O currículo de uma médica x as capivaras de senadores impostores em CPI política

Médica foi desrespeitada, linchada, impedida de falar e feministas seguem em silêncio

Foto: Arquivo Senado Federal Assessoria de Imprensa

Quando a gente pensa que já viu de tudo na midiática e pútrida política brasileira, os senadores da CPI da Covid nos surpreendem e mostram suas verdadeiras faces. Na tarde desta terça-feira (01) o Parlamento da República Federativa do Brasil virou um tribunal inquisidor, comandado por políticos que se dizem democratas, mas agem como  ditadores sórdidos e canalhas.

A médica Oncologista Nise Yamaguthi foi recebida na condição de convidada, deixou seu trabalho para comparecer a seção e depor na CPI de forma voluntariosa, mas foi tratada com grosseria, covardia e desrespeito. Ela não merecia se não pelos títulos e reconhecimento internacional, por ser mulher e ter 62 anos. Nenhum ser humano pode ser tratado daquela maneira, impunemente, em especial por parlamentares eleitos.

O que se viu em rede nacional foi um festival de insensatez, arrogância, estupidez e despreparo. Cada parlamentar se achando o verdadeiro “Tomás de Torquemada”. Houve disputa para ver quem era mais hostil, idiota e machista. E isso não pode ficar sem resposta para a sociedade. Foi um festival de horrores contra uma mulher e contra a classe médica.

Foto: Arquivo Senado Federal Assessoria de Imprensa

O currículo da médica Oncologista Nise Yamagutchi tomaria a metade deste texto, dispensa, portanto apresentações, pois na simples condição de médica, carrega a proteção do Conselho Federal de Medicina e de tratados Internacionais que lhes garantem o exercício livre da profissão. Sua conduta médica não depende do humor, da burrice, da ignorância e nem de autorização de senadores impostores desonestos.

Imprensa ativista omite posição de médica

No noticiário da noite após o espetáculo obsceno, a história da especialista com pós-doutorado e reconhecimento internacional, não teve qualquer valor, foi reduzida a condição de “medica”, o que já seria suficiente para que suas condutas fossem respeitadas por senadores e jornalistas militantes patéticos. Um em especial deveria dar exemplo, pois também é medico e professor. Porém a tratou com desprezo, praticou linchamento profissional e esqueceu a ética, se é que algum dia soube o significado disso, refiro-me ao arrogante senador Otto Alencar (PSD-BA).

Foto: TV Senado

O festival de disparates foi maior do que o imaginável e não deixou de fora quem deveria dar exemplo de equilíbrio, o presidente da CPI, senador Omar Aziz (PSD-AM) – citado em mais de 200 processos de desvio do dinheiro público pela CGU no seu estado, o Amazonas. A mulher e os irmãos de sua excrescência já foram presos mais de uma vez pela Polícia Federal. Pasmem, o facínora que comanda o embuste  recomendou ao vivo que os telespectadores não dessem créditos ao que a médica falava, precisando ser alertado por colegas da prática de desrespeito e excesso.

CPI política visa atacar presidente da República

Na verdade a farsa montada por trás da CPI tem um único propósito, atacar o presidente da Republica. Muito mais importante do que os fatos, são as versões que estão sendo construídas com propósitos políticos e golpistas. Os senadores marginais só ouvem quem fala o que eles querem.

Com efeito, não há muito mais a ser dito por quem tem discernimento e neurônios, se não lembrar que houve um tempo em que jamais imaginávamos que um presidente da república pudesse ser preso. Há de chegar e rápido o tempo em que vamos ver ministros do supremo, senadores arrogantes, desonestos e machões atrás das grades. Este tempo se aproxima. Os citados aqui serão os primeiros na fila.

Foto: Montagem Tribuna Livre

A imprensa segue omissa, em especial o jornalismo feminino e as defensoras de causas feministas que assistiram caladas uma mulher indefesa ser hostilizada e torturada psicologicamente. A comunidade científica não pode aceitar e nem o Conselho Federal de Medicina um dos seus membros ser tratado com tamanho desdém, como se fosse marginal. O senado Federal não é tribunal inquisidor embora esteja agindo como tal.

Repare que a senadora Leila Barros (PSB-DF) saiu em defesa da Dra Nise e acabou confessando parcialidade quando disse que o presidente “sabia de que lado ela estava”. Foi também sumariamente constrangida, e nada aconteceu.

