Presidente do TJMS convida Magistratura brasileira para por fim à “palhaçada midiática fúnebre”

Desembargador convida magistratura para desentocar e voltar ao trabalho.

Contrariando a parte acomodada do judiciário brasileiro de férias desde março de 2020, usufruindo de altos salários em confortáveis apartamentos de luxo ou casas em condomínios fechados nos endereços mais caros do país, o novo presidente do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Carlos Eduardo Contar, defendeu a volta ao trabalho contra o que ele chamou de “palhaçada midiática fúnebre”.

Seu discurso de posse na última 6ª feira (22) incomodou a turma do deixa disso, os politicamente corretos, os alienados e, claro, a mídia ativista em síndrome de abstinência. O desembargador também afirmou que são “picaretas” os que defendem o “fique em casa”, um recado direto para parcela da imprensa que é cúmplice do embuste que pretende colar no presidente da República os males que o próprio judiciário impôs ao delegar a prefeitos e governadores a gestão da pandemia.

Foto: Acervo TJMS – Desembargador Carlos Eduardo Contar ao lado do Governador Reinaldo Azambuja (PSDB)

Discurso do Desembargador Carlos Eduardo Contar

“Voltemos nossas forças ao retorno ao trabalho, deixemos de viver conduzidos como rebanho para o matadouro, daqueles que veneram a morte, que propagandeiam o quanto pior melhor. Desprezemos o irresponsável, o covarde e picareta de ocasião, que afirme “fique em casa, não procure socorro médico com sintomas leves”. Não sobrecarreguem o sistema de saúde” […]

Retornemos com segurança, pondo fim à esquizofrenia e à palhaçada midiática fúnebre, honrando nosso salário e nossas obrigações, assim como fazem os trabalhadores da iniciativa privada”, declarou o magistrado que foi aplaudido ao final do seu discurso, por simpatizantes e até pelos hipócritas. O magistrado foi além e criticou a não adoção do tratamento precoce contra a covid-19, kit composto pela Ivermectina, Zinco, Azitromicina e a Hidroxicloroquina defendido por milhares de médicos brasileiros e estrangeiros, mas atacado pela mídia.

Carlos Eduardo chamou de inadmissível o “combate leviano e indiscriminado a medicamentos que, se não curam, podem ajudar na prevenção ou diminuição do contágio”, relatou. Mostremos nós, trabalhadores do serviço público, responsabilidade com os deveres e obrigações com aqueles que representamos, e por isto mesmo, retornemos com segurança, pondo fim à esquizofrenia e palhaçada midiática fúnebre, honrando nossos salários e nossas obrigações, assim como fazem os trabalhadores da iniciativa privada, que precisam laborar para sobreviver e não vivem às custas da viúva estatal com salários garantidos no fim de cada mês”, concluiu o magistrado.

Um choque de realidade na Magistratura

Quem sabe a voz deste desembargador ecoe e chegue onde mais precisa, que é nos ouvidos e nos corações de milhares de servidores do judiciário brasileiro não só no estado do Mato Grosso do Sul, mas na magistratura entocada, protegida e que vive cercada de privilégios longe da realidade de milhões de cidadãos que correm risco de ver suas famílias passando fome graças a insensatez de políticos oportunistas como o prefeito de Belo Horizonte, os governadores de São Paulo e do Amazonas, além dos já conhecidos políticos que tomaram de assalto a política nacional, salvo honrosas exceções, apoiados por jornalistas ativistas e veículos de comunicação alinhados com a esquerda.

José Aparecido Ribeiro é Jornalista em Belo Horizonte

Contato: jaribeirobh@gmail.com – WhatsApp: 31-99953-7945 – www.zeaparecido.com.br

  • Este blog de noticias não recebe verbas públicas, mas aceita doações e patrocínios. Se você gosta do trabalho deste jornalista e quiser contribuir doando ou anunciando, é fácil.

