TRT em greve na sexta feira véspera de feriado…

A direção do TRT / MG (Tribunal Regional do Trabalho) pasmem, declarou que não haverá expediente na sexta feira. Ou seja, estão de greve. Parece piada, INACREDITÁVEL. Vale lembrar que eles são servidores públicos, e deveriam dar exemplo. Ganham salários gordos e possuem um monte de privilégios.

Na verdade trata-se de um grupo de juizes que se dizem preocupados com a segurança de servidores e deles próprios, certamente simpáticos a causa de sindicalistas  e que estão contra a reforma trabalhista por que sabem que irão perder força.

O Brasil não pode ficar calado diante deste absurdo. Nós cidadãos que pagamos impostos e os salários desses servidores  nao podemos compactuar com isso. Você sabe qual é a média de salário de um juiz do TRT? Tá sentado? 35 mil reais. Fora dezenas de privilégios como estabilidade e aposentadoria integral.

Se você que é funcionário de uma empresa privada faltar ao trabalho  o que acontece com o seu ponto? Certamente será cortado e você pagará por isso. Essa “casta” não tem sangue azul e não pode se dar ao luxo de decretar feriado em uma sexta feira num país quebrado e com 25 milhões de desocupados. Isso é inaceitável.

Servidor público que não trabalha na sexta feira por que está inseguro é conversa fiada. Isso é capricho e oportunismo para emendar o feriado de 4 dias. São merecedores de punição severa e  demissão, com devolução de salário para os cofres públicos. Escárnio inadmissível.

Com efeito, ou declaram que estão em greve e assumam as consequências,  ou  seus pontos devem ser cortados se não comparecerem ao trabalho nesta sexta feira. Nada de  privilégios. Se você concorda, compartilhe e faça a sua parte como cidadão zeloso.

Jose Aparecido Ribeiro

Autor do Blog SOSMOBILIDADEURBANA

31-99953-7945

9 thoughts on “TRT em greve na sexta feira véspera de feriado…

  1. O TRT decide que para eles é feriado, mas decide também que os metroviários e rodoviários tem que trabalhar em “escala mínima”, sob pena de multa!! Quanta incoerência!!!

  2. País da imoralidade, onde a falta de decência e ética reinam.
    Um povo farto de ser injustiçado com a desigualdade e o tratamento diferenciado de algumas categorias inconcientes de seus deveres e oportunistas quanto aos seus “direitos”.
    Diante de tal situação, clamamos por leis que combatam esse velho e viciante processo!

  3. Porque tanto espanto,você esqueceu da falar dos politicos que fazem piormuitos deles com certeza vão estar na grfeve amanha.Sei de muitos servidores que vão parar amanha para apenas emendar feriado.Essa greve amanha é politica pura e te digo mais quem parar vai ter os dias descontados e esta dentro da lei.Sera qeu depois da sexta vai mudar alguma coisa acredito que nadinha.

  4. Olha. Tenho contato com diversos magistrados e servidores do TRT. Todos estão bem receosos com as reformas trabalhistas. Não por eles, mas pela população que é regida pela CLT, ou seja, que ficam à mercê dos empregadores.

    Basta pesquisar no YouTube ou no site do TRT, Que encontrarão facilmente manifestos e vídeos mostrando quão penosa será a aprovação da reforma trabalhista. Concordo que é contraditória a decisão de aderir à greve, e, ao mesmo tempo, obrigar metroviários a trabalhar com escala mínima. Mas o que posso afirmar, com conhecimento de causa, que todo o
    TRT da Terceira Região está solidário aos empregados e ao triste momento pelo qual passamos.

  5. Sou servidora pública federal , trabalho em hospital , mas não tenho tais privilégios . Trabalho duro , não tenho anuênio nem férias , nem direito a aposentadoria integral ( sou portadora de EM ) , em tratamento . Não concordo com a reforma trabalhista nem previdenciária .

  6. Salvo engano, os magistrados não têm “Férias Premium”, mas sim 60 dias de férias por ano, sem a tal denominação. Os servidores trabalham entre 6 e 7 horas por dia, dependendo do setor, masos magistrados não tem com cumprir horário, nem tem controle de ponto. Aliás, quase nenhum deles trabalha às sextas-feiras, muitos também não trabalham às segundas. O horário típico de trabalho de um juiz é terça, quarta e quinta, somente de manhã ou somente à tarde. Via de regra, os servidores fazem o serviço e o juiz apenas assina, pois costuma ficar bastante ocupado viajando ou dando aulas em universidades ou cursinhos.

  7. Você pegou muito leve no seu texto!

    Os privilégios que esta classe possui fazem este decreto parecer piada!
    – Férias Premium;
    – Recesso de Final de Ano;
    – Emendam todos os feriados;
    – Trabalham 6 horas por dia;
    – Motoristas e carros particulares à disposição;
    – Auxílios diversos (moradia, educação, etc);
    – Aposentadoria com salário integral;
    – Autoridade???????
    – Etc…

    Legislativo, executivo e judiciário… são uma vergonha!

    Isso sim, uma afronta ao povo…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.