OAB-MG – A hereditariedade confirmando a Dinastia do Clã Leonardos

Em Minas, diferente de São Paulo as mulheres terão que esperar, o Clã Leonardo vence e vai comandar a OAB MG até 2024, Serginho é o novo presidente

Foto: Clã dos Leonardos – Jair Leonardo, Marcelo Leonardo e Sergio Leonardo

Em eleição disputada até o último voto, a Chapa 33 “ReNova OAB” liderada pelo jovem advogado criminalista Sérgio Leonardo, filho de Marcelo Leonardo e neto de Jair Leonardo, vence as eleições para comandar a Ordem dos Advogados do Brasil em Minas Gerais, até 2024, confirmando a dinastia da família na terceira geração. Avô e pai já ocuparam a presidência da OAB-MG e agora o neto dá sequência à hereditariedade no comando da entidade máxima da advocacia Mineira.

A apuração que terminou às 22h50 deste sábado (27), deu a vitória para a chapa 33 com uma pequena diferença de 310 votos. “ReNova OAB”: 18.146 votos (41,12%), e  “Pela Ordem com Você”, com 17.836 votos (40,42%). Foi a primeira vez que a OAB MG realizou uma eleição com urnas eletrônicas, possibilitando apuração em tempo recorde. As urnas ficaram abertas das 8h às 17h em 245 municípios, em 377 diferentes seções. Foram quatro chapas e 307 subseções com chapas regionais.

Índice de abstenção e inadimplência é expressivo na OAB-MG

A entidade tem 140 mil associados, mas votaram menos da metade dos associados. O novo presidente é de Belo Horizonte, tem 43 anos, advoga há 19 anos na área do direito penal. Serginho como é conhecido formou-se na Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG. Foi tesoureiro entre 2016 e 2018 e secretário adjunto entre 2013 e 2015. É um dos responsáveis pelas urnas eletrônicas na OAB-MG, emprestadas pelo TRE. Vale lembrar que o presidente da OAB-MG indicará pelo menos cinco desembargadores para o TRF-6.

Foto: Registro da Chapa 33 – ReNova OAB

Vestindo camisa laranjada, Sérgio Leonardo foi um dos primeiros a chegar na manhã do sábado (27) e não arredou pé da porta da OAB na Rua Albita no bairro Cruzeiro durante o dia todo. Pessoalmente, recebeu seus eleitores com aperto de mãos, tapinha nas costas e alguns com abraços calorosos. Entre outras figuras importantes que estiveram presente, o ex-governador Newton Cardoso votou no final da manhã acompanhado de um assessor.

Logo após a apuração que terminou às 22h50, o presidente eleito disse que vai fazer uma gestão inclusiva, para toda a advocacia: “Parabenizo a todos os advogados e advogadas por essa vitória. A partir de hoje, não existem mais as cores laranja, roxa, verde, amarela, mas sim a advocacia unida. Agradeço a minha família pelo apoio e reafirmo o compromisso de ter o mesmo empenho que tive nesta campanha, para fazer a melhor gestão da história da OAB de Minas”, disse Sérgio Leonardo emocionado e sobre os aplausos de apoiadores, incluindo o pai.

Composição da chapa que venceu as eleições

A chapa ReNova OAB vencedora é composta por Ângela Parreira de Oliveira Botelho (vice-presidente); Sanders Alves Augusto (secretário geral); Cássia Marize Hatem Guimarães (secretária geral adjunta) e Fabrício Souza Cruz Almeida (tesoureiro). Já a diretoria da Caixa de Assistência ao Advogado (CAA/MG) será formada por Gustavo Oliveira Chalfun (presidente); Vanja Honorina Aguiar Albino (vice-presidente); Giuliano Almada de Oliveira (primeiro secretário); Valéria Lemos Ferreira Silva (segunda secretária); Silvina Araújo Mendes (tesoureira); Rodrigo Ribeiro de Oliveira Botti (diretor) e Flávia Elias Fachineli (diretora).

Foto: Antonio Fabricio e Sérgio Leonardo

Para o Conselho Federal da Ordem: Antônio Fabrício de Matos Gonçalves (ex-presidente da OAB/MG); Misabel Abreu Machado Derzi (especialista em Direito Tributário, ex-procuradora-geral de MG) e Sérgio Murilo Diniz Braga (ex-presidente da CAA/MG). Suplentes: Marcelo Tostes de Castro Maia, Nubia Elizabette de Jesus Paula e Daniela Marques Batista Santos de Almeida.

Luis Claudio entrega Caixa de Assistência dos Advogados com resultados expressivos.

Luis Cláudio Chaves reconheceu com pesar a derrota por 310 votos e disse que segue trabalhando para que a Ordem cumpra seu papel de representar e apoiar os advogados mineiros defendendo seus interesses, independente de estar ocupando cargos. Luiz entrega a Caixa de Assistência dos Advogados – CAA, com resultados expressivos e sentimento de dever cumprido. Carla Silene que liderou a chapa “Nossa OAB-MG” teve 4.134 votos, e Lucas Bessoni, com a chapa “OAB de Cara Nova”, obteve 3.287 votos, respectivamente chapas 11 e 44.

José Aparecido Ribeiro é jornalista

www.zeaparecido.com.br – WhatsApp: 31-99953-7945 – jaribeirobh@gmail.com

Colabore com a manutenção do Blog doando ou anunciando!

3 thoughts on “OAB-MG – A hereditariedade confirmando a Dinastia do Clã Leonardos

  1. Aguardo o fim da política partidária na OAB nacional com os novos conselheiros que irão para o Conselho Federal. E que cumpram a promessa de democratizar a OAB com eleição direta para o Presidente Nacional da entidade. E que todos os futuros integrantes dos Tribunais reservados ao quinto constitucional da OAB sejam eleitos pelos advogados e não continuem indicados por serem amigos do rei. Finalmente que todas as contas da OAB tenham a devida prestação de contas e passem por auditorias, pois os advogados pagam a mais cara anuidade de entidade classista (R$1.100,00) e têm o direito de saber o que é feito deste dinheiro.

  2. Agora tem que ser justiça justa, errou paga o erro nada de passar a mão na cabeça.
    Nem diminuir oposição como texto anterior.
    Respeitar as hierarquias e a liberdade de opinião, não fazer perseguição isso é horrível.
    Sei que o momento é de parabenizar mas tbm falar dos juramentos.
    Tá tão pouco respeitado no mundo de hoje.
    Porque o Bolsonaro não cai? é devido a sua lealdade com o eleitor.
    Penso que Minas sempre apresentou ao Brasil os melhores homens da sociedade organizada, temos em Brasília uma OAB omissa e covarde, faz oposição direta ao governo.
    Tá na hora de apertar esse conluio de comunista.
    Vamos torcer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.