Segue o vídeo dá posse do Presidente do TJMS: https://youtu.be/BWI6G_7ikwI

16 thoughts on “Presidente do TJMS convida Magistratura brasileira para por fim à “palhaçada midiática fúnebre”

  1. Parabéns!!!
    Com pessoas honestas como o Desembargador, tenho a coragem de dizer, “O Brasil tem conserto.”
    Muito obrigada

  2. Parabéns, Exmo. Desembargador Sr Carlos Eduardo Contar!!!
    Que todos is brasileiros CORAJOSOS, HONRADOS E PATRIOTAS sigam seu exemplo 👏👏👏👏👏
    Abaixo o lockdowm, VIVA o tratamento precoce!!!

  3. Parabéns ao desembargador Carlos Eduardo Contar, e a você José Aparecido, pela coragem de dizer, o que deve ser dito sem medos. Estamos acostumados a ver todo mundo se calar e baixar a cabeça para esses políticos corruptos e desleais com a patria, com uma imprensa igualmente suja e sem limites, parceira dos destruidores da família e da fé cristã.

  4. Parabéns ao desembargador, pela coragem, patriotismo, maestria e dando exemplo ao povo, que em qualquer segmento da sociedade. Existem pessoas que tem compromisso com o Brasil. Vamos honrar nosso lema ( ordem e progresso). Fora mídia podre.

  5. É uma voz de esperança no fundo do túnel enlameado do Judiciário nacional, que pode ecoar na consciência de muitos outros, na área do Direito, afinados com a podridão do STF e da OAB do Santa Cruz…credo.
    Desembargador de muita coragem, já mostrou a que veio e curvar-se ao Sistema, nem pensar! Parabéns, como o Brasil precisa do Senhor, Des. Carlos Eduardo Contar! Deus o proteja e ilumine!
    Parabéns, Zé Aparecido, vc faz a diferença no jornalismo brasileiro!

  6. Por fim uma fala que honra o poder judiciário, tão importante para qualquer democracia, e que vem envergonhando toda nação brasileira.

  7. Ouvi o vídeo do desembargador soa como uma oração de libertação do maligno. Nossa alma vai limpando e fica alva como a neve. Aquele sapo entalado na garganta desmancha. Xô Satanás, quanto anos esperando um servidor público tomar atitudes como esta. Parabéns e vamos divulgar aos quatro cantos do Brasil para ver se a carapuça veste mais alguém . Negaram o tratamento pelo poder, não defenderam os empregados e nem os empregadores chega ! Joga fora no lixo. Vivem no mundo de Peter pan.

  8. Parabéns ao MS por contar na Presidência do Tribunal de Justiça com um verdadeiro defensor da Justiça e que tem, efetivamente, vergonha na cara.

  9. Por mais pessoas com essa visão. Representante legítimo de todas as classes. Quem sabe inspira mais alguns a colocarem vergonha na cara.

  10. José Eduardo, cada dia a mais você , leva aos mais remotos cantos de Minas.
    Meu caso, última propriedade rural, no Triângulo Mineiro . Fazendo divisa com Mato Grosso do Sul, Goiás e São Paulo. Mais de 850 km até BH. Mas conectado em tempo real aos irmãos de todo estado através de seu brilhante trabalho.
    Muito obrigado.
    Gratidão
    Cireneu Chaves

  11. Um servidor com compromisso de servidor, e com uma coisa que a grande maioria não tem: ESCRÚPULO, ou melhor, “vergonha na cara”!
    😠

  12. Enfim, um homem de coragem esse Carlos Eduardo Contar.
    Obrigada José Aparecido pelas boas reportagens que sempre nos envia.

  13. Parabéns ,
    Entendendo que ainda temos em nosso país homens que não se acovardam e
    E defendem a verdadeira democracia sem
    Demagogia.
    Ouvir a verdade e com a espontaneidade que foi dito pelo desembargador é sempre muito bom e soou muito bem nos ouvidos dos esquerdistas desse pais.
    Falou por aqueles que não tem voz nesse país.
    Muito bom

  14. Com certeza vão cair de pauladas na fala do desembargador, que sabe e faz o que é correto. Não acredito que com isso desperte o brio em nossos políticos tão acostumados a esperar que caiam do céu os resultados.
    Isso só veio confirmar que existe gente honesta, que fala a verdade e implementa ações.
    Parabéns Exmo. Desembargador Sr. Carlos Eduardo Contar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.