O turismo mineiro chora a morte de Francesco De Mingo

O turismo e a aviação perdem um dos mais importantes profissionais do setor, Francesco Antonio De Mingo, que morreu ontem, domingo (21) em Belo Horizonte, vítima da Covid-19. Chiquinho, como era carinhosamente tratado pelos amigos deixa saudades e legado de realizações. Foi uma vida dedicada ao turismo. Aos 78 anos, italiano naturalizado brasileiro, iniciou carreira na Varig, companhia onde trabalhou por 40 anos chegando a gerente geral e representante da Cia em Los Angeles.

De Mingo começou a carreira como menor aprendiz na aviação com 13 anos, foi office-boy na Nacional Transportes Aéreos. Posteriormente foi o mais jovem funcionário da Varig a assumir posto de gerente geral de vendas, aos 24 anos. É pouco provável que exista alguém com mais de 30 anos no turismo que não conheceu a figura admirável e agradável que sempre foi Francesco De Mingo, um gentleman.

Recebi com tristeza na semana passada a notícia dada pela esposa Rosália que o marido havia sido internado com baixa saturação, mas que reagia bem ao tratamento. Infelizmente neste domingo, pelas redes sociais o filho Gianfrancesco de Mingo comunicou o falecimento do pai.

Recentemente De Mingo esteve no Programa Conexão BH ocasião em que falamos da importância da experiência profissional na preparação de uma viagem, especialmente as internacionais, e ele lembrou que por mais que existam tecnologias e internet a serviço da concretização de reservas, a preparação de uma boa viagem exige o contato pessoal: “Nada substitui o olho a olho na hora da decisão da escolha de um destino e os detalhes de uma viagem”, disse com conhecimento de causa o amigo que se foi.

Carreira de sucesso que começou na Varig em 1956

De Mingo montou a Alfatur e soube aproveitar sua experiência, pois tinha clientes espalhados por todo o Brasil e mesmo no exterior, gente que confiava na sua experiência e seriedade conquistadas em carreira de sucesso na Varig, na Master Turismo e na própria empresa. Em 1956, aos 13 anos, deu seus primeiros passos chegando a supervisor do despacho no Aeroporto da Pampulha. Naquela época o trabalho infantil era permitido e contava prazo para aposentadoria.

Em 1965 De Mingo foi promovido para promotor, tornando-se gerente de vendas três anos depois, o mais jovem no cargo numa empresa do porte da Varig, um orgulho para o Brasil. Em 1985 virou gerente geral para Minas Gerais, e em 1990 foi transferindo para ser o representante da Cia. aérea brasileira na Costa Oeste dos USA, até o Havai, com base em Los Angeles – CA.

Após a Copa do Mundo de 1994 reassumiu a gerência geral para Minas e Espírito Santo e encerrou sua carreira na aviação para começar sua nova missão como consultor em turismo prestando serviço na Master Turismo do também conhecido e respeitado Fernando Meira,  até o fatídico 11 de setembro de 2001 quanto então tomou a decisão acertada de criar sua própria agência, em momento que parecia o menos oportuno.

Foto: Acervo pessoal Francesco De Mingo ao lado do Filho Gianfrancesco De Mingo

De Mingo sempre acreditou no turismo e na sua experiência para empreender. Me disse em nosso último encontro que a Alfatur foi uma realização que lhe dava prazer, pois tinha a seu lado a família e colaboradores que considerava muito. Gianfrancesco De Mingo, a nora Verusca, a esposa Rosália e os colaboradores seguirão firme com a Alfatur, levando o sonho de De Mingo em frente.

Vá com Deus caro amigo Francesco De Mingo, seus exemplos serão lembrados pelos amigos que te respeitavam e admiravam pela sua leveza, generosidade, bom caráter e competência. Você cumpriu sua missão com louvor e deixa saudades!

José Aparecido Ribeiro é jornalista em Belo Horizonte e presidente da Abrajet-MG

Contato: jaribeirobh@gmail.com – WhatsApp: 31-99953-7945

Este blog não recebe verbas publicas e aceita doações ou anúncios!

9 thoughts on “O turismo mineiro chora a morte de Francesco De Mingo

  1. As homenagens são muito merecidas .Francisco De Mingo era um entusiasta e sempre disponível. Lembro-me de ter pedido a ele para comprar ingressos para um jogo do Lakers em Los Angeles e tudo deu certo (não existia internet nem telefonia móvel). Meu abraço a toda a família

  2. Vi a entrevista feita por você ao senhor de Mingo no dia 11/11/21. Entrevista leve , gostosa e alegre.
    Passava uma alegria e conhecimento das coisas que tinha vivido. Foi, sem dúvida, uma das entrevistas mais leves e alegres que você já realizou.
    Tenho certeza que BH está em tristeza.
    Mas, sabemos que Deus tem pensamentos a nosso respeito, e que seus pensamentos são maiores, que os nossos pensamentos, e que seus caminhos mais altos, que os nossos caminhos (Isíias 55.8,9).
    Bendito portanto seja o nome do Senhor que dá a vida, e tira a vida.
    Que o Senhor console o coração da família e dos amigos.

  3. Que a Espiritualidade Maior possa assisti-lo e acolhê-lo nesse momento de sua vida. Meus sentimentos a todos os familiares.

  4. Meus sentimentos a toda família e amigos.

    Seu De Mingo foi um exemplo de dedicação, esforço e trabalho. Deixou um legado impressionante no turismo. Oramos para que Deus conforte a família. 2 Cor. 1:3,4

    A Bíblia fala da esperança da ressureição, O Criador da vida, vai trazer nossos entes queridos de volta.
    Atos 24:15 (www.jw.org)

  5. Meus sentimentos a família e amigos. Com certeza uma história de vida que inicia como jovem aprendiz e termina na reta final subindo ao pódio, são para poucos. Que Deus abençoe e conforte o coração de todos familiares.

  6. Nossos sentimentos a familiares e amigos. Ele já esta na vida eterna junto de DEUS.

    Minas e o Brasil perderam com certeza um ícone do setor.

    Ele nos deixa um enorme legado de ótimos trabalhos, planos, execuções para o TURISMO de Minas e do Brasil sendo um ótimo empresário e incentivando muitos a serem empreendedores.

  7. Zé, este foi o seu melhor artigo desde janeiro/21. Terei o maior prazer em compartilhar, pois o conteúdo ficou brilhante e nos trás lembranças de um grande homem que o trade turístico perde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.