O que as UPP´s tem em comum com o desenho animado Tom e Jerry?

As autoridades Cariocas estão se mobilizando para atacar a violência no Rio, pela via das UPP´s, cuidando dos efeitos e esquecendo-se das causas, como quase tudo que depende de decisões políticas no Brasil. Pergunto aos especialistas da política e da sociologia, cuja responsabilidade é interpretar a realidade e apresentar soluções para o problema:  A cidade tem 1.225 favelas e 1/3 da sua população morando nelas ao lado dos ratos, da desorganização e da criminalidade. Não vimos nenhum movimento local, estadual ou federal para mudar esse cenário, recuperando espaço e dando endereço, dignidade e alguma esperança para os favelados da Cidade Maravilhosa. O romantismo toma conta do noticiário enquanto o crime muda de endereço, saltando de um morro para o outro como no desenho animado da TV “Tom e Jerry”.

Vale lembrar que o programa do governo federal “minha casa minha vida” não tem como foco o fim das favelas, ele pretende dar a oportunidade para quem vive de aluguel e tem renda para ter o seu próprio imóvel. Com efeito, chega a ser cômico, se não fosse trágico, ver as autoridades policiais querendo fazer segurança publica neste “terreno”, enxugando gelo, já que para a marginalidade, a questão territorial é apenas uma questão de tempo. Mais do que traficar drogas e armas, eles cumprem o papel do Estado oferecendo proteção e as vezes até emprego para quem não tem esperança. UPP portanto, além de não resolver o problema, perpetua a desorganização e transfere o problema de um local para o outro, deixando os políticos com a sensação do dever cumprido, o que é um equivoco grave. Sem organização e dignidade, não existe segurança pública nem aqui, nem na China.

 

José Aparecido Ribeiro

Consultor em Assuntos Urbanos

ONG SOS Mobilidade Urbana

CRA MG 0094/94

31-9953-7945

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.