Turismo de Minas recebe apoio de Ministério e Prefeitura de BH não comparece a Casa Funarte Liberdade

Foto: José Aparecido Ribeiro – Governador Romeu Zema – Casa Funarte Liberdade

Discurso afinado para fazer o turismo decolar em Minas Gerais tendo Belo Horizonte como portal de entrada do estado, foi o que ficou claro na inauguração da Casa Funarte Liberdade na segunda-feira (9). O Governador de Minas Gerais, Romeu Zema, o Secretário de Cultura e Turismo do Estado, Leônidas Oliveira (o João de Barro) e o Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio estiveram presentes na inauguração de mais um equipamento que faz parte do Circuito Liberdade, lançado no dia 29 de outubro pela Secult-MG em solenidade no Museu do Metal da Gerdau, na Praça da Liberdade.

Leônidas Oliveira fez questão de reforçar que um dos pilares do turismo em Minas é o cultural: “O casamento entre as duas pastas não poderia ter sido mais feliz e oportuno, turismo e cultura em Minas estão entrelaçados na história e na antropologia do nosso povo”, comentou o secretário em seu discurso para convidados que lotaram o anfiteatro do prédio Tancredo Neves que era conhecido como “Rainha da Sucata” e que hoje abriga a Casa Funarte Liberdade, espaço de interação para música, teatro, poesia, turismo e artes.

Foto: José Aparecido Ribeiro – Leônidas Oliveira – Secretário de Turismo e Cultura de MG

O secretário concentrou sua fala em tom de otimismo lembrando que não faltarão recursos para o incremento do turismo e da promoção cultural: “Estamos abertos para receber projetos que possam ser colocados nas vitrines de operadores nacionais e internacionais”, lembrou. Para isso os recursos estão garantidos através da Lei Aldir Blanc, a Lei 14.017/2020, chamada Lei de Emergência Cultural, que prevê apoio emergencial ao setor cultural diante do estado de calamidade pública decretado pela União em função da pandemia do Covid-19.

Em Minas os recursos virão por meio de um fundo de compensação que a Mineradora Vale disponibilizará para o Turismo na ordem de R$120 milhões, subsídios que se referem ao retorno por compensações da Mineradora para recuperação da imagem do setor que foi o mais afetado nos últimos anos em virtude das duas tragédias ambientais de Mariana e Brumadinho, ambas com impactos devastadores na cadeia produtiva do turismo e da cultura. Somados os recursos do Estado e da União, Minas tem para o fomento do turismo e da cultura mais de R$250 milhões nos próximos dois anos. Nunca a pasta teve tantos recursos. A Artista Plástica Yara Tupinambá foi umas das primeiras a chegar e está otimista com o novo espaço: “Estávamos precisando de uma injeção de ânimo e ela chegou”, relata a queridinha mineira da artes que foi destaque na inauguração com a simpatia de sempre que é sua marca, além do talento singular.

Foto: José Aparecido Ribeiro – Yara Tupinambá – Artista Plástica

Leônidas encerrou seu discurso citando trecho de um poema do mineiro Guimarães Rosa, que nasceu em Cordisburgo, cidade que tem como atrativos turísticos as grutas e o rico acervo cultural:  “Disse que o mineiro não crê demasiado na ação objetiva; mas, com isso, não se anula. Só que mi­neiro não se move de graça. Ele per­­manece e conserva. Ele espia, indaga, protela ou palia, se sopita, tolera, remancheia, perrengueia, sorri, escapole, se retarda, faz véspera, tempera, cala a boca, matuta, destorce, engambela, pauteia, se prepara. Mas, sendo a vez, sendo a hora, Minas entende, atende, toma tento, avança, peleja e faz”.

Foto: José Aparecido Ribeiro – Ministro do Turismo Marcelo Álvaro Antonio

O Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio lembrou que recebeu ordem do presidente Jair Bolsonaro para fazer do setor um aliado na geração de empregos renda e, sobretudo de intercâmbio cultural com outros países. Ele que é mineiro de Belo Horizonte nascido no Barreiro e ex-vereador da capital, elegeu-se Deputado Federal em 2014 e foi articulador da campanha de Bolsonaro em Minas Gerais em 2018. Estava ao lado do Presidente quando houve a tentativa de assassinato em Juiz de Fora. É aliado de primeira hora e goza da confiança da família Bolsonaro.

