A BR 381 e os focas da imprensa mineira.

A imprensa mineira, com honrosas exceções, e a Revista Entrevias é uma delas, tem tratado o tema Rodovias Federais e Anel Rodoviário de BH com o olhar do "foca", cumprindo pauta. A maioria dos Jornalistas recortam fatos ou fazem um históricos dos acidentes, trabalham na superfície, não se interessam pelas causas, nem tampouco pelos seus verdadeiros responsáveis. Alguns instigam os leitores, provocam comoções, mas não mostram as caras dos verdadeiros culpados… É a turma do Ctrl"C", Ctrl"V", vivem de acordo com o sistema, fazendo o jogo sujo, contentam-se com as migalhas, com os afagos, em nome de um pedacinho do bolo ou mesmo da vaidade de quem não está nem aí para o tema.

 

O problema é que a pauta sobre esse tema nunca acaba e sempre vem com dor, a dor da morte para quem fica. Hoje são 5 desconhecidos, mas um dia pode ser um parente, um amigo ou quem sabe até um de nós que usa a 381, a 040 ou mesmo o Anel Rodoviário. Com efeito, não dá mais para ficar na superficialidade, procurando culpados, que regra geral, são vítimas. Convidamos os políticos para esquecerem suas agremiações partidárias e eles fingem nos ouvir. Vários inclusive foram eleitos tendo este tema como prioridade em suas campanhas. Uma mentira deslavada que os focas não podem ou não tem coragem de mostrar.

 

Passou da hora de sairmos do comodismo, do politicamente correto e dar nome aos bois. Eles estão ai, posando de santinhos, se dizendo sensibilizados, solidários e até vitimas. Pura enganação… Os 5 mortos de hoje já serão esquecidos antes mesmo da missa de 7º dia. Amanha serão 10, depois 20 e por ai vai. Chega de falsidade Srs., honrem seus diplomas e mostrem quem são os culpados por essa carnificina na Rodovias Federais que atravessam Minas. Não vale dizer que são os imprudentes, pois esses sempre existiram e não há remédio contra eles.

 

O remédio para o problema é a construção de rodovia minimamente decentes, com pistas independentes que evitam colisões frontais. Em SP são 22 milhões de veículos, aqui são só 8 milhões e os números não deixam dúvidas. Mesmo com uma frota 3 vezes maior, São Paulo tem 5 vezes menos acidentes com mortes do que Minas. Isso revela que não é a imprudência a causa de mortes, mas a INCOMPETENCIA dos nossos representantes em Brasília.  Se são eles, por que não dizer o nome deles? Antes que me acusem de exagerado ou injusto, se alguém souber de outros nomes a quem devemos apontar o dedo indicador e cobrar atitudes, que me digam. Do contrário, convido os verdadeiros Jornalistas AUTONOMOS para prestarem um serviço de cidadania há muito esperado da Imprensa Mineira.

 

Convidem para fazer uso da palavra os Ex-Ministros do Governo Lula: Dilma Rousseff, Walfrido dos Mares Guia, Luiz Dulce, Hélio Costa, Patruz Ananias e o espírito do Vice Presidente da República (que Deus o tenha longe daqui) Sr. José Alencar. Convidem o atual Ministro do Governo Dilma: Fernando Pimentel. O ex Diretor Geral do DNIT e atual Secretario de Estado: Alexandre Silveira. Os Senadores Eleitos e Senadores sem votos: Aécio Neves, Itamar Franco (que Deus o tenha) Eliseu Resende (que Deus também o tenha) – Zezé Perrela, e Clésio Andrade – este ultimo atual e perpétuo presidente da CNT. Toda a Bancada Federal de Minas em Brasilia, Nobres Deputados Federais responsáveis por defender o interesse do povo Mineiro em Brasília.

 

São eles os responsáveis por encontrar soluções. Ou alguém conhece outros a quem devemos recorrer?

 

José Aparecido Ribeiro

Presidente da ONG SOS Rodovias Federais

31 9953 7945

CRA MG 0094 94

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.