Granata, o único na diretoria do Cruzeiro com mãos limpas é pressionado e renuncia

Foto: Flávio Tavares/ Jornal O Tempo

Uma crise que parece não ter fim no Cruzeiro segue fazendo vítimas inocentes, longe de um final feliz, agora com a cumplicidade de uma torcida furiosa, passional e manipulada. Acompanho de perto o drama do 2º vice-presidente do clube, o empresário Ronaldo Granata que até aqui foi membro da diretoria apenas no papel. Logo na posse o presidente Wagner Pires deu sinais de que Ronaldo não participaria da gestão do clube ao deixar de anunciar seu nome para centenas de pessoas que acompanharam o evento no Cine Brasil Valourrec. Fui testemunha da desfeita, e de lá para cá Ronaldo esteve literalmente colocado para escanteio.

Vaga de garagem e sala confiscada na sede administrativa do clube

O presidente teve a ousadia de proibir a entrada do vice na Toca da Raposa e negar a ele uma sala na sede do clube na Rua Timbiras, confiscando-lhe até a vaga na garagem. Granata percebeu logo no início quais eram as verdadeiras intenções do presidente e do seu grupo gestor composto por Itair Machado e Sérgio Nonato, uma espécie de núcleo duro que transformaria o Cruzeiro em um verdadeiro balcão de negócios pouco republicano. Um governo paralelo com interesses muito maiores do que apenas ver o Cruzeiro ganhar títulos.

Vice paga do próprio bolso despesas de viagens para acompanhar o Cruzeiro

Mesmo preterido e literalmente humilhado pelos membros da diretoria próximos a Wagner, Granata seguiu questionando e cobrando da diretoria as decisões equivocadas que culminariam no rebaixamento do Cruzeiro. Meio que premonitoriamente o dirigente enxergava o futuro sombrio do clube que sua família ajudou a fundar no Barro Preto há quase 100 anos. Ele  nasceu e cresceu dentro do Cruzeiro. Seu idealismo é tamanho que não admite nem gastos autorizados para acompanhar o time em competições nacionais ou internacionais. Às vezes que esteve na delegação, pagou do próprio bolso. Seu compromisso com o Cruzeiro não tem interesses financeiros, é por paixão e vínculo familiar que precisa ser honrado.

Ao contrário de outros dirigentes que enriqueceram da noite para o dia, o vice questionou varias vezes e sou testemunha,  a remuneração de conselheiros e os altos salários do plantel cruzeirense que tinha funcionário ganhando mais de R$800 mil. A folha de pagamento mais cara do Brasil. Wagner nunca deu ouvidos, tampouco o Conselho parou para considerar o que Ronaldo estava tentando mostrar. Inexplicavelmente havia um sentimento de soberba por parte da diretoria e quanto mais o vice mostrava os erros que levariam o clube à bancarrota, mais as pessoas que cercavam Wagner agiam para desqualifica-lo.

Granata tentou alertar a imprensa e o Conselho sobre o rumo das coisas no Cruzeiro

Sou testemunha disso por que acompanhei Ronaldo em reuniões com veículos importantes de imprensa que ao invés de apurar erros e cobrar da diretoria do Cruzeiro, simplesmente repassavam para Wagner e seu grupo o conteúdo das reuniões, inacreditavelmente rasgando o código de ética do jornalismo. De certo motivados por polpudas verbas publicitárias e a sensação de que o caminho traçado por Itair Machado era o correto. Ou seja, por meio da imprensa mineira, a diretoria comandada pelo presidente Wagner estava blindada. Até que o programa fantástico da Rede Globo, usando repórter de outra regional, praticando jornalismo investigativo raro nos dias atuais, conseguiu mostrar que o que tinha por trás das aparências de um time vitorioso que ostentava títulos não passava de uma quadrilha envolvida em falcatruas que levariam um dos maiores times do Brasil e do mundo a falência.

Em denuncia do Fantástico Ronaldo Granata não escondeu a cara

Novamente Ronaldo não escondeu a cara e ao contrário de alguns conselheiros que vestiram saco plástico para denunciar desvio de comportamento, Ronaldo, de cara limpa, mostrou que o Cruzeiro caminhava para o abismo e para sua pior crise. Pois bem, agora Ronaldo virou o vilão da torcida graças a uma nova armação do presidente Wagner que associou sua saída do clube à renúncia do 2º vice, sob o argumento não confirmado de que três empresários dispostos a assumir o clube só aceitam a empreitada se a diretoria eleita sair inteira.

