Surto em navios de cruzeiro: Chutaram a lógica e a racionalidade para debaixo do tapete

Se para fazer um cruzeiro marítimo é obrigatório  vacinar, e as vacinas garantem proteção, por que tantos contaminados dentro dos navios em Santos e Salvador?

Foto: Atleta ao ar livre de máscara – Cognição afetada

Na medida em que as narrativas que sustentam a pandemia vão desmanchando por meio de contradições bizarras que incluem novas “cepas”, “variantes”, “picos”, “curvas”, “influenza”, delta, omicron etc, tenho a sensação que a cognição de algumas pessoas na mesma proporção, vai sendo afetada deixando elas imbecilizadas, incapazes de exercitar a lógica, aquela que garante a leitura critica da realidade, evitando que se tornem massa de manobra.

Basta ver o contingente de pessoas sozinhas dentro de veículos pressurizados usando máscaras, na mesma medida daquelas que caminham ao ar livre, presas cognitivamente às às focinheiras, inexplicavelmente como se estivessem sob ameaça do vírus debaixo do sol quente de frente para a brisa do mar ou em parques arborizados.

Foto: Motorista de máscara dentro do carro – Cognição comprometida

Por outro lado o uso indevido de máscaras é também ameaça á saúde, pois causa danos ao cérebro, debilitando o sistema imunológico. O significado e efeitos da hipóxia/ anóxia continua sendo escondido da população pelos que insistem em propagar a ideia, irracionalmente, sem esclarecer que elas só devem ser usadas em locais que representam riscos de contaminação pelo vírus. Jamais em locais abertos onde o risco de contaminação pelo vírus é inexistente.

Nada disso é suficiente para devolver a racionalidade e a sensação de paz, há muito alienada aos que detém os meios de comunicação, pois a sensação é de que as pessoas perderam a capacidade do raciocínio lógico, emburreceram. Esta semana os passageiros de três navios de cruzeiros em Santos e Salvador foram impedidos de desembarcar em virtude de pseudo “surtos de covid a bordo”. Mas esqueceram de perguntar: Como assim, não estavam todos vacinados?

No Splendida, foram detectados 78 casos da doença — 51 tripulantes e 27 passageiros estão infectados –, além de 54 pessoas que tiveram contato com os contaminados pelo vírus. Ainda na sexta-feira 31 de dezembro/21, a Costa Crociere anunciou a interrupção das operações do navio Costa Diadema para os embarques em Santos em 3 e 10 de janeiro e os embarques em Salvador em 6 e 13 de janeiro. No Costa Diadema, 56 tripulantes e 12 passageiros foram infectados pelo danado do vírus.

Foto: Navio ancorado mesmo com todos os passageiros vacinados

Por quê contaminaram se estavam vacinados? A vacina não é, segundo os “especialistas” a única forma de se livrar dos efeitos do SARSCOV2, evitando a Covid-19? Se não estou ficando maluco, alguma coisa errada está acontecendo entre o que anunciam ser a realidade, e o que de fato ela é.

Se a vacina garante a proteção, e se para fazer um cruzeiro marítimo, assim como viajar de um país para o outro exige-se passaporte vacinal, a dedução lógica é que as vacinas estão servindo tão somente para enriquecer laboratórios que as produzem. Se fossem eficazes, quem vacinou estaria protegido e não precisaria nem de máscaras.

Na esteira das narrativas insustentáveis, sem lógica e nem bom senso, noto o famigerado consórcio de imprensa militante agir em bloco para colocar a culpa das novas transmissões nos que se negam aos experimentos sem comprovação científica. Porém, fingem não ver que as transmissões acontecem entre vacinados. Quem estava dentro dos navios, obrigatoriamente estava imunizado, e não deveria ter sido contaminado, basta usar princípio dedutivo simples.

A propósito, o que fizeram com a lógica, o bom senso e o princípio da razoabilidade?

José Aparecido Ribeiro é jornalista

www.zeaparecido.com.br  – WhatsApp: 31-99953-7945 – jaribeirobh@gmail.com

Colabore com a manutenção deste blog anunciando, compartilhando ou doando!

11 thoughts on “Surto em navios de cruzeiro: Chutaram a lógica e a racionalidade para debaixo do tapete

  1. Quanta bobagem nessa matéria, só serve para criar mais confusão entre as pessoas. Claro que a vacina não evita a contaminação.

  2. Só um idiota não vê que o dinheiro está por trás de tudo. Vacina é dinheiro, vacina enriquece (MAIS) laboratórios. Ponto final!

  3. Quando a diminuição populacional for concretizada talvez caia a ficha ou não. Vacinem seus filhos não conheçam seus netos.

  4. Desde que foi criada a vacina já foi dito pelos cientistas que elas não imunizariam nem 70% do vírus, não houve tempo para testagem, mas se a vacina me protege 50% muito melhor do que zero, eu estava fazendo um tratamento de um câncer quando surgiu a pandemia então dei Graças a Deus quando surgiu a VACINA quando chegou minha vez tomei primeira, segunda e o reforço e claro sempre tomando todas precauções e até hoje não tive Covid, se tiver quarta, quinta tomarei penso em mim 3 em todos que me rodeiam eu não vivo no mundo sozinha.

  5. Tenho uma sobrinha, que mora no Canadá e veio com marido e filhas duas semanas antes do Natal. Lá, foram vacinados, testes para viajar, etc. Ficaram uma semana em São Paulo visitando parentes e vieram para B.Horizonte. Quatro dias antes do Natal ela teve o Covid19 . Não pudemos vê-la ainda porque aguarda a quarentena.
    Afinal, a vacina serve ou não serve.

  6. Política suja apenas isso, com participação da imprensa, a lógica é simples estão vacinados fizeram testes e munidos do passaporte sanitário, deveriam estar livres pra transitar até na lua, mas estão pesos num cruzeiro, só os trouxas ainda não enxergaram.

  7. Boa tarde pessoas amigas. Está mesmo uma confusão total, mas só acredito na nossa fé mais nada. Estamos vendo acontecer realmente quem está vacinado pegando a doença, falam que mais leve. Mas a verdade que as vacinas não protegem 100%. Vamos rezar muito e confiar . Tenho fé não peguei a doença e confio que não vou pegar em nome de Jesus.

  8. O que se percebe é a política do medo que muitos insistem em contaminar aos que não buscam informação precisa. Bom ler algo que vai além do que a mídia televisiva vem tentando manipular a sociedade. Parabéns pela matéria

  9. Sabe o que eu queria ver… era um navio com todos que não foram vacinados, apenas com o teste. Do comandante aos funcionários. Boto fé que não haveria surto.

  10. Estamos numa época … em que o dinheiro fala mais alto que a ciências os infectologistas . Não são considerados … e sim os lucros de cifras . Com suas narrativas, a subestimar as inteligências.

  11. Pois é. Só não vê quem não quer a verdadeira realidade com relação ao poder imunizante das vacinas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.