Mais um final de semana sangrento na Rodovia da Morte. Só mais um!

Mais um final de semana sangrento na famigerada Rodovia da Morte, BR 381. Este foi mais um entre tantos que virão e que serão debitados na conta do acaso, da fatalidade ou mesmo da imprudência, quando deveriam ser computados na conta da incompetência da bancada Mineira em Brasilia, que permanece calada diante do imbróglio, inerte e omissa. Eles sim são os verdadeiros culpados por essa carnificina que não tem fim. Protegidos no conforto dos seus gabinetes de Brasilia, vivem longe da realidade, omissos e fingindo não ver a realidade. Tornaram-se especialistas em desculpas esfarrapadas.

 

Desta vez uma família inteira foi dizimada em uma das 215 curvas que separam BH de João Monlevade, em um trecho de apenas 100 km, na famosa curva do mel, na localidade de São Gonçalo do Rio Abaixo. O que dizer desse acidente se o motorista era experiente e tinha mais de 20 anos de carteira, conhecia a rodovia e era cumpridor dos seus deveres ao volante, dirigia com prudência? Alguns dirão que chegou a hora, outros que ele deveria ter entrado na curva mais devagar e há aqueles que acreditam que foi obra do acaso a causa da tragédia. O acaso de ter nascido em um país de políticos corruptos e sem compromisso com a coisa pública.

 

Poucos no entanto terão coragem de chamar à responsabilidade os verdadeiros culpados que ainda não entenderam que o assunto BR 381 esgotou, virou um deboche com o povo, uma falta de respeito, um atestado de incompetência de agentes públicos que vivem encastelados, incluindo o Ministério Publico Federal e a Justiça, que não se manifestam, quando deveriam agir e fechar essa rodovia para o trafego até que alguma coisa fosse feita para evitar tantas mortes. Lembro que a rodovia mata mais de 500 pessoas por ano e ainda assim a sua reconstrução é tratada pela mesma via da burocracia das obras publicas de menor relevância.

 

A BR 381 não pode ser tratada como mais assunto de segunda categoria por burocratas insensatos, nem tampouco como moeda de troca de políticos inescrupulosos em véspera de eleições, ela é um assunto de segurança nacional. Chega de enrolarão, de adiamentos, de desrespeito, de falta de sensibilidade, o povo exige soluções. Cadê os nossos Senadores, Deputados Federais, Ministros e Agentes Públicos responsáveis pelos processos burocráticos? Todos eles precisam saber que por negligencia omissão, prevaricação, desídia ou incompetência, estão permitindo que inocentes morram diariamente nesta rodovia, e isso precisa acabar.

 

José Aparecido Ribeiro

Consultor em Mobilidade e Transito

ONG SOS Rodovias Federais

CRA MG 0094 94

31 9953 7945

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.