No entanto ninguém  perguntou ao presidente o porquê desta condicionante, e nem aos empresários.

Ao contrário, a torcida covardemente invadiu a privacidade do vice-presidente, de forma altamente questionável e arquitetada,  ameaçando sua família em mais um ato de selvageria que incluiu manifestações com foguetório na porta do seu prédio com ameaças de morte explícitas em redes sociais e até verbalmente ao telefone. Toda a família do dirigente que nunca teve poder e nem caneta está ameaçada por uma récua de torcedores fanáticos. Comportamento inaceitável e abominável que merece apuração e punição severa para os autores. 

Foto: Flávio Tavares / Jornal O Tempo

O vice sabe onde estão os erros no Cruzeiro e é o único com mãos limpas

Mas por que Wagner quer a saída de Granata. A razão é objetiva, o vice sabe onde estão os remanecentes que seguem obedecendo a ordens de Itair Machado, Sérgio Nonato e do próprio Wagner. A prova disso foi a demissão de um dos braços direitos de Itair na Base, Amarildo responsável pelas negociações de jogadores na Toca I, 40 minutos de poder relativo que foi dado a Ronaldo, ato que pasmem, foi revogado no dia seguinte por Wagner tão logo soube da asfixia provocada em uma das portas de sangria do clube.

A torcida que segue cega surda e atormentada não entendeu ainda que a salvação do Cruzeiro passa por Ronaldo Granata, pois ele sabe onde estão os mal feitos no clube e é o único com legitimidade para ataca-lós. Porém de forma passional e covardemente, pedem a sua renúncia. Eu pergunto, que renúncia se o vice-presidente não tem nenhum poder? Renunciar a quê se nem caneta ele possui? Questiono ainda, a quem interessa tirar Granata da diretoria do clube? Os três empresários que supostamente exigem renúncia coletiva, e que sabem da lisura do vice têm vínculos com quem na atual diretoria? 

O futuro do Cruzeiro nas mãos de empresários que sabem o valor da marca

Essa é uma pergunta que eu sugiro, seja investigada se ainda houver resquícios de jornalismo investigativo em Minas Gerais. O Cruzeiro está saindo das mãos de um grupo comprometido apenas com resultados financeiros pessoais, que tirou o time das páginas do esporte para as páginas policiais e corre o risco de cair nas mãos de outro muito mais comprometido com o que vale a marca Cruzeiro Esporte Clube, do que com o futuro do clube. Quem viver verá a injustiça que está sendo feita com o empresário Ronaldo Granata, o único vice-presidente de Direito que nunca foi de fato no futebol brasileiro.

jaribeirobh@gmail.clm – WhatsApp 31-99953-794

 

13 thoughts on “Granata, o único na diretoria do Cruzeiro com mãos limpas é pressionado e renuncia

  1. Ótima matéria quem não tem poder de mando como mudar o curso do rio? Só de não ter sujado as mãos merece nosso respeito. Uma pessoa mãos limpa no meio do chiqueiro incomoda muita gente.

  2. JOSE APARECIDO.

    PARABENS PELA MATERIA. ESTE EU CONHECO E POSSO REFERENDAR SUA OPINIAO. NUNCA VI NINGUEM DE MAOS LIMPAS TER QUERENUNCIAR, AINDA MAIS UMA PESSOA, QUE SEMPRE ESTEVE A MARGEM DAS ILICITUDES DESSA DIRETORIA DO CRUZEIRO.

  3. ** Continuando**
    Se o Senhor Granata foi alijado da administração mas queria administrar, que brigasse. Se não queria nada com a administração do Cruzeiro, que saísse da turma do Ali Babá. Mas não, nada fez e ficou. Ficou todo o tempo e queria ficar ainda mais. Não sei se o Sr. Granata roubou, não posso dizer isso, mas ele ficou no meio de ladrões, foi misso, inoperante e cego frente à derrocada do maior vencedor do futebol de Minas Gerais. Tchau Senhor Granata, vá embora e tenho certeza que não fará falta. Cruzeiro Sempre!!!

