Turismo no Mar de Minas (Furnas), ganha apoio da Marinha e da Secult

A cidade de Campo do Meio – MG, cujo prefeito é também presidente da Associação dos Municípios do Lago de Furnas – Alago, Robson Machado de Sá, foi sede de importante encontro que discutiu políticas para melhoria do turismo de Furnas. O evento ocorreu na manha da última quinta-feira (9). Na pauta o turismo sustentável e a segurança no Lago, que é considerado o Mar de Minas. Autoridades do turismo, da Marinha do Brasil e dos 34 municípios que são banhados pela represa, marcaram presença. Furnas é um dos maiores lagos artificiais do mundo, são 1.440 km2 de espelho d’água.

Foto: José Aparecido Ribeiro – Evento na Câmara Municipal de Campo do Meio

A cúpula da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo, incluindo o Secretário Leônidas Oliveira, a subsecretária de turismo Marina Pacheco e o secretário adjunto da pasta, Bernardo Silviano Brandão, marcaram presença. A Marinha do Brasil e a Capitania Fluvial de MG foram representadas pelo Capitão de Mar e Guerra Nicácio Sátiro de Araújo, e o delegado regional, Capitão de Corveta Fábio Bambace.

O evento contou com a colaboração e a capacidade de articulação do empresário e presidente da Confraria do Fogão a Lenha, o conhecido e respeitado Roberto Gontijo. Em pauta as cotas mínimas para que o espelho d’água de Furnas volte a banhar os municípios que hoje estão secos e contabilizam prejuízos no turismo e nos negócios, a exemplo de Campo do Meio. Desde que ONS – Operador Nacional do Sistema Elétrico passou a monitorar o espelho d’água e a tratá-lo apenas pela ótica da geração de energia, o turismo vem amargando prejuízos nas cidades onde as águas do lago não chegam mais.

 

Foto: João Paulo Gontijo – Comandante Nicácio Araújo, Advogado João Pedro Gontijo e Secretário Leônidas Oliveira

A mudança do nome do Lago de Furnas para Mar de Minas e a adoção de uma marca foram temas tratados no encontro, com a garantia dada pelo secretário de que a divulgação e promoção do destino serão prioridade na agenda da Secretaria de Turismo. Foi debatida também a presença da Marinha no Mar de Minas para disciplinar e oferecer segurança às embarcações que navegam pela gigantesca represa. A Alago adotou o símbolo de um Ipê Amarelo como marca, árvore presente em todos os municípios e no entorno dos mais de 3.500 km2 de perímetro do lago.

No dia 23 de janeiro de 2020, ocorreu no município de São José da Barra – MG, a cerimônia de ativação da Delegacia Fluvial de Furnas (DelFurnas), que foi presidida pelo então Comandante do 1º Distrito Naval, hoje Chefe da Secretaria Geral da Presidência da Republica, Almirante de 4 estrelas, Flávio Augusto Viana Rocha, um dos principais articuladores da equipe de governo do presidente Jair Bolsonaro. Entre outros feitos, recentemente militares da Marinha conseguiram desarticular com ajuda da policia civil de MG, quadrilha que roubava motos aquáticas no Lago.

Foto: Paulo Vitor Gontijo – Jantar oferecido pelo Terramare Península

O evento teve presença de 17 prefeitos, representantes de associações, políticos e autoridades de praticamente todos os municípios que são banhados pelo Mar de Minas. O Secretário informou que o turismo do Estado vai receber recursos de R$120 milhões de compensações dos danos que a mineradora Vale causou com o rompimento de barragens, não só a imagem de Brumadinho e Mariana, mas sobretudo a de Minas Gerais, e que os recursos para o marketing e promoção da região estão garantidos.

Estão programados dois grandes eventos no Rio de Janeiro que levarão a marca da Campanha Minas para Minas, para o Brasil e para o Mundo, comemorando os 300 anos de Minas Gerais, destacou o secretário para um seleto público de turismólogos, empresários e políticos que lotaram o salão nobre da Câmara Municipal de Campo do Meio. A marca e a bandeira do estado serão projetadas no Cristo Redentor dia 1º de dezembro próximo em evento portentoso organizado pela SETUR, inaugurando assim as comemorações dos 300 anos do Estado mediterrâneo.

