Investimentos em startups bate recorde em 2021, foram R$55 bi, destaque para a 7Stars Ventures

7Stars Ventures, é uma holding de investimentos que fornece aportes e know-how para empresas

Foto: Divulgação – Thamila Zaher – Sócia 7Stars Ventures

Pesquisa divulgada na última terça-feira (04) pela plataforma de inovação Distrito revelou que o valor total dos investimentos captados por startups brasileiras em 2021 é o maior dos últimos cinco anos. Ao todo, até o mês de novembro, os aportes alcançaram uma média de  US$ 9,8 bilhões (mais de R$ 55,6 bilhões). Resultado de fazer inveja aos especialistas do mercado de capitais e das big-thecs, fundadas em garagens no Vale do Silício nos USA.

Foto: site – escritório da 7Stars Ventures,

Entre os segmentos mais aquecidos, as fintechs, ou empresas que redesenham a área de serviços financeiros com processos inteiramente baseados em tecnologia, junção das palavras financial (financeiro) e technology (tecnologia), concentraram o maior número e valor de aportes, chegando a 153 investimentos, que juntos somaram mais de US$ 3,5 bilhões.

Na sequência estão: retailtechs (varejo), real estate (mercado imobiliário),  edtechs (educação) e o setor de mobilidade. Na prática, uma das responsáveis por esse marco foi a 7Stars Ventures, holding de investimentos em startups de tecnologia, que em menos de dois anos de mercado já alcança um volume transacional de R$ 200 mi por mês e observa um retorno de mais de 10 vezes do capital investido.

Foto: Divulgação – Gustavo Almeida Sócio da 7Stars Ventures

Ao todo, a empresa aportou em termos de valor e know-how em mais de 15 startups, tais como Dryve, Take and Go, Alfred Delivery e Quero2Pay. 7Stars Ventures não é só o recurso financeiro necessário, mas também o conhecimento de modelagem, estrutura de capital e gestão necessário para o amadurecimento e crescimento do negócio.

A empresa é comandada pelo jovem Daniel Abbud, um expert que possui conhecimento acumulado de outras grandes empresas como a BeBlüe, fintech de cashback que foi comprada pelo grupo Omni em 2019, da Dryve, ecossistema que presta todos os serviços automotivos e da Quero2, site de compras coletivas que esteve entre os seis maiores do segmento no Brasil e foi vendido em 2013 e hoje já faz parte do grupo como uma plataforma de pagamentos.

Foto: Divulgação – Eduardo Mucci – Sócio da 7Stars Ventures

Ou seja, conhece a fundo do assunto e sabe o que é inovação com base tecnológica, relacionamento humano e o mais importante, confiança. O CEO da 7Stars Ventures não entrou sozinho, ele  tem parceiros fortes e sócios da estatura de Eduardo Mucci, Gustavo Almeida e Thamila Zaher, esta ultima também diretora do Grupo SEB, um dos maiores com foco em educação no Brasil. Somatório de talentos capazes de gerar resultados, perenidade e menor risco nos investimentos.

  • As informações tem como fonte a Markable Comunicação

José Aparecido Ribeiro é jornalista

www.zeaparecido.com.br – WhatsApp: 31-99953-7945 – jaribeirobh@gmail.com

Colabore com este Blog anunciando, compartilhando ou doando qualquer quantia pelo pix.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.