  4. “com a cumplicidade de uma torcida furiosa, passional e manipulada.” Furiosa sim, e se tem alguém omisso e manipulado por aqui, talvez este alguém seja o senhor.
    “Ao contrário, a torcida covardemente invadiu a privacidade do vice-presidente,” Se fizéssemos assim com deputados em votações importantes para a sociedade talvez estaríamos num país muito melhor. A pressão resolve as coisas.
    ” ele sabe onde estão os mal feitos no clube e é o único com legitimidade para ataca-lós.” Por que não foi ele, o Granata, procurar o Fantástico e ser o homem bomba do Cruzeiro?
    O que temos do Senhor Granata é uma indignação. Se sabia, porque não falou? Se estava vendo falcatruas, porque não procurou a imprensa? **Continua à frente**

  5. Acho qui vc não indendì direito o açunto. Leja bem a entrevista mais 50/60 vezes e depois comença a endender…resumido ta explicado qui foi jogado pra fora e não tinha provas do que ele estava imaginando acondeçer na diretoria do Cruzeiro…

  6. Acho qui vc não indendì direito o açunto. Leja bem a entrevista mais 50/60 vezes e depois comença a endender…resumimdo ta explicado qui foi jogado pra fora e não tinha provas do que ele estava imaginando acondeçer na diretoria do Cruzeiro…

  7. Prezado,

    Ele pode não ter participado da orgia administrativa que foi imposta ao clube.
    Porém, buscou projeção pessoal em razão do cargo para o qual foi eleito,
    Passado pouco tempo da posse, já estava em campanha politica, se apresentando em propaganda eleitoral com vice presidente do clube.
    Mas não é só.
    Assim que o presidente demitiu Zeze Perrela e, em consequencia,
    extinguiu o conselho gestor, Grananta assumiu a base.
    Ou seja, mesmo que por pouco tempo, teve atuação na diretoria.
    O clube precisa de quem não busca se valer do mesmo. Principalmente no ambito politico.

  8. A parte que mais gostei foi: “o vice sabe onde estão os remanecentes que seguem obedecendo a ordens de Itair Machado, Sérgio Nonato e do próprio Wagner”

    Se sabe realmente e tem intenção de ajudar, porque já não expõe tudo que daí a torcida vai saber de quem cobrar…

    Só falar assim por alto, sem mostrar nenhuma objetividade só mostra quão omisso é.

    Portanto não presta para ajudar o Cruzeiro.

    Tem que sair todo mundo que tenha qualquer relação com o Cruzeiro 2019.

    Fora Wagner
    Fora Itair
    Fora Sergio
    Fora Perrela
    Fora Granata
    Fora Benecy
    Fora Marcelo Djean
    Fora todas as pessoas que para a torcida são anônimas que estão mamando no Cruzeiro!

    Fora todo mundo!

    Cruzeiro precisa de gente com caráter e capacidade técnica para gerir com responsabilidade. O diretor que veio da FIAT e estranhamente pediu para sair com um mês de serviço, tinha capacidade para participar da gestão, não participou por saber das falcatruas que ali acontecem. Vamos Granata, dê o grito porque esse tipo de pessoa não admitiu ficar no Cruzeiro e quando saiu, por ninguém foi justificado!

  9. Muito lindo o texto, porém isso só mostra quão omisso ele foi como vice presidente e quão omisso está sendo agora.
    Se disse que não concordava com as atitudes tomadas pela atual diretoria, porque não gritou para todo mundo ouvir? Porque não denunciou as barbaridades que ocorriam lá dentro?

    Agora é muito fácil falar que foi jogado para escanteio e que não concordava com as atitudes. E ainda continua sendo omisso, porque não aproveita agora e expõe todas essas “atitudes” que ele diz que não concorda? Porquê não dá nome aos bois?

    Nada que esse senhor diz é claro, tenta justificar o injustificável.

    Foi omisso, continua sendo e por isso tem que sumir do Cruzeiro.

    Um clube beirando os 100 anos, foi destruído em um ano e meio com a conivência deste vice presidente.

    Suma do Cruzeiro!

    1. Acho qui vc não indendì direito o açunto. Leja bem a entrevista mais 50/60 vezes e depois comença a endender…resumimdo ta explicado qui foi jogado pra fora e não tinha provas do que ele estava imaginando acondeçer na diretoria do Cruzeiro…

  10. Se ele realmente esta de mãos limpas o porque não saiu antes e o porque está lá até hoje e mesmo sabendo que seu nome está na lista e ficou calado, depois que fez a entrevista ele sumiu, acho que esse Ronaldo foi muito omisso.

  11. Lamentável.
    Meu tio avô, Humberto Lavalle, é um dos fundaram o Cruzeiro e certamente, se vivo estivesse, estaria profundamente entristecido.

    1. Prezado, bom dia!

      Agora é MUITO tarde.
      Ele deveria ter renunciado em 2017.
      Faltou-lhe coragem. Foi ganancioso, apostando no caos pra ver se conseguia a presidência, “de bandeja”.

      Eu também sou Cruzeirense há quase 60 (sessenta) anos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.