Motorista de aplicativo encontra nota de R$100 e devolve para o passageiro no dia seguinte

Ao encontrar nota de R$100 no banco traseiro, motorista de aplicativos não teve dúvidas de que a devolveria para o dono no dia seguinte

O Cel Rui Domingos Carence é meu amigo de longa data, comandou o 1º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais na Praça Floriano Peixoto em Santa Efigênia, entre 1997 e 1999. Hoje na reserva, gozando de merecido descanso, gosta de viajar eventualmente, e é além de padrinho, meu leitor. Há alguns dias ele me contou uma história digna de registro e que serve de exemplo, sobretudo em tempos difíceis como os que vivemos, sugerindo que ela fosse publicada.

O episódio me fez lembrar de um caso que ganhou as páginas da imprensa na semana passada pelo mesmo motivo, no dia 31/10: Taxista de Fortaleza (Valdemir Mota, 43 anos), recebeu pix de R$4 mil de uma passageira por engano. A ver o dinheiro na conta não pensou duas vezes, aguardou a passageira ligar e imediatamente fez a transferência, registrando o caso em uma delegacia de polícia. O episódio virou noticia nacional.

A história que o Cel. Carence me contou é muito parecida, até no detalhe da idade dos protagonistas. Ao chegar de uma viagem com a esposa em Confins na noite de 26 de outubro próximo passado, chamou o motorista de aplicativos Marcos Aurélio Torres Mendes (43), que prontamente estava lhe aguardando no desembarque do Aeroporto para transporta-lo até o bairro Castelo em BH. Corrida feita, o coronel pagou em dinheiro.

Na manhã seguinte foi surpreendido com telefonema do motorista Marcos que pediu que ele fosse até a portaria do prédio para devolver algo que havia esquecido no banco de trás do carro. Qual não foi a surpresa do coronel e da esposa Isabel (Morena), quando recebeu de volta uma nota de R$100 que havia caído no momento do pagamento no dia anterior.

Conversei com Marcos e ele me contou que ao chegar em casa, como de costume verificou se havia objetos esquecidos no banco traseiro e lá estava o dinheiro que não lhe pertencia. Marcos é natural de Taiobeiras, norte de Minas, e disse não ter dúvidas do que devia fazer: “sou filho de Juvenal e Lilian, casado, pai do Enzo Gabriel, e sempre recebi dos meus pais um ensinamento de que o que não é nosso, não é nosso, deve ser devolvido”, disse com naturalidade.

O profissional já foi garçom e entrou no ramo de aplicativos de transporte depois de ter deixado o restaurante Chic-Chic, ao lado do Hospital São Camilo em BH. Ele alega que todas as vezes que um passageiro desce do seu veículo tem o hábito de passar os olhos para verificar se não ficou nada para trás, mas que dessa vez como já era quase meia noite e seria a última corrida, resolveu fazer a checagem em casa.

Quando vi a nota de R$100 brilhando, não pensei duas vezes, guardei para ligar na manhã seguinte, eu tinha certeza que era do coronel. Acho isso algo extremamente natural, o que não me pertence é de alguém que transportei no meu carro, e nada mais justo do que devolver seja um objeto ou mesmo dinheiro em espécie. Não mexo em nada que não é meu. Mas se isso servir de exemplo para alguém, ao ler esta reportagem, fico satisfeito”, encerra Marcos Aurélio.

José Aparecido Ribeiro é jornalista

www.zeaparecido.com.br – WhatsApp: 31-99953-7945 – jaribeirobh@gmail.com

8 thoughts on “Motorista de aplicativo encontra nota de R$100 e devolve para o passageiro no dia seguinte

  1. EXCELENTE Matéria, ZÉ! PARABÉNS!!!

    Ela nos faz refletir quão IMPORTANTE é a Educação Familiar!

    ACHO QUE FALTAM DUAS DISCIPLINAS NA ESCOLA “PRIMÁRIA” .
    PRIMEIRA
    A EMPATIA, A ÉTICA, A HONESTIDADE, A HONRA , O RESPEITO AO PRÓXIMO, E, PRINCIPALMENTE, ÀQUELES QUE SÃO DIFERENTES FISICA E MENTALMENTE, E INCUTIR NOS ALUNOS, A BUSCA DA DIGNIDADE HUMANA E DA EVOLUÇÃO ESPIRITUAL. É UMA TAREFA da FAMÍLIA.

    SEGUNDA
    A CIDADANIA – RESPEITAR A IGUALDADE ÉTNICA/RACIAL, E A ACEITAÇÃO DE QUEM JÁ NASCE HOMO – NAO REJEITAR OU CULPABILIZAR AS PESSOAS!!!

    INCLUINDO: SCRIPTS, SKETS, CONCURSO DE REDAÇÃO, GINCANAS, PALESTRAS SIBRE O TEMA, COM REPRESENTANTES DOS QUE SOFREM A DISCRIMINAÇÃO.
    ” PARA CASA ” PARA FAZEREM JUNTOS COM OS PAIS OU RESPONSÁVEIS, SOBRE O TEMA ETC, ETC…

    SÃO IMPRESCINDÍVEIS

  2. Não é nada pessoal mas se fosse um político corrupto, ou funcionários da própria justiça será?
    Sou do triângulo mineiro mas fui fazer serviços no norte de Minas, projetos elétricos para Cemig, já tinha aposentado.
    Conheci Montes Claros e cidades de sua Superintendência, dentre elas Janauba, Salinas e Taiobeiras.
    À noite em Taiobeiras numa praça muito bonita tem uma igreja católica, fui participar da missa e de uma pregação maravilhosa.
    Fiquei impressionado com a quantidade de pessoas e o nível das pregações.
    Nunca mais esqueci aquela cerimônia.
    Eu sou casado e estava sozinho, mas sempre fui muito religioso, uma mulher rezava e pôs sua mão sobre minha cabeça e esta noite dormi muito bem.
    Queria permanecer naquela cidade mas tinha várias cidades pra visitar, fui até Ninheira.
    Mas vi que aquela cidade tinha raízes muito fortes de fé.
    Parabéns Marcos, isso foi em 2005, talvez vc ou seus familiares estavam ali.
    Parabéns

    1. Parabéns aos cidadãos citados pelas atitudes de honestidade. Surpreende pq o que deveria ser regra muitas vezes não é, o que acaba chamando muita atenção. Aconteceu conosco em Londres, e o motorista voltou ao hotel e devolveu os passaportes, valor substancial na moeda deles, até os centavos,, e ele só aceitou recebeu a gratificação depois de muita insistência. Nos pareceu ser muito normal na cultura deles tb.

  3. Gestos raros como este do Marcos Aurélio, nos leva a refletir na importância dos exemplos e norteamentos que repassamos para nossos filhos ,durante a caminhada da vida.
    Eles absorvem e,num momento futuro,os aplicam com orgulho e consciência ,como ele o fez.Estou encantada!

  4. A honestidade nos dias de hoje é uma raridade. Acostumamos com uma sociedade que enaltece o bandido e a corrupção. Vemos que no Brasil o crime compensa e é recompensado. Então merecido o reconhecimento ao Marcos. Valorizar este cidadão que mostrou lealdade com uma pequena quantia e Deus vai te honrar.

  5. Parabens ao Marcos Aurélio pelo gesto digno, respeito ao próximo e a educação recebida de seus pais. Exemplo a ser seguido e exaltado nos dias de hoje.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.