Patruz e sua mineirisse …

Com todo respeito pelo brilhante professor de direito da PUC Minas, Patruz Ananias, cidadão de Bocaiúva, terra cujo mapa de localização encontra-se em território mineiro. O nobre político, que esteve ao lado de Lula por 8 anos é nosso conterrâneo e como nós, ou pelo menos, como a maioria de nós, acredita que o estrangeiro é portador da verdade, mesmo que ela não se confirme.

 

Está contratando fora, o que poderia encontrar aqui com qualidade superior e eficácia comprovada. Seu marqueteiro vem da longínqua Venezuela de Hugo Chaves e trás na bagagem uma revelação: a de que a auto estima dos nossos representantes políticos continua baixa. Coisa de mineiro que alça voos e aportam em Brasilia. Eles costumam deixar a vaidade tomar conta das suas ações, passam a falar de nariz empinado, posam de intelectuais, e pouco ou nada fazem pelo Estado que nasceram.

 

Pior do que isso é o fato de que a Capital Federal provoca neles um sentimento de grandiosidade que não se traduz em resultado para sua terra natal, acreditam que são donos da verdade, iluminados, ungidos pelo óleo da sabedoria e que minas não os merece mais. E não é por acaso que continuamos trafegar pela BR 381, BR 040, BR 356, Anel Rodoviário e nas gaiolas de BH que substituíram os bondes a 50 anos atrás. O tempo lá fora segue a sua lógica, aqui desloca em câmera lenta…

 

Sorte dele e da maioria dos “ilustres” mineiros que poderiam usar suas influencias para trazer progresso e não fazem, é que o povo tem coisas mais importantes ocupando sua mente. Ele precisa assistir novelas diariamente de 17 às 23H, gritar pelo galo e pelo cruzeiro, quarta, quinta, sábado e domingo, e mais recentemente vibrar pelo MMA e UFC, como na Roma antiga.

 

Saudades de JK, Bernardo Saião, Israel Pinheiro e outros que não esqueciam Minas quando aportavam em Brasilia ou em qualquer outro lugar. Ao contrário, usavam suas influencias para fazer Minas sair do atraso e ser motivo de orgulho para o seu povo.  Suas marcas continuam firmes, atuais, nos servindo enquanto esperamos o povo acordar de seu sono profundo e voltar a ser juiz da democracia com responsabilidade e um mínimo de discernimento.

 

José Aparecido Ribeiro

Consultor em Assuntos Urbanos

CRA MG 0094/94

31-9953-7945

One thought on “Patruz e sua mineirisse …

  1. Sentimos saudade de certos momentos da nossa vida e de certos momentos de pessoas que passaram por ela.
    Carlos Drummond de Andrade

    Há de ter saudades mesmo, os que podem fazer a diferença, sempre são podados por incompetentes, não é uma luta justa, exemplo a política do nosso país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.