Cota Mínima de 762 metros é a meta da Alago

A Cota mínima necessária para atender a maioria dos municípios é de 762 metros em relação ao nível do mar. Segue em curso, há pelo menos dois anos, movimento dos municípios de Furnas que tem ajuda da Assembleia Legislativa – ALMG e do senador Rodrigo Pacheco, com o propósito de garantir que a água do Lago chegue há pelo menos 90% das cidades. O assunto entrou recentemente no radar do presidente Jair Bolsonaro e do governador Romeu Zema, ambos favoráveis à cota mínima. A água do lago de Furnas vem sendo usada pelo estado de São Paulo.

Quando tomou posse como Secretário de Turismo o experiente secretário Leônidas Oliveira recebeu recomendações do governador Romeu Zema para envidar todos os esforços na transformação da região em um destino turístico consagrado. O Secretário recebeu a missão e disse ter um motivo a mais para cumpri-lo: “Ainda como seminarista na arquidiocese de Luz, guardo lembranças de passagens pelas cidades no entorno do Lago, são memórias que marcaram a minha vida e que servem para confirmar a  importância deste lago na vida de milhões de pessoas que vivem nas 34 cidades da região”, relata.

.

Foto: João Pedro Gontijo – Secretário Leônidas, Jayme Resende Terramare, Comandante Nicácio – Marinha

Terramare recebeu autoridades e imprensa para jantar de confraternização

Antes do evento os participantes foram recebidos na Pousada Terramare de propriedade do empresário Jayme Resende e de sua esposa Janaina Resende, ela no comando do belíssimo complexo turístico equipado com uma pousada na categoria 5 estrelas, que tem até pista de pouso, píer, piscina de borda infinita e um restaurante de altíssimo nível, comandado pela filha de Jayme Resende, Maria Luisa Resende.

Foto: Acervo Pousada Terramare – Suíte da Pousada Terramares

A Península Terramare é um oásis de sofisticação e beleza natural cravada em uma das mais belas paisagens do Mar de Minas. Jayme ofereceu na noite de quarta feira (8) jantar aos convidados e aproveitou para revelar novos planos. Em curso a construção de empreendimento no modelo timeshare, ao lado da Pousada com padrão 6 estrelas, estrutura arquitetônica arrojada e muita sofisticação. O Terramare possui 20 unidades habitacionais que estão sempre lotadas por empresários que chegam ao local nos próprios helicópteros e aviões. O endereço é frequentado também por famosos que apreciam privacidade e o anonimato. Reservas somente em Janeiro de 2021.

José Aparecido Ribeiro é  presidente da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo – Abrajet-MG

Contato: jaribeirobh@gmail.com – WhatsApp: 31-99953-7945

 

3 thoughts on “Turismo no Mar de Minas (Furnas), ganha apoio da Marinha e da Secult

  1. Parabéns a todos os envolvidos neste projeto ???Minas precisa realmente ser mais aceita pelos turistas,pois possui uma beleza sem igual na sua natureza e hospitalidade.

  2. Que continue LAGO de FURNAS e cota mínima 762, o que nessa data já está desrespeitado. Em frente nosso rancho em Cristais já se avizinha o pasto dos últimos 03 anos. Desrespeito total além da retirada de água para irrigação e barulho do bombeamento a céu aberto e ninguém faz nada.

  3. Mudar o nome de Lago de Furnas para Mar de Minas constitui uma descaracterização imperdoável. É muito ruim, tão ruim quanto haverem mudado o nome do famoso no mundo Aeroporto do Galeão pata aerporto Tom Jobim, nada a ver. Até o trafego aéreo caiu radicalmente. Portanto, mantenham o majestoso e tradicional nome LAGO DE FURNAS.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.