Feministas em silêncio

Por fim, procurei desde ontem manifestações de grupos feministas que deveriam se posicionar contra as agressões, tortura psicológica e machismo explícito que a medica sofreu, e não encontrei.

Foto: Movimento Feminista Dagobah

Reforço que Dra Nise Yamaguchi é uma Sra. de 62 anos com currículo respeitado, ao contrário de senadores que em vez de currículo, são portadores de extensa capivara (ficha criminal). O episódio de ontem no Senado Federal não pode cair no esquecimento, exige sobretudo da classe médica, respostas e reparações pecuniárias de cada senador que faltou com o decoro.

José Aparecido Ribeiro é jornalista

Contato: jaribeirobh@gmail.com – WhatsApp: 31-99953-7945 – www.zeaparecido.com.br

Este blog não recebe verbas publicas, precisa de anúncios e doações. Colabore!

18 thoughts on “O currículo de uma médica x as capivaras de senadores impostores em CPI política

  1. POLITICOS QUE GANHAM MENSALMENTE UMA FORTUNA DO GOVERNO ( NOSSO DINHEIRO ), ESTÃO À SERVIÇO DO MAL, PREJUDICANDO O BRASIL, ESTÁ NA HORA DE BOLSONARO ENVIAR O EXÉRCITO PRA ACABAR COM ESTA PALHAÇADA.

  2. Dra Nise Yamaguchi, sabedoria,delicadeza,humildade,educação, ante a ira de seis inquisidores blasfemos e ditatoriais. Temos de juntar nossa indignação à dela e de outros que são diuturnamente afrontados por esses corruptos. Isso é uma vergonha, absurdo dos absurdos,como esses criminosos chegaram a esta transloucada forma de agir? Só podia ser com o aval dos malditos componentes do STJ que colaboram com todo apêgo para enfraquecer nosso presidente eleito pela maioria absoluta do povo. Como não nos respeitam, forçam a barra de toda forma a criar um governo onde possam reinar com seus pares na mais completa corrupção! É esta,a utopia dessa bandidagem maldita!

  3. Queria ter assistido na íntegra mas o estômago não aguentou. Nunca vi tanta falta de educação e tanta gente desclassificada no mesmo ambiente. Quem dera um juiz tratasse desta maneira um criminoso na audiência de custódia. Não respeitam ninguém. Politicos corruptos com malas cheias de dinheiro da saúde julgando médicos. Tem um vídeo rodando na internet mostrando o senador depvat dando apoio a famigerado remédio, que eu agradeço ter usado na minha família e salvado vidas que importam para mim. O presidente do Senado não deveria nunca ter permitido tal aberração.Poderia ter a honradez de desfazer este circo e prender os palhaços.

  4. Uns malandros, querem se livrar dos seus crimes. Falta de caráter. Terríveis, só falta colocarem as pessoas que são questionadas em calabouço.
    Estou enojada, mas estou agindo e questionando o Senado sobre suas atuações. Se todos questionassem e pressionassem o Senado, eles saberiam que estão sendo vistos por muitos brasileiros, e tomariam cuidado nas suas falas e julgamentos. A narrativa vai longe.

    1. Sinceramente, nem vale à pena tecer comentários acerca desta que intitulam CPI, mas, que a meu ver, é um pequeno picadeiro de circo de lona, daqueles que passam de cidade em cidade, fazendo espetáculos repetidos o ano inteiro. Me preocupam duas coisas;
      Uma, a imagem do Brasil lá fora… um tribunal comandado por políticos suspeitos…
      Outra; onde anda nosso Glorioso STM (Pra quem não sabe, Superior Tribunal Militar)?????
      O que fizeram com essa Senhora, uma Médica de renome internacional, foi um escárnio, uma tirania, e precisa ser logo repreendido, mas não espero nenhuma atitude digna, da parte do presidente do senado, pois ele tem “suas razões particulares” pra não intervir em favor da decência, da moralidade.
      Desculpem o termo, mas é “cachorro amarrado por linguica”.
      O Brasil não merece isso.

  5. É um grande absurdo isso que os senadores chamam de CPI , vindo desses três políticos sem escrúpulos, com uma lista de acusações imensas sobre eles.
    Quem pensam que são??? Político tem que parar de se sentir donos das situações, eles não passam de meros funcionários do povo, é ridícula a posição que se colocam .Temos que nos desculparmos perante essa maravilhosa pessoa, excelente médica, um ser humano exemplar.

