Sudecap completa 50 anos e a data passa em branco na agenda do prefeito Kalil

Foto: Acervo da PBH

No mesmo mês em que BH faz 122 anos, a Sudecap – Superintendência de Desenvolvimento da Capital – completa 50 anos. A data merecia comemorações e convocação da velha guarda para a criação de um Conselho de Notáveis que construíram a cidade de Belo Horizonte quando a engenharia era independente das ideologias partidárias. Porém, o 9 de dezembro passou em branco pela equipe do prefeito Alexandre Kalil e pela imprensa.

Foto: Site SantaLuzia Net

Cobertura jornalística de BH está equivocada

A cobertura jornalística da cidade é importante destacar, foi resumida a uma repetição inútil de onde o trânsito está ruim, numa ladainha vazia que não contribui em nada para o progresso da cidade. Onde o trânsito está ruim todo mundo sabe, são os mesmos lugares todos os dias. O que a população precisa saber e a imprensa não apura e nem cobra das autoridades, é o que está sendo feito para acabar com os gargalos que dependem da boa engenharia, são mais de 200.

Foto: Jornal Edição do Brasil

Criada para pensar o futuro da cidade

A Sudecap foi criada para pensar a infraestrutura e o futuro de BH no governo Luiz de Souza Lima. Gil Cesar Moreira de Abreu foi o seu primeiro presidente e comandou ao lado de um time de craques da engenharia, uma revolução na cidade. Hoje a entidade virou empresa de manutenção, quase inexpressiva, tapando buraco e fazendo obras que envergonham qualquer engenheiro que se preza.

Foto: Acervo Jornal Hoje em Dia

Quem tem mais de 50 anos deve se lembrar de nomes importantes como Ubiratan Soares de Sá, Silvio Bhering, Elmo Junqueira Lopes (falecido), Waldir Teixeira Moreira (falecido), José Luís Penido Froés, Joaquim Gonçalves Filho, Paulo Roberto de Mello Vilela, Heli Eustáquio, Afonso Resende Piedade, João Carlos Murta Valle, Paulo César Vieira, Ricardo Couto, Aline Guerra e a turma da nova geração como Adriano Moreira e Mauro Lúcio, entre outros. Eles foram responsáveis por obras importantes que permanecem, mas que não são suficientes para os tempos atuais.

Engenharia substituída por puxadinhos

Foto: Acervo PBH

O conceito de obras a propósito mudou nos últimos anos. Puxadinhos vêm substituindo a engenharia em prol de um discurso patético e medíocre assimilado pelo prefeito e sua entourage. A cidade tem uma frota que ultrapassa a casa dos 2,2 milhões de veículos, mas a turma do deixa disso segue fazendo vista grossa e repetindo o discurso ensaiado de que carro está fora de moda e que o correto é andar a pé, de bike ou de BRT. Enquanto isso o passivo de infraestrutura cresce na mesma proporção da ignorância de quem governa a capital.

Empresa do Prefeito participou da construção de BH

Dizer que obra não resolve os problemas de mobilidade virou verdade absoluta e paradigma. Lembro que uma tal Construtora Erkal, cuja tradução é: Engenheiro Roberto Kalil, tio do atual prefeito, por muitas décadas participou da construção da infraestrutura de BH. A empresa hoje está praticamente fechada, mas o Prefeito que deveria honrar com a história da família de engenheiros, entrou na onda do populismo e do jargão inútil de que obra não é prioridade.

A Sudecap não pode se prestar ao papel de coadjuvante, sua história é com a boa engenharia e com a qualidade de vida do belo-horizontino.

4 thoughts on “Sudecap completa 50 anos e a data passa em branco na agenda do prefeito Kalil

  1. O destaque é merecido sim, Sudecap e Imprensa são herdeiros de uma atitude que ao meu ver estão relegados ao passado glorioso que outrora tiveram. Vale destacar sim o miserê de ações e interpretações que abundam nestas Entidades na atualidade caquética que vivemos em nossa Capital BH. Podem até se completarem com essas defesas saudosas de tempos áureos, mas a realidade é diferente em nossas ruas, me desculpem os cegos mas quem não enxerga bem são os críticos de plantão. Parabéns pela matéria José Aparecido e continue sempre a revirar as pedras no fundo desse rio, quem sabe o lodo se desgruda e segue para outro lugar onde nós incomode menos.

  2. Que isso,Sr. José Aparecido ? Agora o Senhor está confundindo eficiência com funcionalismo público da SUDECAP ? Que Planejamento é esse ? A SUDECAP sempre foi um mero contratante de empresas privadas.Com mais bônus do que ônus.Ela nunca planejou coisa alguma.Aliás,para ser justo,o Projeto de Canalização do Arrudas foi executado pelo Plambel- antiga Superintendência de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Belo Horizonte,pelo grande Engenheiro Benício de Assis Araújo,que o entregou à SUDECAP prontinho,completo,com verba assegurada pelo Banco Mundial,simplesmente para sua implementação, já que o PLAMBEL não era, e nunca foi,Órgão Executor direto.Se quiser mais exemplos,estou pronto a fornecer.

  3. Nos meus 72 anos, tenho como referência o excelente trabalho feito pela SUDECAP durante muitos anos. Ressalto principalmente as obras iniciais de canalização do Ribeirão Arrudas no trecho entre a Rodoviária e a sede do DER na gestão do Prefeito Mauricio Campos entre 1978 e 1982. Obra de solução definitiva. Adeus inundação do Arrudas! Lamentamos que os bons trabalhos não sejam lembrados. Nos aqui fazemos justiça ao excelente trabalho da equipe do Prefeito Mauricio Campos, dentre outros que também puderam trabalhar em prol do bem estar da população de BH.

  4. SUDECAP é o melhor exemplo da instituição pública, cujo histórico nada mais é que a repetição dos erros de governantes equivocados. Kalil é herdeiro, não causador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.