Fundamentalistas do isolamento social a serviço do politicamente correto

POR: Jussara Ribeiro – Jornalista – BH – MG

“A perfeita descrição dos defensores fundamentalistas do isolamento social, aqueles mesmos que colam nos seus perfis e propagam em lives “fique em casa”, foi do filósofo Luiz Felipe Pondé em texto desta semana. Recomendo que o busquem. Aliás, “fique em casa” é a frase que a pareia de apresentadores do Jornal Nacional encerra todas as noites seu programa político ops, seu telejornal.

No mundo dos ‘inteligentinhos’ brasileiros, que copiam em tudo os países ricos da Europa, a quarentena virou moda, moda de bem nascidos, naturalmente, daqueles que têm “estilo”. E dizem ter empatia com a pobreza, ainda que não saibam por onde passou essa realidade, enxergam-na retratada apenas na televisão.

De perto mesmo, frente a frente, nunca viram um pobre. Os que conhecem como sendo pobres são seus motoristas, jardineiros, babás e cozinheiras. Os ‘inteligentinhos’ do Leblon, Jardins, Mangabeiras e Alto de Pinheiros só conhecem pobres nessas circunstâncias, mas se dizem empáticos com a pobreza.

Nas palavras e imagens de Instagram até podem enganar os incautos ou os menos afortunados de massa encefálica, os contentes com pão e circo. Porém, são todos eles desprovidos de verdade e simplicidade, qualidades de quem sabe o significado do amor pelo próximo, independente de classes.

Por que eu sei disso, ou, por que estão acreditando que o mundo será diferente e melhor depois dessa pandemia? Ao fazer essa afirmação, escancaram-se aos olhos e sentidos mais atentos em toda a sua hipocrisia. Não há nada de bom a esperar num período pós-guerra, pois é nisso que transformaram esse mal, um mal muito maior que o próprio vírus.

A reconstrução da vida cotidiana e da economia esfacelada serão de alto custo, e de certo muito maior que as estatísticas oficiais. É só lá no fundo do coração de cada pai, cada mãe, criança amedrontada e idoso aterrorizado, sozinhos em suas casas, órfãos de liderança, mas sujeitos a líderes oportunistas, que as próprias dores dessa guerra política contra um vírus serão percebidas, por quem sobreviver, e na sua pior face.”

13 thoughts on “Fundamentalistas do isolamento social a serviço do politicamente correto

  1. A sociedade escolheu quem pode ser contaminado e até morrer , os frentistas , o motoboys , os funcionários do super , da farmácia , os catadores de lixo .
    Enfim … aqueles que a sociedade e governo não impuseram a restrição do isolamento !
    A sociedade trancada em suas casas e assistindo a paranoia coletiva global , não sabe a realidade e a dor da sociedade nao vista e até rejeitada por um país e seu povo!
    A união pós pandemia que deveríamos descurtir , pq vanos assistir , nao pela globo más do nosso lado , famílias inteiras na miséria imposta pelo vírus e por ditadores do comunismo global ( a China sabia do Corona e da consequência para o mundo e nao fez nada para impedir a pandemia )
    Essa união nao estamos falando e mostrando !!!
    Pq o Brasil rico está olhando para o próprio umbigo debaixo de seus edredons !
    Enquanto o país pobre
    Amarga noites tristes e latas esvaziando no armário !!

  2. Uma guerra de dois inimigos invisíveis.
    Um abraço virtual, uma opinião certa de uma incerta capacidade,
    Certa vez um professor na sala de aula dissr: toda regra tem exceção, um aluno contestou, nem sempre.
    O professor respondeu: a regra sem exceção é a exceção da regra.
    Outro engenheiro da Cemig foi perguntado sobre uma determinada estrutura que não constava em norma.
    O que ele disse: a norma é usada em situação normal, o que não ali vc cria solução.
    Quem disse que a lei está certa Sempre.
    Para cada etapa de nossa existência as situações vão mudando.
    Aquele ou aquela que não adaptar-se vai ficar dando braçadas na correnteza.
    Me livre do politicamente correto.
    Ao amigo, minhas considerações e apreço.

  3. NY está tendo que adotar o ” fique em casa na marra”. Nos EUA são só quase 2600 tombando por dia, a melhor solução é sair mesmo de casa!!

  4. Quem dera o Brasil tivesse mais pessoas como você! Pena que um pensamento assim nos dias atuais está tão raro… Como diz uma canção do Legião Urbana: “Às vezes o que eu vejo quase ninguém vê”. Um abraço!

  5. Se eu acreditasse em nossa classe política,certamente não seria um brasileiro consciente. O Brasil será reconstruído ,
    porque seu POVO e trabalhador,criativo e solidário.,.Mas antes haverá necessidade de uma ” faxina geral” Deixando nosso Presidente cumprir sua missão.

    1. Apoiado, deixem o nosso Presidente trabalhar para o Povo Brasileiro. Fora STF, Fora Maia e Fora Globolixo…

  6. Nosso País nao suportará uma catástrofe econômica. Q a vida volte ao normal hoje, q haja instruçoes basicas de higiene para todos . , Q cuidemos com todo zelo dos idosos e das pessoas q tambem estao na zona de risco., q esses fiquem em casa , façam um pouco de exercicio e procurem pegar um pouco de sol se possivel for.

    1. Ridículo atores globais, fazendo propaganda, do fique em casa. São pobres de espírito querendo demonstrar aparência de humildes mas estão longe disso. Não tiveram uma atitude de usarem a imagem para ajudar aqueles que mais precisam. Lástima. Além de não ajudarem ninguém, conseguem atrapalhar. Haja vista comentários asquerosos de uma certa atriz filha de outra atriz, praticamente desejando a morte dos brasileiros. Lamentável e sofrível.

    2. Ah! Então quer dizer que o isolamento horizontal que preserva a vida é esquerdar agora? Falar de isolamento social vertical para mora favela funciona, não é mesmo?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.