científico, na modernização na produção e na proteção ambiental. 

Paulinelli personifica tudo que a imprensa cobra do setor agropecuário. Mas para a maioria dessa mesma imprensa, não vale nem mesmo a menção, quando o assunto é o reconhecimento. 

Aristóteles dizia que não basta receber honrarias. O importante é merecê-las. 

Alysson Paulinelli merece. Para os que nem deram ao trabalho de mencioná-lo, como se torcessem contra, fica o aprendizado. 

O bom jornalismo ainda é digno de reconhecimento. E sempre será. Não existe democracia sem imprensa livre. Livre, inclusive, de seus próprios preconceitos.”

José Aparecido Ribeiro é jornalista

www.zeaparecido.com.br – WhatsApp: 31-99953-7945 – jaribeirobh@gmail.com

Este blog necessita de anúncios ou doações para a sua manutenção. Colabore!

 

13 thoughts on “Embora merecedor, o Nobel da Paz não veio para Alysson Paulinelli, do Brasil

  1. Muito triste ter que reconhecer que toda mídia brasileira ignora o tamanho da importância, e de como deveria ser reverenciado o Sr. Alysson Paulinelli, por toda contribuição que deu à agricultura do nosso país. Uma vida inteira dedicada a estudos e pesquisas, que permitiu que o Brasil chegasse ao patamar onde se encontra.

  2. Agro é paz, livro do professor e ex-ministro Roberto Rodrigues diz tudo. Parabéns Mestre Dr: Alysson Paulineli você é e sempre será muito respeitado e admirado, seu legado significa vida.

  3. Quem teve o prazer de conversar com o Dr Paulinelli fica impressionado com suas virtudes e simplicidade . O homem que mudou os paradigmas da agricultura brasileira a partir dos anos 1970 , e que deveria ter um reconhecimento maior.
    O fato de não ter recebido o Prêmio Nobel não desmerece sua figura e nem os resultados espetaculares do agronegócio brasileiro , que vem carregando o Brasil nas costas , gerando divisas , emprego , renda e alimentando o mundo.

  4. Está imprensa militante esquerdosa ( acabei de inventar esta palavra mistura de esquerdista com asquerosa) não tem capacidade intelectual e muito menos comprometimento com o Brasil. Vários jornalistas se orgulham dizendo ateus e em suas atitudes comprovam que não possuem um mínimo do amor de Deus no coração. Divulgam a mentira, torcem pelo quanto pior melhor. Querem entregar o Brasil de bandeja para um país comunista o que é muita incoerência já que precisam da democracia para soltar a verborreia mentirosa, comunista diariamente. A meritocracia deveria ser a pauta, valorizar pessoas que acrescentam ao país mas preferem enganar e espalhar mentiras dando palpites infelizes sobre medicina, ciência, política. Baixaria e sordidez.

  5. Paulinelli, Mario Andreazza, jornalistas independentes Allan dos Santos, Bernardo Kuster, José Aparecido, Lacombe, pingos nos is, Alexandre Garcia e outros vivem 24 horas sobre ameaças, alguns presos e tornozeleiras etc…
    Agora com medo do Paulo Guedes ganhar o prêmio estão massacrando o melhor economista do mundo atualmente.
    É a imprensa toda, Datena de 3 palavras que fala 5 contra o Paulo Guedes.
    Os nossos jornalistas independentes lutam contra os fakes, corrupções e narrativas dos bandidos que não aceitaram perder o poder.
    Eles pensaram que Bolsonaro não iria aguentar tentativa de homicídio, um universo de opositores 24 horas por dia o atacando, mas esse homem tem a proteção divina.
    Iguais os 2 que ganharam o prêmio Nobel, o Brasil tá cheio, vamos valorizar o brasileiro.

  6. Está imprensa militante esquerdosa ( acabei de inventar esta palavra mistura de esquerdista com asquerosa) não tem capacidade intelectual e muito menos comprometimento com o Brasil. Vários jornalistas se orgulham dizendo ateus e em suas atitudes comprovam que não possuem um mínimo do amor de Deus no coração. Divulgam a mentira, torcem pelo quanto pior melhor e detestam pobres. Querem entregar o Brasil de bandeja para um país comunista o que é muita incoerência já que precisam da democracia para soltar a verborreia mentirosa, comunista diariamente. A meritocracia deveria

  7. De novo meus e nossos PARABÉNS pra vc JOSÉ APARECIDO, que sempre nos contempla com ótimas matérias e inteligentíssimos textos, de novo nossos PARABÉNS.

    Lamentável de fato que nossa MÍDIA PODRE e MILITANTES ESQUERDISTAS além de não valorizar nossos HERÓIS os perseguem e ainda respaldados pela quadrilha que existe em Brasília, onde tem o ALTO PODER, tanto no CONGRESSO como no STF.

  8. Sempre me encantam suas matérias.Conteudo rico e importante, para brasileiros que sabem respeitar patriotas imprescindíveis ao Brasil.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.