Tribunal de Contas Pernambucano aprova compra de respiradores testados em porcos para humanos

Não há diferença entre porcos e humanos para conselheiros do Tribunal de Contas de Pernambuco

A falta de compromisso de agentes públicos com a verdade não é privilégio de um ou outro estado brasileiro, parece estar no DNA de alguns que se acham portadores de sangue azul.

Eles possuem estabilidade, trabalham pouco, quando trabalham, e costumam se acharem acima das leis. Veja a que ponto chegou o descalabro com a saúde pública em Pernambuco e na Bahia.

Na visão dos Conselheiros do Tribunal de Contas de Pernambuco os respiradores de uso veterinário, para porcos, servem também a humanos. O assunto acabou se tornando público e diante das aberrações e denúncias, não restou outra alternativa ao “esperto” governador daquele estado se não, acionar a polícia.

Polícias Civis investigando crimes cometidos por governadores, parecia piada

Normal? Seria se não fosse o detalhe que vem no quarto parágrafo abaixo. A investigação se deu no mesmo modus operandi do não menos “esperto” governador baiano Rui Costa que pagou à vista por respiradores que jamais chegaram para atender as demandas de saúde do estado que ele governa mal e, por falar em porcos, porcamente.

A transação, pasmem, envolveu lojista que, dizem, comercializa maconha nos EUA.  Lá em Pernambuco, assim como aqui na Bahia teve gente inocente morrendo por falta de respiradores. Ainda sim, quem deveria fiscalizar e denunciar, assiste a tudo em cima do muro, (Tribunais de Contas e Assembleias Legislativas).

Aliás, muitos permanecem “trabalhando” remotamente até hoje, sem prejuízos para os salários e sem abrir mãos da vida boa e regalias que um concurso públicos lhes proporciona. Acima deles, nem Deus, pois se acham semideuses. Até quando?

Para essa raça de políticos e agentes públicos de sangue azul, entre porcos ou humanos, o que importa é o dinheiro que os porcos ou os humanos lhes possibilitam em suas mutretas e malandragens sórdidas, não há diferenças significativas, se não os seus interesses mercantis e a cede por dinheiro fácil. Eles não se importam com ninguém além deles mesmos.

Mas se eles acham que ficarão impunes o golpe de se auto investigarem com as polícias cujos secretários são indicados pelos próprios governadores parece ter saído pela culatra, pois nesse caso, quem vai investigar os malandros não são os delegados e policiais que batem continência para os governadores, mas a Polícia Federal.

Cadeia para políticos e agentes públicos coniventes que pensam que pernambucanos são porcos e baianos idiotas. Fogueira para os que negociam respiradores fantasmas com mercadores de maconha. Não é possível tanta impunidade num país que assistiu gente inocente morrer por falta de respiradores. É o mínimo que se espera da nossa aguerrida e competente Polícia Federal.

@dreduardoleite

#somostodosdrliwenliang

#medicospelavida

José Aparecido Ribeiro é jornalista

www.zeaparecido.com.br – WhatsApp: 31-99953-7945 – jaribeirobh@gmail.com

Este blog necessita de anúncios ou doações para a sua manutenção. Colabore!

 

4 thoughts on “Tribunal de Contas Pernambucano aprova compra de respiradores testados em porcos para humanos

  1. Desejo muito que essas investigações sejam reais e pra valer. Mas difícil acreditar que serão punidos de alguma forma ou se pelo menos o prejuízo não seja apenas do erário e no caso, o que é pior, vidas humanas perdidas.

  2. Os 10 mandamentos do comunismo, um deles é desestimular a população qto aos crimes, se o Lula roubou trilhões e ficou 6 meses preso, esses aí só fazem o BO e tá bom demais é proporcional.
    Remédio pra porco, galinha,etc não é problema.
    Os hospitais de campanha parecem pocilgas.
    Os doentes são jogados em enfermarias de certos hospitais que parecem chiqueiros.
    O Lula falou com todas as letras que na Bahia 10 reais cada voto e que não perde nenhum eleição ali e realmente aconteceu.

  3. Não me espanto com mais nada…
    #tratamentoprecocecovid19
    #usoivermectina

    🇧🇷 BOLSONARO 2022 🇧🇷

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.