O ministro elogiou o Circuito Liberdade e disse que pretende criar no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte em Confins, um terminal de conexão modal rodoviário e aéreo que permita conexões imediatas para os principais destinos turísticos de Minas. Marcelo pretende incluir como parada obrigatória dos roteiros o Circuito Liberdade. “Podemos incluir nestes roteiros uma passagem pela Praça da Liberdade antes de seguir para os destinos finais, fazendo do Circuito o portal de entrada do Estado”, destacou o Marcelo Álvaro.

Zema: Protocolos de Minas poderiam ter salvado a vida de 70 mil pessoas na pandemia

O Governo Romeu Zema foi o último a falar e fez discurso enfático ao anunciar que o potencial natural e cultural do estado que ele governa é gigantesco: “Não pouparei esforços para promovê-lo e espero com isso gerar oportunidades de emprego, renda e esperança para os cidadãos mineiros. Já dei ordem ao secretário Leônidas para que ele incomode o Ministro Marcelo para isso”, relatou o governador em tom amistoso. Zema aproveitou para lembrar que Minas é o estado onde menos pessoas perderam a vida em virtude da pandemia: “Se os protocolos utilizados pelo estado tivessem sido adotados em todo o país, 70 mil brasileiros não teriam perdido suas vidas na pandemia”, disse o governador. Ele reforçou a necessidade de mais diálogo e menos política, pois este é o único meio de fazer o país voltar para os trilhos do desenvolvimento.

O mandatário de Minas Gerais entende que o turismo aqui é cultural e que por isso as duas áreas devem andar juntas. Os espaços que farão parte do circuito estão sendo transformados em produto turístico para divulgação e farão parte também de roteiros que devem incrementar o turismo da capital, mesmo não estando dentro do raio geográfico da Praça da Liberdade e não tendo a prefeitura como aliada.

Prefeitura não comparece ao evento de inauguração da Casa Funarte Liberdade

A Belotur – Empresa Municipal de Turismo e nem a Prefeitura de Belo Horizonte compareceram ao evento. Fontes ligadas a autarquia responsável pela promoção da capital informaram que a ordem do Prefeito Alexandre Kalil é de que nenhum funcionário tem autorização para participar de eventos promovidos pelo governo estadual, ainda que a Capital possa ser a maior beneficiária. Turismo praticamente não existe na agenda da PBH.

José Aparecido Ribeiro é Jornalista em Belo Horizonte e presidente da Abrajet-MG

Contato: jaribeirobh@gmail.com – WhatsApp – 31-99953-7945

7 thoughts on “Turismo de Minas recebe apoio de Ministério e Prefeitura de BH não comparece a Casa Funarte Liberdade

  1. Realmente deplorável a atitude do prefeito. Demonstra o total desconhecimento e desinteresse pelo Turismo!

  2. *prefeito de Belo Horizonte é uma lástima, infelizmente não soube governar a cidade a bela cidade Belo Horizontina

  3. Infelizmente esse prefeito de Belo Horizonte é uma lástima e lamentável a sua atuação na cidade.

  4. Alguns pontos me chamaram a atenção.
    O que o Governador Zema disse penso que foi muito pessimista, Minas tem turismo cultural, mas entretanto tem em Araxá o turismo de águas termais e tbm no sul de Minas, bem como tantos outros como passeio as cidades históricas e a Serra do Cipó, outros como a represa de Miranda em Uberlândia e Furnas, etc…
    A boa notícia o Aeroporto Internacional.
    Com relação ao Kalil este pode ser processado com assédio moral.
    Ele não manda na vida particular de funcionários da Prefeitura.
    Cabe até pedido de impeachment em se considerando o número de funcionários e seus familiares.
    Ameaça é crime, esse cidadão não participar é até um grande favor, a imagem dele é desagradável.

  5. O que esperar de um animal como KALIXO? Está alinhado com o PT x Dilma( outro dia fez um agradecimento)!!! Lixo

  6. Deplorável a atitude do prefeito de Belo Horizonte,mostrando total desinteresse pela cultura e o turismo.
    Aliás pelo que consta a falta de cultura e o dinamismo da equipe da prefeitura e sobretudo do proprio prefeito são já
    do conhecimento da maioria dos Belo Horizontinos!
    Mais uma vez parabéns ao governo de Minas por esta iniciativa!
    Vamos torcer para que seja um sucesso!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.