  6. Sinceridade. Estou com tanto nojo dessa CPI que não procuro ler nada sobre esse assunto. Depois que fizeram isso com essa medica (vomitei). Esse quadrúpede não escutou a resposta dela e saiu igual um tanque de guerra atropelando tudo e todos.
    #acreditonaleidoretorno

  7. Como essa CPI está desmoralizada , os capivaras destilam ódio contra os ” reus ” que vão até lá para serem submetidos ao descalabro. Só existem ouvidos para aqueles que se mostram contrários ao Governo. Esse Otto Alencar é um fanfarrão. Se diz médico , mas não tem cliente .

  8. Lamento mas me sinto enojada e sinceramente não consigo acompanhar a referida CPI, pois pelos comentários e pelo pouquíssimo que assisti, trata-se de um verdadeiro show de horrores presidida só por canalhas corruptos. Tenho mais o que fazer e valorizo meus momentos de ócio.

  9. Até quando vamos ter que aguentar estes facinolas destruírem a moral das mulheres.
    Cadê o exército brasileiro que deixa estas barbaridades acontecerem nas suas barbas e fingem que nao está acontecendo nada.
    Tomem decisão a populaçao brasileira pede socorro e vocês do exército e nossa esperança.

  10. ” Há de chegar e rápido o tempo em que vamos ver ministros do supremo, senadores arrogantes, desonestos e machões atrás das grades. Este tempo se aproxima.”

    É o que mais anseio e estou disposto a contribuir naquilo que for necessário e estiver ao meu alcance.

    “Reforço que Dra Nise Yamaguchi é uma Sra. de 62 anos com currículo respeitado, ao contrário de senadores que em vez de currículo, são portadores de extensa capivara (ficha criminal). ”

    Eu prefiro o termo PRONTUÁRIO . Nunca tinha ouvido falar em “capivara”. As capivaras merecem respeito, mesmo, às vezes, andando em más companhias (carrapato ESTRELA e estrela nos remete a um dos maiores males do Brasil.)

  11. Sou da mesma opinião já comentadas tem que bagunçar essa bagunça de CPI e processar com queixa crime esses vermes nojentos.
    Eu vi esse Randolfe no programa Roda Viva que arrogância se achando intelectual demais.
    Ele disse que Bolsonaro tem um rosário de crimes.
    Então nota se que querem obrigar na CPI a falarem contra a Ivermectina, hidroxicloroquina e Bolsonaro.
    Esses vermes estão até no pescoço cheios de trairagem.
    Que coisa ridícula essa CPI, segundo a polícia federal o Ceará sozinho é responsável por 60% do roubo na pandemia, 20% o Piauí e os outros 20% restante do Brasil.
    Devem ir aonde primeiro?

  12. Foi um show de horrores, imoral e desumano.
    Dra. Nice Yamaguchi e uma profissional integra e muito sabia! Admiro mais ainda!
    E preciso que haja punição para o episódio de ontem.

  13. O dia deles chegará, sim! O pior é que durante todos os anos , que os esquerdopatas, estiveram no poder, investiram milhões reais em países comunistas, pra pedirem asilos quando este dia chegar.

  14. Se alguém tinha alguma dúvida sobbre o propósito dessa despropositada CPI, agora nao tem mais.
    É assustador, pra nao dizer imoral. Pessoas com o mínimo de bom senso devem ter percebido o absurdo que aconteceu ali, uma conjunção de idiotice, hipocrisia, malandragem, canalhice, vigarice…
    Muito triste esses políticos se prestarem a mais este papel. Detalhe, estão sendo regiamente pagos (por nós) para protagonizarem esse show de horrores com o único objetivo que nem eles mesmos escondem mais.
    Deus nos proteja!

  15. Para quem assistiu o início da fala dela, acompanhou e viu que ela já participou de diversas AUDIÊNCIAS PÚBLICAS BRASIL afora e inclusive lá no CONGRESSO referente a temas da SAÚDE e ela ressalvou e chegou até a ELOGIAR diversos SENADORES, incluindo os da MESA que não levaram nada em consideração e a desrespeitaram.

    Nos sobra o alento de quem tanto ela como da Dra MAYRA entrarão com QUEIXA CRIME contra os SENADORES BANDIDOS e tomara que esses processos surtam algum efeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.