Secretário de Saúde de Minas Gerais é desrespeitado por parlamentares da Assembleia Legislativa

No lugar de gritos, o que o presidente da ALMG deveria oferecer ao secretário Carlos Amaral, é homenagens pelos relevantes serviços que vem prestando ao povo de Minas Gerais.

O Secretário de Estado da Saúde de Minas Gerais, Carlos Eduardo Amaral não só pode, como deve ser vacinado na condição de prioridade. Isso por que ele e o seu pelotão estão no front da guerra contra a Covid-19. Não tenho procuração para defendê-lo e acredito que ele não precisa, mas por questão de cidadania e justiça, ele merece o respeito dos mineiros e mais ainda dos deputados estaduais.

500 vacinas não acabarão com a pandemia, mas salvarão a vida de quem está enfrentando o vírus de frente, assim como todos os profissionais da saúde que atendem pacientes infectados. O desatino de quem não trabalha, ou trabalha pouco tentando impedir os que vestem a camisa é algo estarrecedor. A razão deu lugar ao oportunismo, a hipocrisia e a insensatez no legislativo estadual, empurrado por uma imprensa perdida, ativista e que presta desserviço para a sociedade como nunca antes na história do jornalismo.

Secretário foi crucificado injustamente pelo presidente da ALMG

Foto: Acervo ALMG Assessoria da Presidencia

O secretário da saúde está sendo crucificado pela Assembleia Legislativa – ALMG por que tomou a vacina e não está no grupo de risco, tem menos de 60 anos. Evidente que na condição de secretário, sendo obrigado a deslocar por várias regiões do estado ele precisa ser imunizado na frente de outras pessoas. Chega as raias do inaceitável a forma como foi tratado em audiência na ALMG pelo presidente Agostinho Patrus Filho, que faltou agredi-lo em público, em tom ameaçador e desrespeitoso com um servidor público, que ao contrário de muito naquela casa, é indispensável.

O Neurocirurgião Carlos Eduardo Amaral é considerado um dos melhores secretários de saúde do Brasil no combate à pandemia, tem trabalhado com competência administrando um estado que tem 853 municípios e adversidades que a maioria dos deputados nem sonham, pois estão entocados em seus apartamentosespaçosos ou em condomínios de luxo, como esteve o presidente durante a maior parte da pandemia.

Deputados que não tem o que fazer, inventam factoides com o apoio da mídia

Enquanto deputados discutem política inútil ou o sexo dos anjos, o secretário arregaçou as mangas desde o primeiro dia da pandemia e vem trabalhando com a sua equipe, dando exemplo de bons serviços prestados. É um especialista no assunto que sabe separar política de ciência, ao contrário dos que o criticam e do que ocorre na capital mineira, cujo prefeito é protegido pela mídia por despejar dinheiro de publicidade em veículos de comunicação quebrados, deixando a saúde nas mãos de ativistas de esquerda interessados no quanto pior melhor.

Foto: Acervo Secretaria de Saúde do Estado de Minas Gerais

Evidente que para executar o seu trabalho com segurança e transitar em ambientes diversos, ele e o seu staff devem ser devidamente imunizados, pois estão expostos e precisam se proteger. Em vez de elogios pelos bons trabalhos, ele foi humilhado por deputados que não perdem a oportunidade de aparecer. A insatisfação da ALMG não é racional, não estão brigando por causa de 500 vacinas que foram devidamente aplicadas em quem tem o direito de ser imunizado, mas por política rasteira.

Governador precisa ser firme e não aceitar ingerências da ALMG no executivo

O governador precisa mais uma vez ser firme e manter o secretário, mostrando que seu governo tem comando e não vai se curvar aos ataques dos hipócritas de sempre, demagogos que não merecem ocupar cargo no legislativo e menos ainda a jornalistas militantes que são ventiladores de fogueiras.

Jose Aparecido Ribeiro é jornalista

Contato: jaribeirobh@gmail.com – WhatsApp: 31-99953-7945 – www.zeaparecido.com.br

Este blog não recebe verbas públicas e por isso aceita anúncios ou doações!

9 thoughts on “Secretário de Saúde de Minas Gerais é desrespeitado por parlamentares da Assembleia Legislativa

  1. O problema é que atuou de forma brilhante e isso incomoda muita gente. Sei que estavam o perseguindo mas infelizmente faltou pulso firme do Governador. Que sirva de lição ao Zema se precaver diante desses deputados, que não fazem uma terça parte do que recebem, inclusive esse Patrus. Se não aprender a lição, vai terminar sozinho. A população deveria ser mais participativa da política para conhecer o lado sombrio desses crápulas, salvo raríssimas exceções.

    1. Dr Carlos Eduardo fez um grande trabalho à frente da SES,.Não merecia esta injustiça.Muito menos ser desrespeitado por deputados tão indignos e incapazes.E o governador que se mostrou um fraco.

  2. Nós mineiros só temos o que agradecer pelo exaustivo trabalho . Com muita competência seriedade e dedicação fez um excelente trabalho defende a secretaria de saúde.

  3. Tenho orgulho do seu trabalho dr Carlos Eduardo.Vc fez o que deveria fazer .Agiu dentro da normalidade. Esses canalhas candinhas que não tem o que fazer apontam o dedo pro próximo não sabendo que estão com o rabo preso.As vezes com ciúmes de um trabalho bem feito . Vc dr.Carlos tem a consciência do dever cumprido.Continuo te seguindo.Va tomar conta. Dos seus pacientes vc e muito bom neuro cirurgião.Nao precisa dessa política suja injusta que te aborreceu tanto. Boa tarde

  4. Como que chama o enfeite de espantalho, há gostinho de merda, essa cepa de Patrus é um tipo muito agressivo.
    Eles não podem ver ninguém sadio e do bem, querem replicar como uma metralhadora.
    Tem que dar vacina ou seja dar descarga no vaso.
    Essa assembleia minúscula mesmo como é cheira enxofre.
    Esses tipos não tem Deus, só fazem guerra o tempo inteiro, são incapazes de apresentar um resultado, ficam igual pernilongo atentando quem é Bruno engler e Bolsonaro a dupla BB2022
    Kkkk

    1. Tenho orgulho e admiração pelo bom trabalho de Carlos,este foi o problema trabalhou muito e bem ,e os canalhas não perde Oi am.

      1. SUA REPORTAGEM FOI JUSTA E REAL,FEZ UM TRABALHO BRILHANTE.ZEMA SE ACOVARDOU COM A PRESSAO POLÍTICA SUJA.A VACINAÇÃO TINHA RESPALDO TECNICO DO PNI E VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA.SAO SERVIDORES MANDADOS P FOCO DE COVID TEEM INDICAÇÃO DA VACINA,MAS DISTORCERAM ECRIARAM FACTOIDE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.